Sem imposto sindical, Sindicato dos Farmacêuticos ameaça fechar

Com o fim do imposto sindical, o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais (SINFARMIG) ameaça fechar. A organização, ligada à Central Única dos Trabalhadores (CUT), completou 37 anos de existência e diz representar mais de 24 mil farmacêuticos mineiros, mas não consegue receber contribuições voluntárias suficientes para manter seu funcionamento.

“Já demitimos nossa assessoria de comunicação, advogados e funcionários, e estamos com apenas três. Nós sempre funcionamos das 8h às 18h. Agora, só de 8h ao meio-dia, pois não temos dinheiro para manter a sede aberta por mais tempo”, relata Júnia Dark Vieira Lelis, diretora do SINFARMIG.

O principal problema enfrentado pelo sindicato tem sido a “mentalidade anti-sindical”, de acordo com Júnia, fazendo com que “uma porcentagem muito pequena se filie”. O custo da anuidade do SINFARMIG é R$ 150,00.

Reunião do SINFARMIG. Entidade está próxima de fechar por falta de interesse dos farmacêuticos.
Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

30 COMENTÁRIOS

  1. Agora todo mundo exige aumento direito pro patrão. Se ele não der o aumento, pq a crise desde que o Brasil foi invadido, é só dizer que não trabalha se der não aumento hehe vai dar certo kkkk

    • Comigo sempre deu certo. Mas eu, além de fazer direito meu trabalho, sabia escrever direito e não usava kkkkk como pontuação. Aliás, kkkkk no meio de texto para mim tem cara de relincho.

  2. O sindicato dos comerciários da minha cidade nunca me ajudou só pagamos me queixava lá e nada de alguma ajuda hoje tenho um problema grave de um acidente de trabalho por que não tinha EPI e só me falaram que não pode fazer nada

  3. O sindicato de minha categoria (tecnologia da informação – SC) não conseguiu fechar convenção coletiva por 3 anos seguidos; os reajustes anuais eram “inflação” + % de 4 anos atrás.

    Aí pergunto: se nem isso conseguiam, pra que serviam?

  4. Sindicato terá de trabalhar, ser criativo e se sustentar como na década de 90/80. Deixará de ser cabide de emprego e de ser usado pela esquerda pelega.

    São vítimas da própria soberba, importantes que são só sobrará os que realmente forem a favor das questões da sua classe!

  5. Acho que vocês são esquecidos ou desonestos. Embora haja sindicatos que não fazem nada, a ideia de sindicato não é algo ruim. Vocês agem como se nunca na história desse país sindicato algum tivesse tido valor ou agido a favor dos trabalhadores. Estão indo contra vocês mesmo querendo o fim do sindicato. Prefiro a reformulação deles.

      • Não contribuem pq se quer se dão ao trabalho de ir no seu sindicato saber pra que serve. Como em tudo, há o bom é o ruim. Nao sou dirigente, ganho piso salarial e trabalho duramente 9 h por dia em um sindicato. Vejo pessoas q só sabem meter o pau mas não são valor aos serviços…assist odonto, desconto em farmácia, faculdade, ótica, cinema, curso de idioma, jurídico gratuito…e pior estarão todos fazendo homologações na própria empresa com o advogado do patrão, que tá adorando pagar errado sem fiscalização…sim pq se o trabalhador ajuizar ação pode ter q pagar bom adv e custas processuais….o desmonte dos sindicatos vai sim, tirar de quem não fazia nada mas não esqueçam que no meio disso existem interesses contra o próprio trabalhador que estará ainda mais desprotegido.

        • Tudo conversa fiada.
          Esses convênios disso e daquilo são empresas conveniadas que também ganham por isso, pois nada é de graça. O mercado oferece as mesmas coisas para quem não é sindicalizado.
          Homologaçoes em empresas podem ser questionadas e corrigidas na justiça.
          Essa conversa de pagar advogados tb é furada pq geralmente advogados trabalhistas cobram seu percentual no final da demanda.
          Chega de cabide de emprego com o dinheiro do trabalhador para apoiar partidos políticos.
          Pessoal, não caiam nessa conversinha política.

    • Acho que você está comentando na página errada.
      Aqui o pessoal é liberal. É claro que eles querem que os sindicatos acabem, pois eles prejudicam o empreendedor.

  6. Sindicato que defende realmente a categoria deverá se manter com contribuição voluntária, pois terão seus esforços reconhecido pela categoria.
    Os que nunca produziram nada a favor, morrerão por si só…

  7. Eu pagava um sindicato de farmacêuticos da grande são Paulo. Achava estranho que funcionários da empresa que trabalho e eram “cedidos” ao sindicato tivessem carros mais caros que o do diretor da empresa. Só achava …

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here