Dória quer parceria para empregar 20 mil moradores de rua no setor privado

Sem usar dinheiro público, o prefeito de São Paulo, João Doria, vai lançar, no próximo dia 21, o programa Trabalho Novo para empregar pessoas que estão hoje na condição de moradores de rua. Doria acertou parceria com os sindicatos de conservação e limpeza da cidade para que reservem vagas de varredores nas empresas privadas do setor para atender o programa. A meta é conseguir empregar 20 mil pessoas até 31 de dezembro. As empresas pagarão salário mínimo mensal (R$ 937), além de vantagens, como plano de saúde.

Para conseguir a vaga, os candidatos terão de se comprometer a deixar as ruas em até 90 dias. Uma opção será morar nos antigos albergues, que passarão a se chamar Espaço Vida.

O governo estadual também será parceiro no programa, cedendo serviços do Poupatempo para que os moradores de rua consigam obter documentos necessários para sua contratação.

Doria acha que a iniciativa é o começo da “conquista de dignidade” para os moradores de rua.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

27 COMENTÁRIOS

  1. Brasileiro tem espirito de vira-latas! Uma iniciativa bacana, bem pensada! e tem gente jogando praga pra dar errado! E um comeco, uma esperanca, aum pontape, uma iniciativa, uma “sair da mesmice” e da zona de conforto! De certa forma todos nos somos culpados por esta situação de penúria que muita gente vive! Se cada um de nos fizesse o minimo, talvez as coisas nao seriam assim! Uma situacao lastimavel, fui ao centro de Belo Horizonte ha pouco e fiquei abismado! muita, mas muita gente nas ruas, morando em barracas, em becos! coisa muito feia de se ver! Se voce vai a paises de primeiro mundo, como nos EUA, quase nao se ve, e tenho certeza que existem programas pra acabar com a pobreza ajudando o pobre coitado a ter uma oportunidade!

  2. O governo federal com esta politica recessiva, promovendo cada vez mais desemprego, e o Doria enganando a população de S Paulo!!

  3. O Prefeito está certo, São Paulo está lotado de mendigos , vai na Praça da Sé, Páteo do Colégio, Patriarca, Praça João Mendes , Luz, Cracolândia.
    Hoje o turista nem aparece no Centro de São Paulo , com medo de ser roubado.
    Parabéns pela atitude .
    Temos que limpar a cidade e tirar as drogas das ruas.

  4. A ideia do Doria é excelente, mas será que os moradores de rua vão querer os eventuais empregos? Se não aceitarem, o que o Doria poderá fazer? A coisa está tão feia no Brasil que algum juiz poderá decidir que os moradores de rua não precisam aceitar os empregos e que podem continuar a viver nas ruas de São Paulo com ajuda de custo paga pelo contribuinte paulistano.

  5. Excelente iniciativa. E o prefeito de esquerda dava mesada para eles continuarem na rua fumando crack. Quanta diferença entre o socialista e o empresário. E as empresas que contratarem, muito embora estejam empregando pessoas que, a princípio, não conseguirão produzir o suficiente para cobrir seu salário e os encargos estatais, ganharão com um grande upgrade em sua imagem, passando a ser vistas como companhias que ajudaram a tira mendigos da rua. Baita marketing para elas! Ou seja, bom para todo mundo.
    https://bordinburke.wordpress.com/2017/01/06/outro-malucos-nos-estados-unidos-coitados-quando-vao-aprender-conosco/

  6. Eu estou torcendo pelo Dória. Estou até com ciúmes de SP ter eleito tal prefeito, enquanto que aqui no Rio a coisa é uma merda.
    Mas tenho certeza de que esta iniciativa vai naufragar.
    Eu fui empresário e tentei ajudar os pobres de rua, dando emprego.
    Eles me diziam que ganhavam de esmolas, na rua, muito mais do que um salário. Alguns chegavam a ganhar meio salário POR DIA.

  7. É um grande estímulo aos moradores de rua ou simplesmente “abandonados” nas ruas, por grande parte da sociedade. Tem muita gente buscando uma oportunidade , o primeiro passo é o emprego, o segundo é tratamento médico e psicológico .
    Enfim uma boa ação

  8. Tem que mudar as leis trabalhistas também, pois os encargos são altíssimos para o empregador. E quem muda isso? Nossos deputados federais e senadores, o legislativo. Será que eles querem?

      • Isso é verdade… Mas eles ganham mais ganhando esmolas… Terão que fazer um trabalho psicológico para convencê-los…

    • não só alcoole drogas , mas são esquisofrenicos, são a conseqüência real do movimento antimanicomial , pessoas com problemas mentais abandonadas em nome de um tratamento humano

  9. É foda esse país. Pra contratar um morador de rua pro indivíduo varrer chão, o cara precisa desembolsar quase 2 mil reais, R$ 937 do salário mínimo e o restante de taxas e impostos.
    E tem nego que ainda acha estranho o nível de desemprego batendo 40% da população (em dados realistas).

    • Seu discurso é lindo, mas quantos desses desempregados querem varrer o chão da cidade? Pois é. Eles não querem empregos assim, pois se quisessem, já teriam um. O Mc Donalds e outros fast-foods contratam todos os dias, o problema é que as pessoas não querem certos tipos de trabalho. Por que não dá-los à quem quer e precisa?

      • Discurso bonito? Em que momento eu falei alguma coisa sobre esses moradores de rua quererem ou não trabalhar?
        O que eu estou dizendo é do ponto de vista do empregador. Você acha normal uma pessoa ter que desembolsar 2000 reais pra pagar alguém pra varrer o chão? Se não existisse o salário mínimo, que obriga o empregador a discriminar pessoas sem qualificação, nem essa quantidade de impostos que dobram o custo de ter um empregado, as empresas estariam contratando a torto e a direito e criando cargos que hoje são totalmente inviáveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here