Como o socialismo matou milhões de pessoas de fome na África e no restante do mundo

Muito de nós já vimos imagens das crianças etíopes com fome, com barrigas inchadas e olhos cobertos com moscas. O que poucos sabem é que elas foram vítimas inocentes do Derg, um grupo de militares marxistas que tomou o poder na Etiópia e usou a fome para chantagear partes rebeldes do país.

Entre 1983 e 1985, mais de 400 mil pessoas morreram de fome. Em 1984, o Derg utilizou 46% do PIB para gastos militares, criando o maior exército da África. Em contraste, o gasto com saúde diminuiu de 6% do PIB em 1973 para 3% em 1990.

Previsivelmente, o Derg culpou a seca pela fome, mesmo com a escassez de alimentos tendo sido precedida por meses de chuva. Em 1991, o Derg foi derrubado e seu líder, Mengistu Haile Mariam, escapou para o Zimbabwe, onde mora sob proteção do governo e dos pagadores de impostos até hoje.

image
Consumo de quilocalorias por pessoa, 1961-2013. Fonte: Banco Mundial

Falando em Zimbabwe, em 1999, Robert Mugabe, o ditador marxista que assumiu o poder há 35 anos, criou um catastrófico programa de reforma agrária que tinha como objetivo estatizar fazendas privadas e expulsar fazendeiros e empresários não-africanos. O resultado foi um colapso na produção agrícola, a segunda maior hiperinflação já registrada no mundo – 89,700,000,000,000,000,000,000% por ano (sim, 89,7 sextilhões) – e 94% do país sem emprego.

Milhares de zimbabweanos morreram de fome e doenças, apesar da massiva ajuda internacional. Como no caso da Etiópia, o governo do Zimbabwe culpou o clima, roubou grande parte do dinheiro da ajuda internacional e negou alimentos e medicamentos aos seus adversários políticos.

A tabela abaixo mostra que seis das dez piores matanças por fome no Século XX aconteceram em países socialistas. Além disso, Nigéria, Somália e Bangladesh tiveram escassez de alimentos como resultado de sucessivas guerras e má gestão estatal.

20th-century-famines
Maiores matanças do Século XX por fome, em proporção da população. Fontes: Zycher and Daley (1989); US Bureau of the Census; World Bank; populstat.info; Institute of Development Studies.

Hoje não há um único caso de fome em massa em andamento no mundo – nem mesmo em locais devastados pela guerra como a Síria, e por quatro motivos. Primeiramente, o nível produção agrícola está mais alto do que nunca, o que fez os preços caírem: entre 1960 e 2015, a população mundial aumentou 143% enquanto o preço dos alimentos diminuiu 22%. Além disso, as pessoas têm mais renda e podem comprar mais comida: nos últimos 55 anos, a renda per capita média mundial aumentou 163%. Houve também desenvolvimento maciço dos transportes e das comunicações, o que tornou possível entregar ajuda alimentária em qualquer parte do mundo de forma relativamente rápida. E, por fim, a globalização e o comércio garantem que os alimentos possam ser adquiridos por qualquer pessoa e em qualquer lugar.

A África foi a principal beneficiária desse desenvolvimento, Em 1961, cada africano consumia, em média, 1993 quilocalorias por dia. Em 2011, último ano que o Banco Mundial forneceu os dados do continente, o consumo de cada africano era de 2618 quilocalorias. Globalmente, o consumo aumentou de 2196 para 2870 quilocalorias ao dia. Na Etiópia não foi diferente. Dois anos depois da deposição do Derg, cada etíope consuma 1508 quilocalorias por dia e, em 2013, o consumo por etíope já estava em 2131 quilocalorias por dia.

O Zimbabwe, que ainda sofre com um ditador socialista marxista, não teve a mesma sorte. Em 1961, cada zimbabuano consumia 2115 quilocalorias por dia e, em 2013 – 52 anos depois – esse consumo se manteve praticamente o mesmo (2110 quilocalorias por dia).

Onde quer que tenha sido instalado, da União Soviética até a Venezuela, o socialismo falhou. O socialismo é a fábula que promete igualdade e abundância para trazer tirania e fome.

Tradução: Rafael Cury; Revisão: Marcelo Faria

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

57 COMENTÁRIOS

  1. O equilíbrio social passa pelos corentes ideológicos, positivo ou negativo dependendo do ponto de vista, época, cultura, região…

  2. Bem… Bem….Bem ! Conclusão: Nenhum sistema criado teoricamente para gestar poderes, finanças, sociedade deu certo! Há corrupção com ganância ilimitada, e todo o que lutar contra, morre!
    O que se tem notícias que dão certo são as sociedades tribais, e as Anarquistas , quase extintas.

    • Existem pensadores, que tal vez os liberais não conheçam ou não falam deles, como Charles Fourier, que criou o conseito dos chamados falanstérios, que originaram as cooperativas modernas, este sistema deu muito certo, em países como EUA elas são milhares. Outro que contribuiu para as cooperativas foi Robert Owem.

  3. Bem… Bem….Bem ! Conclusão: Nenhum sistema criado teoricamente para gestar poderes, finanças, sociedade deu certo! Há corrupção com ganância ilimitada, e todo o que lutar contra, morre!
    O que se tem notícias que dão certo são as sociedades tribais, e as Anarquista , quase extintas.

  4. Mais triste é que os responsáveis nem se sentem culpados. Detalhe: acho que não é só socialismo, é a ganância, de gente que não teve um desenvolvimento intelectual suficiente para ter empatia e a noção de que quanto menos pobreza, desigualdades e injustiças, maiores as chances de ser feliz.

  5. Esquerdistas deveriam parar de ouvir e apenas ver, e ver em 360° pq está tudo ao nosso redor, principalmente nas grandes cidades como: falta de educação das pessoas que ainda jogam lixo nas ruas, saneamento péssimo na periferia, moradores de rua aos montes, desemprego, lojas fechadas, pessoas endividadas e com depressão, VIOLÊNCIA, SAÚDE, … Enfim, olhem para o seu próximo!

  6. Políticas sociais são diferentes, o que Marx ensina é isso, e não ditadura.Pesquisem e leiam mais, nem tudo que se lê é verídico

    • Fato, nunca fizeram como realmente Marx ensinou, mas ainda, seria impossível um mundo com todos numa mesma igualdade, as pessoas que aderem ao socialismo/comunismo nunca assumem os seus erros é sempre cupa dos outros.

  7. infelizmente em toda história, até nos dias de hoje, o socialismo ou comunismo no seu estado inicial, sempre foi apoiado em ideias falsas; quando Lênis e Marx começaram a impor suas formas de pensar sobre a população, já se sabia que não funcionariam, a própria imposição já demonstrava de que se tratava de uma outra forma de ditadura…tal qual , como foram outras, não se sustentam pela vontade do povo , nem pela sua estrutura; se sustentam através da força e da fome do povo… cartilha comunista…

  8. “Hoje não há um único caso de fome em massa em andamento no mundo”
    Parabéns pelo artigo, sei que é de 2016, mas hoje inicio de Março de 2019, existe sim um plano diabólico que chantagear o povo pela fome na Venezuela.

    • No Brasil, actualmente irão ficar todos muito ricos, não haverá fome nem doenças e nem falta de educação! Bolsonaro está a tratar de Educação, Saude e riqueza do país igual para todos os brasileiros!… É a vontade dele e de “Deus” que acredita-se ser brasileiro!…

      • Ana Rodrigues, Sarcasmo? Deixe-me ver, uma militonta de esquerda acha que não vamos crescer, investidores internacionais acham a ponto de a bolsa de valores ter batido recordes consecutivos. Acho que vou acreditar em quem está apostando dinheiro na própria projeção pra economia brasileira e não no gado eleitoral da esquerda

          • Se o comunista é primitivo e hostil, imagine os que acreditam que um cara que foi um político completamente inútil por quase 30 anos, que só é conhecido por suas opiniões polêmicas, pra dizer o mínimo; irá mudar o país e transformá-lo em um lar digno para todas as camadas sociais.

          • Os que acreditam que um cara que é polêmico pode mudar o Brasil são mais inteligentes que os que acreditaram num ladrão bêbado que está na jaula, e, não satisfeitos acreditaram numa ladra anta que empacota vento, saúda a mandioca e defende a mulher sapiens…

    • A petralhada ficou 13 anos no poder Lula 8 e Dilma 5 e o Brasil não virou Venezuela foi o contrario. Explica ai

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here