Após maior corte de impostos da história, EUA têm menor taxa de desemprego desde 2001

Em abril desse ano, o governo de Donald Trump anunciou um plano de revisar todo o sistema fiscal do país, com uma redução de 35% para 15% os impostos para as empresas, um corte de 20 pontos percentuais. Meses depois do plano (já aprovado no Senado), os resultados apareceram. Com melhores expectativas econômicas, o Departamento do Trabalho americano anunciou que o desemprego no país atingiu o seu menor patamar desde 2001: 4,1% em outubro.

Para colocar em prática o plano de redução de impostos, o presidente americano precisou cortar gastos e sofreu duras críticas na mídia. A redução dos gastos estatais bilionários com corporativistas ambientalistas, como George Soros, e a tentativa de revogar os custos bilionários com o Obamacare, programa de saúde estatal americano, não foram bem recebidos na mídia e muitas vezes o presidente foi acusado de “não pensar nos pobres”.

A redução de gastos estatais com corporativistas em outros países e o plano de reduzir gastos em assistências sociais estatais são cruciais para colocar em prática a redução de impostos. E, ao invés da sociedade americana perder qualidade de vida e saúde como alertavam os “especialistas”, agora possui mais empregos. Somente nos últimos meses, mais de 400 mil vagas foram criadas no território americano.

Com mais empregos, os salários dos americanos também aumentaram, reduzindo a pobreza e a dependência de assistência do governo. O governo Trump voltou a aplicar, na prática, o que o ex-presidente americano Ronald Reagan já dizia: o melhor programa social é o emprego.

SHARE
Camilo Caetano

Cursou Ciência da Computação pela Unesp.

52 COMMENTS

  1. O Obama deixou uma boa herança em matéria econômica. Só da pra saber se um Presidente fez um bom governo qdo o próximo toma posse. Vamos ter q aguardar o sucessor do Trump pra saber…..

  2. Se não existisse o Obamacare então os planos seriam acessíveis para quem ganha 1 salário minimo? Nossa aqui no Brasil com 1 salário se passa fome, imagina pagar plano, ou depender do SUS que só funciina na teoria kkkkkk

  3. Declaro publicamente que que disse que Reagan provocou déficit com corte de impostos e transformou os EUA de credor em devedor mente.
    10 anos depois do corte dos impostos, na Era Clínton, havia superavit e acreditava-se que em 30 anos a dívida interna seria quitada.
    O déficit nas contas externas nada tem a ver com isto. Foi os Árabes, depois Japão e China que o provocaram.

  4. unesp de direita. que benção. é o primeiro formado pela unesp de direita este autor do artigo. pode-se esperar aumento da imigração legal. fuga de cérebros para os eua. empresas de ponta fugindo dos altos impostos europeus. investimentos chineses. falta a a anistia que vai repatriar trilhões de dólares. escrevam sobre ela. não acredito nesses comentarios acima que tenha tanto entendidos em eua aqui no BRasil..morar nos eua não quer dizer que entenda.. é o mesmo de um americano morar no brasil e escrever pro nyt dizendo que entende o brasill.

  5. Eu vivo nos EUA e o q vc falou eh pura merda. 1) Os republicanos tentaram por 3 vezes revogar o Obamacare e nao conseguiram pq a ala de estrema direita dos republicanos bloqueia qq tentativa dos republicanos de centro. E isso pq os republicanos de centro sabem q a base q votou no Trump sao os q mais dependem do Obamacare, e as promessas de Trump foram sempre de substituir nao simplesmente voltar a situacao anterior. Mas substituir com o q? Ninguem nunca definiu. 2) O desemprego ja vem caindo a 3 anos e esta em ~4.2 a mais ou menos 1 ano, e vai continuar assim por muito tempo ate q todos os q estao fora do mercado desde a crise de 2008 voltem, o q pode nunca acontecer, ja q a proporcao de idosos esta aumentando muito com os “baby boomers” atingindo a idade de retirement. 3) O crescimento dos salarios esta estagnado, ja q como disse ha uma massa de pessoas ainda pra ser absorvida, mas com o crescimento da automacao, a produtividade do trabalhador esta aumentando, o q torna a necessidade de contratacao menor. Outro fator a considerar eh q os trabalhadores q ainda nao foram reabsorvidos na forca de trabalho sao geralmente os de menor capacitacao profissional, incapazes de operar numa economia moderna. Muito se fala do retorno dos empregos de manufatura aqui nos EUA, mas o q ninguem fala eh q esse retorno ja esta acontecendo e q o fator limitandor eh a falta de gente capacitada a operar e programar robos. 4) O meu 401K cresceu em torno de 20% desde o inicio do ano em antecipacao da esperada reforma dos impostos, mas infelizmente os republicanos resolveram colocar o repeal do Obamacare como a prioridade no. 1 e a marda do Trump fica dando faniquito na o Twiter e fica criando distracoes a todo momento, Pq ele nao cala a matraca e se concentra em fazer o q disse q ia? Eu agradeceria muito, ja q se o mercado nao ver as promecas realizadas, vai dar merda. E outra coisa, adoraria q os republicanos de extrema direita e os democratas de extrema esquerda calassem a boca, e deixassem as pessoas q realmente querem resolver os problemas negociarem.

    • Fabio,
      A ala de “estrema” direita dos republicanos bloqueou qq tentativa dos republicanos de centro uma ova! Desde quando o senador McCain é de extrema esquerda? Pois saiba que por um voto, de McCain, os republicanos não conseguiram revogar o Obamacare no senado.
      “Substituir com o q? Ninguem nunca definiu”. MENTIRA!
      RyanCare era uma proposta… não foi por falta de definição que não conseguiram, o problema é que McCain tinha a sua própria proposta e o grupo Tea Party queria somente o fim do ObamaCare.

      • “Ainn vivo no Estados Unidos”
        Quem se importa com isso? Nem li o resto do textão.

        Tem gente q mora no Brasil e defende o Lula e a Dilma, se vc mora nos Estados Unidos deve ser um desses asnos q se morassem no Brasil votaria no Lula 2018.

        O fato de vc morar ou não aí não qualifica em nada sua opinião, quando a pessoa é burra, pouco importa onde vive.

  6. O quê importa é que agora umas milhares de pessoas vão acordar e dizer: vou dar “trump”!!!
    Kkkkk

  7. Mas tem que ver se o corte de gastos foi proporcional à perda de arrecadação. Reagan fez o maior corte de impostos da história nos anos 80 e terminou o mandato com o maior endividamento que o país já teve. Antes de assumir o cargo, os EUA eram os maiores credores do mundo. Ao fim do mandato, eram os maiores devedores.

  8. isto se chama ciclo virtuoso da economia.. explico … menos impostos. mais compra de produtos.. mais compra de produtos. mais compra de matéria prima, insumos.. mais venda.. mais compra… expansão.. expanção… mais contratação. mais contratação. mais venda de produtos… aqui é o circulo vicioso da economia. mais impostos.. menos compra. menos compra, menos empregos. menos empregos. menos geração de impostos. menos geração. mais aumenttos para compensar as perdas… fora que aqui temos um estado. elefantico. empregados publicos. ganhando ate 300 mil por mes. caso de desempbargadores. juizes. etc… onde tem isto na exonomia privada. outra. la os juizes são eleitos pela comunidade….nada de carreira de maraja.

  9. salario minimo de 10$/hr. se trabalhar 8hr/dia, 5 dias/semana, isso da 1600$/mes de salario minimo. com 150$/mes n da p pegar um plano de saude?

  10. Eu concordo q aqui nos Estados Unidos o desemprego está muito baixo, porem pelo menos aqui na Califórnia o salário mínimo é 10,50 a hora e com esse salário n da pra pagar um plano de saúde e dessa forma o Obamacare é muito importante para pessoas pobres. Tanto q semana passada o trump n conseguiu aprovar pelo congresso o fim do Obamacare.

      • Na verdade,o problema é o preço dos planos de saúde, que iriam baixar para grande maioria se o Obama Care acabasse, fora a criação de ainda mais empregos e a remuneração ainda maior

      • salário mínimo é uma lei racista desenhada para matar de fome quem nao consegue produzir o valor deste. Trocando em miudos: é uma lei para matar pobre.

        • Racista? Dependendo da raça o salário mínimo varia?? Ou ta dizendo que agora pobre é raça? XD

          • A única coisa que o salário mínimo faz aos que “não estudaram” é deixá-los desempregados.

    • Acontece q o preço dos planos de saúde só estão absurdos nos EUA, pq o o obamacare forçou a obrigatoriedade em contrata-los.. Se todos são obrigados a contratar (á não ser que paguem multa por isso) , logicamente o preço sobe , pós os cidadãos deixam de ser clientes, e passam a ser usuários.

    • Se não dá pra pagar um plano de saúde, então pq manter o Obamacare, que obriga as pessoas a terem um plano de saúde?

      • Pq querido se vc precisar de um simples atendimento na emergência vc paga 500 dólares só pelo atendimento. Fora tudo que for utilizado no processo. Ou seja no mínimo 1000.

    • O salário mínimo na Califórnia sempre foi um dos mais baratos do país em virtude do excesso de ofertas de empregos de pouca qualificação. Há estudos que mostram que isto ocorre nos últimos 25 anos em virtude das contínuas correntes de migrações ilegais…

    • Meu fi, nao pode pagar porque foi justamente este maldito obama care que fez as apolices dispararem. Se gosta de ajuda estatal, volte para o cuzil

    • Você não consegue pagar o plano de saúde justamente POR CONTA DO Obamacare (que os encareceu).

    • Esses idiotas brasileiros não sabem de nada, bom era quando alguém ficava doente e quebrava a família inteira pra pagar hospital, bastava um simples braço quebrado e neguinho tinha que coçar o bolso.

      • Márcio, não seja egoísta. Se o sr. pagasse pelo serviço médico assim como o sr. paga uma prestação de carro, as pessoas no Brasil não estariam passando fome, desempregadas, sem condições de comprar comida e pagar o aluguel.

    • Caro, se o capital gerado pelas pessoas não é capaz de pagar um plano de saúde, este terá que baixar seus preços. Então, é sinal de que as pessoas, trabalhando, conseguem sim pagar o plano, se necessário.

    • Em um livre mercado, a demanda sempre será em função do preço: quanto maior o preço, menor a demanda. O que é surpreendente para a maioria das pessoas é que essas regras valem igualmente tanto para os preços quanto para os salários.
      Assim, se um trabalhador pouco qualificado for capaz de contribuir com apenas U$10por hora em termos de aumento de produtividade, tal indivíduo estará desempregado caso o salário mínimo seja fixado em U$10,25 a hora.
      Os trabalhadores pouco qualificados precisam lutar pelo dinheiro do empregador. E para isso eles têm de disputar tanto com os trabalhadores qualificados quanto com o capital (o maquinário).
      Os empregadores também têm a opção de empregar máquinas ao invés de pessoas. Por exemplo, um empregador pode contratar uma recepcionista ou investir em um sistema de atendimento automatizado. Como resultado, muitos daqueles trabalhos que exigiam pouca qualificação e que costumavam ser o primeiro degrau da escada do mercado de trabalho são exterminados do mercado. Qual foi a última vez que alguém – além do indivíduo que fica no caixa – não apenas empacotou suas compras no supermercado, mas também as levou até seu carro?
      O desaparecimento desses empregos traz consequências econômicas e sociais mais amplas. Os primeiros empregos que conseguimos são um meio de aperfeiçoarmos nossas habilidades, de modo que trabalhadores menos habilidosos possam adquirir experiência e, com isso, oferecer maior produtividade para seus empregadores atuais ou futuros. À medida que suas habilidades aumentam, o mesmo ocorre com sua capacidade de obter salários maiores. Entretanto, remova o degrau mais baixo da escada do mercado de trabalho e muitos nunca mais terão a chance de subir nela.
      Como o salário mínimo impede que muitos jovens (inclusive um número desproporcional de minorias) consigam empregos básicos, eles nunca poderão desenvolver as habilidades necessárias para aspirar a empregos que paguem melhores salários. Como consequência, vários recorrem à criminalidade, enquanto outros recorrem ao assistencialismo governamental.
      Defensores do salário mínimo argumentam que é impossível sustentar uma família quando se vive apenas com um salário mínimo. Sim, é verdade. Mas isso é totalmente irrelevante, pois os empregos que pagam salário mínimo não foram feitos para sustentar uma família.
      O certo seria que as pessoas optassem por não iniciar uma família até que estivessem ganhando o suficiente para sustentá-las. Empregos de baixos salários servem para capacitar os trabalhadores a, com o tempo, adquirirem as habilidades necessárias que os permitirão ganhar salários altos o suficiente para sustentar uma família. Será que alguém realmente acha que um adolescente que trabalha como entregador de jornal deveria ganhar um salário capaz de sustentar uma família?
      A única maneira de se aumentar salários é aumentando a produtividade.
      Dado que nossos líderes não conseguem compreender sequer este simples conceito econômico, por que ainda há pessoas que acreditam que eles irão solucionar os problemas econômicos bem mais complicados que nos assombram atualmente?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here