Socialismo, um sinônimo de fracasso: comparando-o com países capitalistas

Depois do fim da Segunda Guerra Mundial o mundo tornou-se bipolar. Os EUA e a Europa Ocidental mostravam sinais de forte recuperação econômica principalmente na Alemanha Ocidental, que graças às ideias ordoliberais da escola de Friburgo estava usufruindo de uma rápida recuperação econômica. Enquanto isso, nos países da Europa Oriental, Bálcãs e outros regimes socialistas, pessoas faziam filas em frente às lojas do estado, que ofereciam produtos raros e com baixa qualidade, situação bem diferente do outro lado da cortina de ferro, aonde os cidadãos contavam com uma gama elevada de produtos de excelente qualidade graças à maior liberdade econômica.

Um dos principais motivos que levaram a URSS e o socialismo ao colapso é a falta de incentivo. Um documentário feito após o fim da URSS denominado “Commanding Heights”, com participação do economista liberal russo Grigory Yavlinsky, mostra que o trabalhador da URSS não tinha motivos para trabalhar. Sem um mercado mais livre, não havia nada que levasse os indivíduos a desenvolver produtos melhores ou a buscar inovação tecnológica que não fosse obrigada pelo estado.

Como exemplo disso, podemos comparar o crescimento do PIB per capita nominal do Chile – que passou por reformas econômicas liberais nos anos 70 e 80 – com o de Cuba, uma economia socialista.

PIB per capita do Chile e de Cuba em relação à média mundial. Fonte: Google Public Data / Banco Mundial
PIB per capita do Chile e de Cuba em relação à média mundial. Fonte: Google Public Data / Banco Mundial

A partir de 1985, o PIB per capita nominal chileno cresceu de forma quase ininterrupta até 2013 (a socialista Bachelet assumiu o poder em 2014), exceto em 2009, quando o mundo foi afetado pela crise criada pelo estado norte-americano. Enquanto isso, Cuba cresceu abaixo das taxas de crescimento mundiais e só aumentou seu crescimento em 2005 – quando começou a parasitar a economia venezuelana – e a partir de 2010, quando Raul Castro começou a abrir a economia da ilha socialista.

A lógica também pode ser aplicada em outro continente. Tomemos dois países europeus, ambos ex-repúblicas soviéticas: Bielorrússia e Polônia. Partido do mesmo PIB per capita em 1990, a Polônia atualmente possui PIB per capita nominal superior a 14 mil dólares, enquanto o da Bielorrússia está em 8 mil dólares. Por que houve desenvolvimentos diferentes de nações com passados semelhantes? De acordo com o ranking de liberdade econômica da Heritage Foundation, a Polônia é a 39a economia mais livre do mundo, enquanto a Bielorrússia é apenas a 157a, sendo governada pelo ditador socialista Aleksandr Lukashenko desde 1994.

PIB per capita da Bielorrúsia e da Polônia em relação à média mundial. Fonte: Google Public Data / Banco Mundial
PIB per capita da Bielorrúsia e da Polônia em relação à média mundial. Fonte: Google Public Data / Banco Mundial

O socialismo é um sistema fadado ao fracasso. De acordo com Grigory Yavlinsky, o sistema rompeu de dentro para fora na URSS: o estado não conseguia incentivar o crescimento econômico, não conseguia estipular preços porque o cálculo econômico não era possível e o trabalhador não era incentivado a trabalhar. Você trabalharia se soubesse que isso não faria sua vida e a da sua família melhorar?

O socialismo é um sistema que causa fome, tirania, mortes e distribuição igual de pobreza. A solução para o desenvolvimento é sempre mais liberdade e mais capitalismo.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

5 COMENTÁRIOS

  1. Melhor editor deste site. Ao que me parece o único liberal em essência, não esses “libertarian” sem noção.

  2. Pode haver uma discussão em torno de quanta liberdade há que se conceder, ma sem dúvida a filosofia é esta.

  3. Ótimo texto, curto e explicativo como um bom texto deve ser nesse mundo digital, onde o tempo é um bem precioso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here