10 atores contrários à reforma da CLT que usam pessoas jurídicas (PJs) para fugir da CLT

Ganhou destaque nas redes sociais a manifestação de atores da Rede Globo de Televisão que são contrários à reforma trabalhista que modernizará a fascista CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), criada por meio de decreto-lei do ditador Getúlio Vargas em 1943.

Entretanto, o ILISP apurou que boa parte desses atores utiliza um expediente bastante comum por aqueles que desejam receber um pagamento mais alto por seus serviços, sem as amarras e deduções salariais previstas na CLT: atuar por meio de uma pessoa jurídica (PJ).

Dez atores que participaram da ação contrária à reforma trabalhista preferem, na prática, ficar bem longe dos “direitos trabalhistas”: Aline Morais, Caio Paduan, Camila Pitanga, Lorena Comparato, Leandra Leal, Lucio Mauro, Monica Iozzi, Nathalia Dill, Tais Araujo e Tata Werneck. As informações são públicas e obtidas junto à Receita Federal. Confira as informações das pessoas jurídicas abertas pelos atores:

Pessoa jurídica da atriz Alinne Morais
Pessoa jurídica do ator Caio Paduan
Pessoa jurídica da atriz Camila Pitanga, que também possui uma ONG, a “Movimento Humanos Direitos”
Pessoa jurídica da atriz Leandra Leal, que também possui três outras empresas, incluindo um restaurante.
Pessoa jurídica da atriz Lorena Comparato
Pessoa jurídica do ator Lucio Mauro, que também possui outra empresa, a “Tudo de Som”
Pessoa jurídica da atriz Monica Iozzi
Pessoa jurídica da atriz Nathalia Dill
Pessoa jurídica da atriz Tais Araújo
Pessoa jurídica da atriz Tata Werneck
Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

18 COMENTÁRIOS

  1. ta certo! pau no cu do estado que não nos dá nada em troca! esses são os atores que devemos tirar como exemplo, não aqueles babacas dos vídeos sobre politica….

    • Exemplo? Eles são hipócritas porque dizem e defendem uma coisa e fazem outra onde isso é exemplo meu caro? Tem que desenhar pra você que eles tão dando banana pro Estado explorador mas tão propagando para os outros que o certo e melhor é depender do Estado?

  2. O povo não precisa de CLT, precisa de salarios decentes. Nos USA v. compra um carro com um salario minimo. Aqui mal dá para o supermercado do mes. Ridiculo.

  3. Pior. Veja as atividades declaradas. Algum deles é ator ou atriz? não. Declaram-se produtores de espetáculos ou vendedores de livros, com tributação reduzida. Será que, além de serem contra a reforma trabalhista, também são defensores da ética? esses são uma amostra de apenas 10 individuos. Seria uma amostra representativa do todo?
    Para quem eles “passam nota”?

    • Mesmo vc trabalhando como ator na Globo. Vc tem outras vias de trabalho. E vc precisa ser pessoa jurídica por exemplo para certos editais do meio. Vc precisa ser para produzir um espetáculo teatral. Se vc vai dar um curso. Se vc abre uma editora de livros independe. E por aí vai.

  4. Mas em geral e assim, querem defender os esquerdos mas não participam de suas dificuldades…nada mais chique.

  5. lixo moral sempre a defender o que desconhecer ou finge desconhecer.

    derrota chama-los de “artistas”

  6. O viés esquerdista chinfrim e desinformado de grande parte dos artistas é simplesmente ultrajante. Falam sobre aquilo que não entendem, defendem o que não praticam, acusam antes de entender. É a verdadeira ELITE defendendo o status quo pelo status quo, simples assim!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here