Como a realidade mostra que o Estatuto do Desarmamento fracassou

Comumente, a sociedade cobra de legisladores para que busquem soluções milagrosas para resolver o caos que se tornou a segurança pública do Brasil. A verdade é que lei alguma vai solucionar, de maneira milagrosa, esse problema, algumas, inclusive, podem agravar esse caos.

A lei 10.826/03, batizada de Estatuto do Desarmamento, já com seu viés exposto diretamente ligado ao nome, estimular a diminuição de propriedade de armas, é um perfeito exemplo. O Estatuto surgiu com diversos defensores que alegavam que ela seria a solução da violência no Brasil, diminuindo as taxas de homicídios, suicídios, feminicídios e mortes acidentais de crianças por arma de fogo, tendo como único custo, a liberdade, grave erro.

“Aqueles que abrem mão de liberdade essencial por um pouco de segurança temporária não merecem nem liberdade, nem segurança.” – Benjamin Franklin.

Taxa de homicídios:

Com o tempo, o resultado, que já era óbvio, surgiu. A taxa de homicídios no país bateu recordes nunca antes vistos, atingindo 29 por 100 mil habitantes, a maior desde 1980, de acordo com o Mapa da Violência. O que não surpreende, o Estado não pode ser responsável por tudo, muito menos pela vida de toda a sociedade, assim como o governo não gere bem a economia, muitos menos saberia lidar com a segurança pública. Um Estado que gere mal a polícia e retira o único meio de defesa possível da sociedade, resulta em um povo que agoniza clamando pela ajuda estatal, que nunca chega.

Suicídio:

Muito se acreditava que a presença da arma de fogo motivava o suicídio, no entanto, não é o que os números mostram. A taxa de suicídio, em 2004, ano da vigência do Estatuto, era de 4,5, já em 2012, a taxa subiu para 5,3, de acordo com o Mapa da Violência de 2014. O que não é aspecto exclusivo do Brasil. Nos Estados Unidos, que possui entre 270 e 310 milhões de armas (de acordo com a Small Arms Survey de 2007 e o serviço de pesquisa do Congresso Americano), o que dá em torno de 1 arma por habitante americano, o uso de arma de fogo para cometer suicídio incidiu somente em 49,87% dos suicídios. Ou seja, mesmo com americanos tendo alta disponibilidade de armas de fogo, o uso da arma de fogo como meio de suicídio foi em metade dos suicídios. Então a presença da arma de fogo não estimula ou aumenta índices de suicídio, tampouco é o meio mais utilizado para cometê-lo.

Feminicídios:

Diz-se muito que se um homem agressivo possuísse uma arma em casa, em uma simples discussão com a esposa ele a mataria. O que é errado, na verdade, um homem agressivo com intuito de matar uma mulher, por um crime passional, a matará independentemente da presença de uma arma ou de lei que o impeça. Mais errado ainda é o Estado retirar a possibilidade da mulher poder comprar uma arma para poder se defender de um homem agressivo. Os resultados de tais imposições estatais, novamente, não são surpreendentes. A taxa de homicídio feminino, no ano de 2004, ano de vigência do Estatuto do Desarmamento, era de 4,2, já no ano de 2013, a taxa subiu para 4,8, a maior taxa de homicídio feminino da história do país desde 1980, de acordo com dados do Mapa da Violência. Novamente, retirar o único mecanismo de defesa da vítima, custou a vida da própria, facilitando o trabalho dos facínoras, que não enfrentam nenhuma resistência.

Mortes acidentais de crianças com armas de fogo:

As mortes acidentais de criança sempre causam grande comoção, no entanto, as armas de fogo nunca representaram a maior incidência dessas mortes, pelo contrário, sempre representaram uma das menores causas. Como já disse em outro artigo de minha autoria “no ano de 2003 (antes da vigência da lei 10.826/03, Estatuto do Desarmamento) o percentual de crianças mortas acidentalmente por arma de fogo era de 0,86% do total; no ano de 2004 (após vigência da lei), 0,57%; no ano de 2005, 0,68%; no ano de 2006, 0,77%; no ano de 2007, 0,97%; no ano de 2008, 0,70%; no ano de 2009, 0,50%; no ano de 2010, 0,62%; no ano de 2011, 0,42%; no ano de 2012, 0,44%.” Ou seja, apresenta uma variação inconstante, provando que não existe causa e relação entre o número de proprietários de armas de fogo e o número de crianças mortas por esse meio.

Aliás, outras mortes, tais como as acidentais de carro, que é o meio responsável por cerca de 40% das mortes acidentais de crianças parece não espantar os desarmamentistas.

Conclusão:

“I’ll give you my gun when you pry (or take) it from my cold, dead hands” – Slogan popularizado pela NRA.

Ao contrário do que os desarmamentistas acreditavam, abrir mão da liberdade, com o intuito de ter uma maior segurança, foi um fracasso. Ano após ano, percebemos o quanto o Brasil está piorando sua segurança pública. As armas não são o remédio para curar essa epidemia de violência que hoje vivemos, mas garantem a liberdade do cidadão escolher o meio de se defender. Se preferir esperar a polícia quando estão arrombando sua casa ou se preferir sacar uma arma para se defender é a escolha de cada um, ter essa liberdade de escolha é que é fundamental.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

16 COMENTÁRIOS

  1. a arma mata , a faca mata, o martelo mata , o machado , a foice , a pedra , o carro , ate as maos matam , entao vamos parar com essa hipocrisia , porque a vida do bandido e melhor que a minha , porque ele possui mais direitos do que eu , porque ele pode entrar na minha casa armado , fazer oque quiser e eu nao posso me defender , e um retardamento vc ou qualquer um achar que ele vai pagar proporcionalmente ao crime que cometeu .

  2. “o uso de arma de fogo para cometer suicídio incidiu somente em 49,87% dos suicídios”

    Somente? É sério que vocês acham pouco? Mas só lembrando que sou plenamente a favor da pessoa ter a liberdade de escolha do meio com o qual vai se matar, logo, mesmo que fosse em 100% dos casos pra mim tava de boa.

    “tampouco é o meio mais utilizado para cometê-lo”

    Duvido muito, pelos próprios dados apresentados pelo artigo que não seja o meio mais utilizado, serio mesmo.

  3. Então, quem quer matar outra pessoa, não liga se tem arma de fogo, pedra, faca, garfo, ela vai matar. É errado falar que TODOS andariam armados por diversos fatores, primeiro há uma análise mental sobre o requerente, histórico de violência e tals e acima de tudo, quem tem condições de pagar uma arma (que é cara), as balas são caras e também, o pagamento anual da licença. Arma pode facilitar um homicídio? Creio que sim, mas quem quer cometer, vai cometer, seja com o que encontrar, mas vai…

    • verdade,lembrado caso da escola do realengo? um triste exemplo,o maluco nao comprou armas legalizadas,se pelo menos um professor fosse autorizado a portar arma de fogo, menos alunos teriam morrido,mas ai dirao¨adultos portando armas perto de crianças¨como se crianças nao vissem armas todos os dias nas maos de pessoas que nao poderiam andar armadas .
      precode um revolver taurus R$5000,00 ou 10 x R$585,85,muniçao cal.38 deve estar em torno de R$50,00.
      licença renovada a cada 3 anos com as regras do governo

  4. Quem defende Desarmamento no Brasil é idiota util (candidato a morrer nas mãos de assassinos) e políticos socialistas e suas ONGs!!!

  5. Sou absolutamente CONTRA a sociedade andar armada,ninguem tem plenos poderes de controlar sua íra muito menos com uma arma em mão,isso é uma maneira do Estado lava mais ainda as mãos e oferecer ao Brasil um total homicídios generalizado,o ser humano esta tão perdido que busca solução e justificativas no estremo,o Estado TEM que garantir ao menos o direito de quem não concordo e como ele vai fazer isso ? O ser humano se afasta cada vez mais de Deus e cai cada vez mais no escuro e os politicos querem só voto,pode esperar que leis absurdas serão aprovadas para que o fim venha logo,aguardem.

    • O estado é uma instituição falhida. Até onde sei vivemos em um estado democrático de direito , e o governo que aí está vem mostrando o contrário. Controle de armas não é nada mais que controle social.

    • o mais engraçado é q se o plebicito fosse hoje 90% da populaçao votaria contra o desarmamento, se vc acha q as pessoas nao sao capazes de controlar sua ira e preferem estragar sua viga usando armas por conta de uma briga qualquer, isso nao passa de achismo, qual os dados q vc tem q provam as informaçoes q diz? nenhum nao é mesmo? e só pra te lembrar democracia e desarmamento nao combinam, a unica justificativa para forçar o desarmamento seria vc dizer que, estamos em um pais de ditador onde apenas seus capangas podem ter armas, ou no comunismo onde visa ter controle absoluto sobre a populaçao, vc afirma isso? q estamos em um comunismo? nao né vc acredita em democracia logo nao pode ser a favor de desarmamento algum, nao importa q consequencias trarao no seu mundo imaginario

    • Gostaria de saber os dados CIENTÍFICOS que provam que o brasileiro é esse bicho do mato que todos os PRÓPRIOS BRASILEIROS caracterizam. Xenofobia eu até entendo a origem, agora preconceito contra nós partindo de nossa própria nação… É pra me deixar desanimado de viver neste país mesmo.

    • O ser humano desde o princípio busca a sua própria destruição e você acredita em desarmamento? O estado já não da a mínima para o povo na atual situação então eu peço por favor que você não acredite eu uma ideia tão vazia criada pelos proprios, não espero fazê-la registrar uma arma em seu nome com estas palavras mas entenda que o nosso país é capitalista, por isso havera somente o basico de segurança para todos (não espere segurança pessoal pelo exército ou algo do tipo). Você citou o nome de Deus e disse, com razão, que o ser humano se afunda cada vez mais em escuridão, mas não se esqueça que Deus também deu o livre arbítrio ao homem, logo ele não influi na vontade do mesmo em matar o seu próximo, algo muito ruim em uma sociedade com pensamentos individualistas e não coletivos, por isso minha cara, não se renda, defenda-se, pois isto ninguém mais irá fazer por você!

    • Tenho certeza que quando homens maus estiverem forçando sua porta e fazendo maldades com você e seus familiares você vai rezar para Deus implorando somente por duas coisas: ser socorrida por homens bons armados e muito rápido. A maldade EXISTE.

    • Comentários como esse são totalmente sem lógica, você leu todo o texto, acho que não! Até na Bíblia fala sobre o direito de se defender. Em fim não tem lógica o seu nível de raciocínio.

    • Espera … matar é ilegal no Brasil certo? Se eu quisesse cometer um ato ilegal desses com arma de fogo, compraria uma arma de forma ilegal, o que é até bem fácil dada a internet hoje em dia, e mataria, correto?
      Agora, pra que raios eu vou querer comprar uma arma registrada no meu nome para matar? Só pra balística ou as câmeras me dedurarem? Pra que vou me submeter a um monte de testes psicológicos e treinamento de tiro para usar a arma simplesmente matando. Não seria mais fácil eu comprar uma arma ilícita e matar? O que vc diz não me convence. Hoje somente o bandido tem arma e ele chega em uma rodovia, fecha por exemplo, e rouba todo mundo. Se todos adassem armados, imagine o cagaço do cara para fechar uma rodovia, ele precisaria ter olhos nas costas pois iria chover chumbo de todo lado nele. Ao meu ver, não deixar que o povo tenha arma pra se defender, só beneficia o bandido. Você é a favor do que os bandidos fazem?

    • Então quando você tiver a sua integridade física, ou a sua vida ameaçada por marginais ou as de algum ente querido, faça essas poderações com eleSerá uma escolha sua.

      O que está errado é o Esyado girar o direito de escolher entre tomar uma atithde para salvar-se e a seus entes ou esperar que a polícia chegue.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here