Sem usar a Lei Rouanet, animação capta dinheiro privado pela internet

A produtora Filmes de Papel, do diretor Alê Abreu criou um financiamento privado para o  filme ” O Menino e o Mundo”. O objetivo é arrecadar R$!00 mil reais para investir no envio de DVDs e sessões especiais nos EUA, sem o uso da Lei Rounet.  Quem doar dinheiro para o projeto recebe recompensas como DVDs, agradecimentos na página do filme no Facebook, bonequinhos e cartões postais.

Através desse financiamento Alê Abreu quer que seu filme tenha mais chance de vencer o Oscar 2016 na categoria de Melhor Animação. A arrecadação até agora já passou dos R$100 mil no site www.catarse.me/meninonooscar, mas ainda possui 20 dias para que o financiamento termine.

Gostaríamos de parabenizar Alê Abreu pela iniciativa de fugir da Lei Rouanet. Boa sorte no Oscar 2016!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here