‘Japonês da Federal’ é condenado pelo STJ por ajudar os pobres a comprar mais barato

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou parcialmente o recurso do agente da Polícia Federal no Paraná Newton Ishii e manteve a sentença da Justiça Federal no Paraná que o condenou por corrupção e descaminho, por ter facilitado a entrada no Brasil de produtos contrabandeados do Paraguai.

O ‘Japonês da Federal’ pode até ser considerado criminoso pelas leis vigentes no país por facilitar medidas que burlam o roubo estatal (cobrança de impostos). Mas ao prejudicar o estado,  ele ajuda os mais pobres por permitir a compra mais barata de produtos estrangeiros sem tributação.

O Brasil é um dos países que mais cobra taxa de importação do mundo, e sem agentes como esse, os pobres jamais poderiam comprar Smartphones e outros aparelhos eletrônicos que são constantemente importados ilegalmente pela fronteira do Paraguai. E a solução não é prender ou condenar agentes, mas acabar de vez com as tarifas de produtos importados como tem feito o Chile, que zerou a taxa de importação com vários países através de muitos acordos de livre comércio e ainda tem planos para eliminar a taxa para países que estão fora de acordos comerciais.

Veja como a Inglaterra acabou com os contrabandistas:

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

100 COMENTÁRIOS

  1. EU SOU A FAVOR DO CONTRABANDO, MESMO PORQUE O GOVERNO NOS ROUBA SEMPRE QUE PODE ATRAVEZ DE IMPOSTOS ALTISSIMOS NO SALARIO NA ALIMENTAÇÃO NOS MEDICAMENTOS, E NUNCA VOCÊ VE MELHORIA NESSA DESGRAÇA DE PAÍS SEMPRE QUE PODER EU VOU FAZER DE TUDO PARA NÃO PAGAR IMPOSTOS OU SEJA NÃO SER ROUBADA A FORÇA E AINDA TEM ZÉ POVINHO QUE DEFENDE OS IMPOSTOS. COM O DINHEIRO QUE NÓS PAGAMOS EM IMPOSTOS TODO MÊS DAVA PARA TODOS TER ACESSO A ESCOLA E HOSPITAIS PARTICULAR E ASSIM SERIA MAIS FACIL PARA TODOS COBRAR POR MELHORIAS.

    • GABI posso estar enganado, mas fazer o que você quer por “raiva” não resolve problema algum.
      Sonegar imposto aumenta desigualdade e não, o governo não está nem aí, pois ele cobra de quem não pode “escapar”, desse modo você está prejudicando totalmente outra pessoa caso você não pague.
      Não sou à favor de imposto, ainda mais a quantidade que pagamos no Brasil, mas quem contribui para que ele aumente cada vez mais são pessoas com a sua mentalidade. Além de quê ainda prejudicam o mercado interno claro.

    • Os ricos não pagam imposto, têm sempre caixa 2, eu vem descontado no meu salário R$ 4700,00 e mais oito parcelas de R$ 1050,00. O problema brasileiro além da sonegação fiscal é que o dinheiro as mais das vezes nem chega a entrar nos cofres públicos, já é desviado antes. Vimos isso no projeto de EDUCAÇÃO FISCAL, pagamos como país de primeiro mundo, mas o que entra para investir em saúde, educação e outros é igual a Índia.

      • Rico não paga imposto? Ficar com o próprio dinheiro ao invés de ser assaltado é um “desvio”? Da onde você tirou isso? Cada um que fique com o próprio dinheiro e o invista como quiser.

        • Sim Marcelo se espante , quem pode sonega, ou seja os ricos.
          Sonegar não é ficar com o próprio dinheiro, é crime mesmo, é roubo, causa desigualdade e coisas piores.
          Pobre não escapa.
          Bem vindo a terra.

          • Claro, afinal ser obrigado a entregar o próprio dinheiro para o estado é que é bom. E veja que curioso: os pobres são justamente os mais afetados por isso.
            No mais, o problema não é a “desigualdade”, as pessoas são naturalmente desiguais. O problema é a pobreza.

        • O Marcelo acorda, dinheiro do imposto não é seu, é público e da sociedade é o que você paga para poder viver. Alcapone foi pego e preso por não pagar imposto. A não ser que você prefira viver em MAD MAX lá não tem impostos. De onde eu tirei isso???!!! Eu tirei isso da decência, da honradez da honestidade da consciência de que para se viver na “polis”, desde os gregos, é preciso pagar imposto. Quando falaram para meu pai que só tinha uma casa que ele não precisava mais pagar imposto IPTU, ele ficou super bravo e disse a frase. –“Quer dizer que eu agora não sou mais nem cidadão, porque cidadão é quem paga imposto”! Pelo jeito você não é cidadão. Você deve ser um daqueles pobres, QI de ameba, porque rico não vem aqui. Arrivista, mais que arrivista, tartufo mesmo, que se puder passar a mão no que não lhe pertence para se dar bem, irá fazê-lo sem nenhum prurido de consciência. Aliás consciência é coisa que pelo jeito você nunca teve e nunca irá ter. Você é apenas mais um safado do tipo “SOMOS TODOS CUNHAS” Esse tipo não tem conserto só PAREDÃO! Para entender isso, se você não tem decência, pelo menos deveria ter estudo, leituras. Como não tem nada disso faz sair da tua boca, aquilo que deveria sair apenas pelo teu sistema excretor.

          • “Você deve ser um daqueles pobres,QI de ameba” Isso é regra???? Todo pobre é burro??? Sua mãe tá bem né!!! Preconceituoso FDP.

      • bem por aí VAL, essa galera liberal, de tudo que já vi a respeito é a lei do mais cômodo.
        “Sonegar é legitima defesa”… tenha paciência.

  2. Ilisp, por favor não cometam o mesmo erro da esquerda insana de justificar os atos ilícitos, para tentar desculpar o cara só pq ele é o “japonês da federal”. O cara fez uso do seu cargo de forma ilícita para se beneficiar financeiramente, e nisso ele não difere em nada dos políticos corruptos.
    Se não concordamos com as leis, devemos lutar para mudá-las, e não criar subterfúgios. Além do mais, contrabando não é e nunca foi uma forma de ajudar os pobres.
    Por favor, melhorem, pelo bem das ideias liberais.

  3. Estou tentando entender este seu raciocínio. Eu sou empresário e vendo Smartphones em minha loja. Pago todos os meus impostos, emprego pessoas e inclusive pago o salário do japonês da federal. A única função desse Japonês é oferecer segurança para que eu possa exercer a minha livre concorrência de forma isonômica, com os mesmo empresário e que pagam os mesmos impostos que eu. Aí vai o cara e deixa entrar produto de contrabando vindo dos países mais pobres cujo a prática é pouco combatida pela insuficiência do estado em oferecer segurança para seu mercado interno. Não, o Japonês não ajudou os pobres, ele os multiplicou; já que tive que reduzir três funcionários pela baixa venda, oriunda da entrada de contrabando, fornecendo mais dois assalariados que agora menos irão comprar, prejudicando mais a economia interna e gerando mais desemprego. Ai você vai chegar aqui com o seu contra-argumento: “ãã! mas se reduzissem os seus impostos você iria competir com o contrabando dãã!”. Cara, contrabando não emprega, não administra, não faz gestão, não esta sujeito à regulamentações, escraviza e etc. Não existe forma de se garantir uma livre concorrência isonômica contra contrabandistas. Pense antes de falar asneiras rapaz. Duvido que você seja um cientista político e se realmente for: faça um favor para humanidade e rasgue o esse seu diploma.

  4. Imaginemos uma situação hipotética de que a fronteira está liberada, podem trazer coisas sem pagar impostos… quantas lojas no país vão quebrar? Quantos impostos para manter a saúde, educação e bens públicos funcionando vão parar por falta de arrecadação? Vamos parar de cobrar tributos então, ok, quem vai poder pagar pela saúde vive quem não puder morre? Pobre tem que morrer? Além disso está errado comprar sem pagar impostos porque isso onera quem paga impostos, na medida que quando há inadimplência os gastos devem ser pagos por alguém, e são pagos por quem paga, então quem segue a lei é quem se fode, o japones da federal ganhou para deixar passar produtos de contrabando, ganhou também para vazar informações da lava jato, é corrupto!!!! As pessoas acham que simplesmente devemos julgar se a corrupção cometida é boa ou ruim, mas não existe corrupção boa ou ruim, todas as corrupções são ruins, se não gosta da lei pressiona teu legislador para que altere as leis!!! Pressionem os políticos para que mudem as leis, não fiquem tentando burlar as leis!!! É ridículo pensar que pardal é para arrecadar… não é para arrecadar, é para fiscalizar!!! O trouxa que paga multa de pardal é aquele que não segue as leis!!! Simples assim!!!

  5. O Brasil é um país ladrão sim! Tributa produtos importados nos impedindo de adquirir tecnologia e recursos que aqui não temos. Manda tudo que temos de melhor para fora a preço de banana e nos faz pagar absurdamente caro pelo resto que sobra aqui! Já somos roubados todos os dias, na gasolina adulterada, no produto superfaturado de péssima qualidade, nos impostos para ir e vir, até nosso próprio suor gera imposto. Respeitar leis sendo que quem as cria são os maiores bandidos?

  6. É sério que eu li isso? Não é possível. O argumento além de raso é uma afronta a lógica. O cara compara escravidão com a falta de poder aquisitivo para comprar smartphones. O cara diz que é legitimo agir fora da lei nesse caso porque quem cria as leis, o Estado malvadão, cobra impostos que dificultam a vida dos pobres. Quando um ladrão roubar o celular desse sujeito aí ele deve ficar feliz a achar justo afinal o celular será vendido por metade do preço em alguma feira do rolo. Cada uma.

  7. Eu só queria que nossos grandes políticos malandros, articuladores corruptos fossem presos e julgados tão rapido quanto o japonês da Lava Jato. A lei que vale pra um deve valer para todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here