5 motivos pelos quais o Partido dos Trabalhadores (PT) lembra o Nazismo

O Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães que deu origem ao Nacional Socialismo (Nazismo), na Alemanha, não coincide apenas no nome com Partido dos Trabalhadores do Brasil. Apesar de ambos serem de esquerda, eles possuíam pequenas diferenças, um tinha um discurso antimarxista e outro marxista, e no restante eram mais parecidos do que vocês imaginam. Vejam só os cinco motivos pelo qual o PT lembra, e muito, o Nazismo:

1. Culto ao líder ou culto à Personalidade

culto ao lider

Uma das estratégias do Nazismo é a propaganda política baseada na exaltação das virtudes – e/ou supostas –  do governante, bem como da divulgação positiva de sua figura. Hitler era idolatrado pelo povo e o próprio estado estimulava isso através da Educação ou propaganda na mídia. Para fortalecer a idolatria de Hitler, os governantes criaram até uma cultura de saudação que consistia em levantar o braço e dizer Heil Hitler ( em português, Salve Hitler).

No Brasil, diferentemente dos outros partidos, o Partido dos Trabalhadores (PT) é o único partido nacional que idolatra uma figura única. O PT, através de muita propaganda, criou um herói, um líder que “governa para os pobres”.  A estratégia do partido de fazer do Lula um “salvador” nacional foi um trabalho intenso com muita propaganda; começa desde os livros de história disponíveis em escolas públicas – que retratam a história de um menino pobre, trabalhador que chegou a presidência da república e reduziu a miséria – até filme com sua história patrocinado por empreiteiras corporativistas. Lula e Hitler são idolatrados pela classe trabalhadora,  que  busca por um salvador que vai acabar com um inimigo inexistente.

2. Bandeira Vermelha

bandeira vermelha

A Bandeira Vermelha é um emblema socialista e comunista associado particularmente com a esquerda revolucionária. Na consciência popular coletiva, a bandeira vermelha está fortemente associada com o comunismo, o sindicalismo e as manifestações populares. Ela foi adotada inicialmente por socialistas e radicais republicanos nos movimentos revolucionários franceses de 1848, ostentando como símbolo o “sangue dos trabalhadores irritados”.

O Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (Partido Nazista) foi criado com o objetivo de atrair os trabalhadores. A ideia era concorrer com outros partidos de esquerda como Partido Comunista da Alemanha (Kommunistische Partei Deutschlands, KPD). E para representar a luta dos trabalhadores, possui a mesma bandeira vermelha adotada pelos comunistas. O Partido Nazista adotava, além da bandeira, a mesma retórica, era contra o capitalismo, contra a burguesia e grandes empresários.  Mais tarde o foco do partido passou a ser antissemita e, apesar de semelhanças com os marxistas, se tornou antimarxista.

Da mesma forma que o Partido Nazista concorria com partidos comunistas para atrair os trabalhadores, o PT também enfrenta concorrentes no Brasil, como Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Partido da Causa Operária (PCO) e etc. E todos esses partidos, assim como os nazistas, utilizam a bandeira vermelha para representar a luta de classe. Além da bandeira, todos essas partidos também possuem retórica semelhante ao dos nazistas com discurso anticapitalista e antiburguês.

3. Divisão por raça

MovimentoNegro-661x351

Para tentar unir a maioria dos alemães e perpetuar-se no poder, Hitler encontrou uma maneira de colocar a culpa pela crise. A Alemanha em 1914-1923 passou por um período de hiperinflação causada por impressão de dinheiro do governo. E depois sofreu consequências da crise de 1929, causada pela expansão monetária pelo Banco Central americano, e efeitos do Tratado de Versalhes. Quando Hitler assumiu, ele precisava encontrar um culpado pelos problemas socioeconômicos da Alemanha, e resolveu colocar a culpa nos Judeus, que normalmente eram mais ricos que a média dos alemães, ou seja, eram da classe burguesa.

No Brasil, Lula enfrentou problemas com o aumento dos gastos públicos de seu governo e sofreu consequências da crise de 2008, causada novamente pelo Banco Central Americano que expandiu a moeda para fornecer crédito habitacional aos pobres.  Lula jogou a culpa da crise na “gente branca de olhos azuis”. Nas palavras do ex-presidente: “ A crise foi causada por comportamentos irracionais de gente branca de olhos azuis, que antes pareciam saber de tudo, e, agora, demonstram não saber de nada”. Além desse episódio, o PT usa a estratégia de dividir a sociedade entre negros e brancos como uma forma de enfraquecer a sociedade e se manter no poder.

4. Corporativismo

Lula - Andre Esteves Jose Carlos Bumlai Marcelo Odebrecht Eike Batista

Apesar de ser socialista, Hitler não teria conseguido chegar ao poder sem apoio de empresários corporativistas. O líder nazista teve que se aliar a grandes empresários alemães para governar a Alemanha, e utilizou uma retórica antiliberal e antimarxista, que fez unir  grandes empresários alemães, interessados no dinheiro do governo, e a classe trabalhadora em uma mesma ideologia política.

No Brasil, a mesma estratégia se repetiu. Para o Lula chegar ao poder, teve que contar com a ajuda e financiamento de grandes empreiteiras. E em troca, o Estado contratava os serviços dessas empresas ou destinava crédito subsidiado pelo BNDES. Com bolsa para os pobres e crédito para os ricos, o Partido dos Trabalhadores, assim como o Partido Nazista, conseguiu unir ricos e pobres em uma mesma ideologia política.

5. Desarmamento

rolo-compressor-armas-apreendidas-20070510-original

Uma das formas de controle social estabelecidos por ditaduras é o desarmamento. O maior inimigo do estado não é somente um país que ameaça sua fronteira, mas também o povo armado que pode se rebelar contra seu próprio governo. E o desarmamento foi uma das estratégias de Hitler para eliminar o inimigo interno declarado: os judeus. Primeiro, o ditador buscou informações de quais judeus tinham armas e depois assinou uma lei em 1928, e também em 1938, para desarmar todos os judeus. É óbvio que Hitler não iniciaria o holocausto antes de enfraquecer seus inimigos ao reduzir o número de armas nas mãos deles.

No Brasil, não se sabe qual é o principal objetivo do Partido dos Trabalhadores, se é por questão ideológica, de achar que desarmamento diminui criminalidade, ou se é questão política: desarmar o povo para governar com poder absoluto sem sofrer resistência. O que acontece é que, independentemente do motivo, o PT passou pela vontade popular (Referendo de 2005, o povo rejeitou o desarmamento civil), e criou o maior programa de desarmamento nacional de nossa história recente.

Algo semelhante aconteceu na Venezuela: o partido chavista, aliado dos petistas, também desarmou a população. E o objetivo de reduzir a criminalidade (se é que era esse mesmo) falhou tanto na Venezuela quanto no Brasil. O país chavista lidera no ranking de criminalidade mundial e o Brasil segue com a maior taxa de homicídios absolutos do mundo. Para piorar, enquanto a população era desarmada, o governo chavista criou um exército próprio, a guarda bolivariana, fortemente armada, que ao invés de proteger a população, foi usada para atacar os venezuelanos indefesos durante protestos contra o governo. Mais de 112 pessoas já morreram somente no ano de 2017. O Partido dos Trabalhadores (PT) juntamente com o PC do B são os que ainda apoiam esse governo.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

110 COMENTÁRIOS

  1. 😂🤣
    Semelhanças: eles comem e cagam da mesma maneira que qualquer ser humano.
    Foi o que li nessa forçação de barra desse texto. Adorei o lance de relacionar cor e a parte da divisão racial.
    Se jogar um texto de filosofia de Kant aqui povo come por não entender…

  2. Imagina!!!! Foi minha mãe que atacou. Você disse tudo, eles se fingem de santo, como manda a cartilha.

  3. A diferença é que o nacional-socialismo (nazismo) assumiu um país arruinado e o ergueu como a maior potência mundial da época, erradicando fome e miséria, valorizando família e juventude, e nunca pregou contra relações sociais bem sucedidas há séculos de gênero, arte, família e raça. Vocês liberais são vermes, tanto quanto os comunistas. Pesquisem no Google nomes como Egon Albrecht, depois voltem aqui e nos digam como é ver brasileiros naquela posição enquanto vocês jamais seriam aceitos. São contra porque não seriam aceitos..

  4. Nunca atacou quem, paguá! Experimente entrar numa roda de estudantes e praguejar contra o lider maximo do petismo e ver se vc sai vivo.
    E os sindicalistas dos anos 80, promovendo quebra quebra, tudo ali da turma do PT e CUT.

  5. “Os nacionalistas alemães tiveram que enfrentar o mesmo tipo de problema dos marxistas. Eles não eram capazes de demonstrar suas declarações ou refutar as teorias econômicas contrárias. “Logo”, explica Mises, “eles buscaram abrigo sob o telhado do polilogismo, preparado para eles pelos marxistas”. Algumas mudanças foram necessárias para a adaptação, mas a essência é a mesma. Basta trocar classe por nação ou raça, e pronto. Cada nação ou raça possui uma estrutura lógica própria e, portanto, sua própria economia, matemática ou física. Pela ótica marxista, pensadores como Ricardo, Freud, Bergson e Einstein estavam errados porque eram burgueses; pela ótica nazista, eles estavam errados porque eram judeus. O coletivismo, seja de classe ou raça, anula o indivíduo e sua lógica universal.” – What the Nazis Borrowed from Marx.
    Ludwig von Mises.
    [Omnipotent Government (1944)]

  6. “O marxismo como conceito de teoria jurídica deu origem a várias teorias subsequentes, como o comunismo, o socialismo e as várias formas que essas ideologias tomaram. Curiosamente, o que é visto como o oposto polar dos filhos do marxismo, do nacional-socialismo ou, mais comumente, do nazismo, tem suas raízes e deve sua própria existência às idéias e obras do marxismo e seu gênero.” – national socialism and marxism – AustLII. – http://classic.austlii.edu.au/…/WAJurist/2017/10.pdf

  7. Se o título fosse como bolsonaro lembra o nazismo, seriam 10 em vez 5 motivos
    Não esquecer que era NACIONAL socialismo.
    Brasil acima de todos! Deus acima de tudo!
    O lema do PT era Brasil um país de todos.
    Pt nunca perseguiu minorias.
    Eleitor de Pt nunca atacou ninguém como está acontecendo esse ano.
    E ninguém nunca desfez tanta amizade por causa de lula ou pt
    Mas fácil briga por futebol
    Numa simples leitura de nazismo na Wikipedia da pra pensar por si

    • PT nunca atacou ninguém? só mandaram derrubar avião e acobertou assassino italiano e pagando pensão para o mesmo, sem falar nos piores esquemas de corrupção do mundo, PT não é igual ao nazismo, é muito pior! já que Dilma já deu palestra com bandeira do lenin da rússia. um genocida ditador pior que hitler, comunismo matou mais que o nazismo, e nazismo desarmou a população igualzinho o PT. e era antissemita igualzinho o PT! e nazismo não é de direita pq pra ser de direita é preciso seguir os costumes JUDAICOS cristãos, e hitler era (de novo) antissemita!!!

      • Imagina!!!! Foi minha mãe que atacou. Você disse tudo, eles se fingem de santo, como manda a cartilha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here