3 filmes sobre Cuba que seu professor de esquerda não quer que você veja

Durante mais de meio século, a indústria cinematográfica mundial foi dominada por gerações de produtores e realizadores formados na dura rotina dos estúdios e educados sob as regras de uma concorrência feroz. A proliferação de cursos de cinema nas universidades e a virada da contracultura dos anos 1960, com o consequente aumento da intervenção estatal no mercado e a aproximação entre políticos de esquerda e cineastas, modificou a natureza de grande parte das produções. O resultado é que, desde então, há um predomínio da cultura esquerdista de modo geral na temática e no universo de referência dos filmes. Não demorou para que acadêmicos e estudiosos marxistas passassem a usar os próprios filmes como poderoso material de proselitismo em sala de aula, influenciando milhões de estudantes e distorcendo a visão e a análise de pontos importantes para a compreensão da política, da sociedade e da história humana.

Identificado e especificado tal problema, vou sugerir aqui um contraponto a essa abordagem. Apresentarei separadamente listas de filmes e seriados que permitem uma visão alternativa a respeito de temas que a esquerda costuma usar para fazer propaganda ideológica, especialmente nas salas de aula. Estou priorizando títulos que são mais fáceis de encontrar. Se o seu professor usou filme em sala de aula para fazer propaganda ideológica em cima de algum dos temas, sugira um contraponto com um filme desta lista.

Lembro que estas não serão listas definitivas, como seria impossível de se conceber. Proponha e indique outros títulos também nos comentários. Nunca se esqueça de que filmes são um recorte inevitavelmente sintético da realidade, sendo impossível que cada um deles contenha todas as inúmeras variações possíveis a respeito de cada tema. Da mesma forma, não estou corroborando integralmente a eventual abordagem de qualquer dos filmes da lista: use seu próprio discernimento e senso crítico para extrair o melhor de cada um.

Não espere demais de um filme: um filme não é uma tese, sequer é uma obra literária. Pense: o conteúdo de um filme pode ser conhecido em duas horas de projeção (às vezes menos). Quanto tempo se leva para ler um livro inteiro? Um dia, no mínimo, mas geralmente muito mais. Não espere demais dos filmes. Eles são gatilhos excelentes e expressam ideias de uma forma muitas vezes arrebatadora, mas na maioria dos casos prepõem questões cujas respostas não podem ser encontradas nas duas horas de projeção. Use os filmes para se familiarizar com diferentes pontos de vista e abrir a discussão.

Iniciando a série, vamos conhecer a Cuba real através de alguns filmes especiais?

A Cidade Perdida (The Lost City, 2005) – Drama

Tópicos de interesse: Cuba, revolução, comunismo, Che Guevara, Fidel Castro, ditadura, censura, intervenção estatal
Um retrato emocional e melancólico da inominável violência dos comunistas contra o povo cubano. Destaque para a cena onde o “jazz” é proibido numa casa de espetáculos por uma sindicalista raivosa.
Diretor: Andy Garcia
Com: Andy Garcia, Bill Murray, Dustin Hoffman e Inés Sastre

Che Guevara – Anatomia de um Psicopata (2005) – Documentário

TÓPICOS DE INTERESSE: Cuba, comunismo, ditadura, Che Guevara, revolução
A face real do psicopata assassino Che Guevara, sem retoques. Um ótimo antídoto para sua outra biografia, dirigida por um cineasta brasileiro que, além de banqueiro (ou filho de banqueiro, o que na prática dá na mesma) também parece ser socialista.
Diretor: Luis Guardia

Antes do Anoitecer (Before Night Falls, 2000) –

TÓPICOS DE INTERESSE: Cuba, comunismo, ditadura, tolerância, LGBT, gay, tortura, repressão
Perseguição a homossexuais e censura na Cuba comunista. História real num recorte bastante sensível baseado na vida do poeta e novelista cubano Reinaldo Arenas.
Diretor: Julian Schnabel
Com: Javier Bardem, Johnny Deep e Olatz Goméz Garmendia

Possui mais indicações de filmes sobre a realidade de Cuba? Comente abaixo!

SHARE
Daniel Moreno
Produtor e diretor de filmes e documentários como “Reparação”, disponível no Youtube.

32 COMMENTS

  1. O Fim da Liberdade (For Love or Country: The Arturo Sandoval Story, 2000) Dirigido por: Joseph Sargent

    • Esse é bom, e mostra a contradição, a mesma que existem em “países democráticos e normais”.

  2. Deixo a sugestão citar se algum desses filmes são encontrados no Netflix, para benefício dos mega preguiçosos como eu!

  3. O filme Casa de Parto, feito por um estudante brasileiro de cinema, com autorização do governo cubano. Deveria ser um documentário sobre os dilemas deste momento. Mas virou uma testemunha do caos e da farsa que é a “avançada” Medicina cubana. Aí foi censurado… Alguns trechos vazaram para o YouTube, mas nunca consegui na íntegra

  4. “Juan de Los Muertos” – Comédia cubana. A história é sobre uma epidemia de zumbis em Cuba. Tem cenas hilárias como o governo chamando os zumbis de “dissidentes pagos pelos EUA”.

    • Eu ia indicar esse! O filme é hilário. Além da questão de o governo tratar os zumbis como dissidentes dos EUA, o que eu acho mais legal é que algumas pessoas acham super normal o comportamento dos zumbis, tipo “ué, eles não foram sempre assim?”…

  5. Documentário “Maldito Sea Tu Nombre Liberdad” , de Vladimir Ceballos.Um grupo de jovens explica ao mundo porque decidem se suicidar investando o sangre contaminada com o virus de HIV !

  6. eu acrescentaria o filme GUANTANAMERA, uma critica muito divertida a um sistema que definitivamente nao funciona.

  7. Recomendo o filme Adeus Lênin, é uma comédia mas dá para ter uma boa idéia do que foi a vida na Alemanha Oriental.

  8. Chuck Norris contra o comunismo. Tem no Netflix. Conta a história do comunismo na Romênia e como um simples filme pode abrir a chama da liberdade nas pessoas.

  9. Eu já vi alguns filmes sobre o papa João Paulo II, mas esse é baseado na vida antes do papado. “A verdadeira história de João Paulo II “mostra a invasão do comunismo na Europa.

  10. Um Assassino, que matava inocentes, até mulheres e adolescentes. Matava porque era psicopata, e COVARDE também. Dai fico com nojo quando taxam ele e o Castro de herois. Aquyi no brasil os militares COMBATERAM criminosos assaltantes de bancos, terroristas e sequestradores, e agora os bandidos são taxados de heróis e os militares de algozes. Mas o negócio é que sempre a esquerda pode cometer atrocidades, pois tudo é legal pra eles, mas a direita não.

  11. Sugiro também Juan De Los Muertos. Escrito criativamente sobre o tema sempre atualizado e recorrente de ‘zumbis’, faz uma crítica até com uma dose de humor sobre a situação em Cuba. Achei genial:

  12. Guantanamera de 1995 – Diretores: Tomás Gutiérrez Alea, Juan Carlos Tabío. A burocracia é tão grande ,estúpida e ridícula em Cuba que faz-nos rir o filme todo.

  13. “MEMORIAS DO SUBDESENVOLVIMENTO” é um ótimo filme, cubano, que mostra a transformação de Cuba no pós-revolução comunista.
    O desespero dos que fugiam e/ou perdiam suas coisas e a nostalgia e resignação dos que resolviam ficar.
    Do diretor Tomaz Gutierrez Alea

LEAVE A REPLY