Sou cubano e posso afirmar: tudo o que te contaram sobre a saúde cubana é falso

O sistema de saúde estatal de Cuba, uma das três fontes de poder, ao lado da educação e do esporte, tem sido o embaixador e criador por excelência da imagem benévola e humanitária da ditadura socialista cubana – o que, por sua vez, tem servido também de escudo ao exercício constante de violações dos direitos humanos mais elementares.

Pretendo colocar em evidência precisamente o que não se diz por aí. Comecemos com o vídeo abaixo, que mostra a situação real de um hospital cubano.

Mesmo sem qualquer liberdade econômica no setor, o sistema de saúde estatal cubano não é totalmente “gratuito”, permitindo o pagamento (mediante suborno) pela assistência médica.

Fazer uma tomografia computadorizada, por exemplo, é extremamente difícil, quase impossível. Não são todos os centros hospitalares que contam com a tecnologia e aqueles que a possuem geralmente estão com os tomógrafos fora de serviço.

Dado que a demanda pelo serviço é maior do que a oferta, um enfermo cubano tem que pagar suborno ou esperar vários meses para ser atendido, afinal, aqueles que têm a possibilidade de oferecer “presentes” – ou seja, de pagar o serviço – são prioridade.

“Seu serviço de saúde é ‘gratuito’, mas tem um custo”: cartaz no Hospital Calixto García mostra o custo de cada serviço de saúde prestado pelo estado, ainda que não sejam cobrados (por enquanto) diretamente dos pacientes

O mesmo ocorre com a assistência odontológica. Receber esse tipo de atendimento em Cuba é um verdadeiro dilema. Não há amálgama para restauração, não há anestesia para a extração e não há material para próteses. Contudo, se você pagar, por exemplo, 10 pesos cubanos conversíveis (CUC, que possui paridade com o dólar, logo, 10 dólares), ou seja, o salário de meio mês de trabalho para a maioria das famílias cubanas, aparece imediatamente, como num passe de mágica, todo o material necessário; mas, se você não pode pagar, receberá como recompensa uma larga e incerta espera ou um tratamento que, em muitos dos casos, se torna humilhantemente inútil.

Você já viu um braço ser engessado com papel higiênico? Em Cuba é assim. E pode esquecer: não há papel higiênico no banheiro.

A qualidade humana da assistência médica é bastante deplorável: nos surpreende quando encontramos alguém que ofereça um bom tratamento e serviço. Isso ocorre tanto nas policlínicas como nos hospitais, consultórios odontológicos, com os médicos familiares, etc. Na verdade, esse mal é uma pandemia social local.

Nos hospitais falta higiene, as salas dos pacientes não possuem janelas, há insetos de todo tipo, escassez de água, infiltrações nos tetos, péssima alimentação, tanto para os pacientes como para acompanhantes, fora os péssimos serviços e tratamentos em geral. No vídeo abaixo você pode ver como é a sala de emergência de um hospital cubano:

Os hospitais também cumprem a função de feiras comerciais, onde vendedores oferecem todo tipo de mercadoria – principalmente produtos alimentícios – para satisfazer as necessidades dos pacientes e seus familiares, mas também perturbando a tranquilidade tão necessária a estes locais.

Fora isso, o doente que dá entrada no hospital tem que levar consigo garrafas para armazenar água, lençóis para cobrir a cama, toalha, sabão, ventilador e outros tantos itens necessários.

Bem-vindo a um hospital cubano. Esse é o leito típico.

Com a falta de higiene, muitos pacientes, por sua própria responsabilidade, decidem abandonar os hospitais e seguir o tratamento em suas casas pelo temor de adquirir novas doenças.

Por fim, as farmácias têm seus estoques preenchidos por poucos medicamentos, tanto em quantidade como em variedade. Além da quantidade ser insuficiente, grande parte dos estoques são vendidos no mercado negro por funcionários estatais a preços que podem ser três vezes maiores do que o valor oficial. Ou seja, o trabalhador cubano, quando encontra um medicamento tem que pagar preços abusivos por ele.

Em resumo, não se deixe enganar: a situação da saúde cubana não é o fantástico mundo de Michael Moore e o hospital cubano da elite. A saúde cubana é deplorável.

44 COMMENTS

  1. O melhor serviço que eu recebi em Havana foi sexual. Em nenhum outro país do mundo (e visitei todos da Europa e quase todos da África, da Ásia e da América), as mulheres sabem tanto de tão complicada ciência. Apenas a minha experiência polaca se lhes comparou.

  2. Estou em Havana deste ontem e irei embora só amanhã, estou muito triste com o que aqui encontrei, escolas ridicularmente em Estado deploravel de putrefaçao, as condições de vida desse povo passa do nivel Suportavel para o desespero, e o pior as pessoas estão como hipinotizadas sem forças para reagir. É desumamo no minimo do possível, é uma vergonha esse local. Uma cidade destruida e suja.
    Janio Teixeira Pinheiro

  3. Nasci em 1858 portanto toda a minha infância, juventude minha formação profissional e grande parte do fiz se deu no período de 58 a 85, eu como todos os homens e mulheres de bem temos boas lembrança dessa época. O Brasil depois de 1985, tem as mesmas liberdades de antes, porem uma politica nefasta, desastrosa e corrupta que levou a confundir liberdade com libertinagem e direito como algo atingível sem cumprir deveres, uma inversão de valores e ideologias nefastas.
    Mas por falar em Cuba eu nunca vi ninguém a não ser comunista querendo fugir pra lá, ao contrario as pessoas arriscam a vida pra saírem de lá, assim como em outros países com o mesmo sistema de governo, nem prcisa entrar em outros delhes isso basta para saber a miséria que vivem lá.

    • Corrigindo.
      Nasci em 1958 portanto toda a minha infância, juventude minha formação profissional e grande parte do que fiz se deu no período de 58 a 85, eu como todos os homens e mulheres de bem temos boas lembrança dessa época. O Brasil depois de 1985, tem as mesmas liberdades de antes, porem uma politica nefasta, desastrosa e corrupta que levou a confundir liberdade com libertinagem e direito como algo atingível sem cumprir deveres, uma inversão de valores e ideologias nefastas.
      Mas por falar em Cuba eu nunca vi ninguém a não ser comunista querendo fugir pra lá, ao contrario as pessoas arriscam a vida pra saírem de lá, assim como em outros países com o mesmo sistema de governo, nem prcisa entrar em outros delhes isso basta para saber a miséria que vivem lá.

  4. Vai lá e veja tudo com os seus próprios olhos! Mas antes disso, antes de ter certeza do inferno que é Cuba, não defenda o martírio que eles são obrigados a viver … de fato tem alguns lugares piores, mas eles chegam lá e é questão de pouco tempo! Eu tenho uns amigos petistas que já visitaram Cuba e disse que os hotéis são um luxo para os turistas, mas que a população vive numa miséria e o microondas servia de armário numa lanchonete tida como boa! Enfim vc precisa ir lá … boa viagem 😆

  5. Pesquisa porque em Cuba são raros os animais de estimação. Depois pensa em toda esta dignidade que você acredita existir lá. Abraço

  6. Agora eu quero ir lá pessoalmente ver!!
    Ou vou perguntar ao médico cubano que atende nosso vilarejo afastado sobre a visão dele sobre o assunto, antes que tenha que retornar a Cuba. O fato é que provavelmente ficaremos sem nenhum médico..
    O serviço e saúde público era BOM antes de 86?!
    Eu era muito pequeno, só lembro do Caos após 86.. Uma pena;
    Vcs já foram a Cuba?
    Não deve ser perfeito por lá, mas tampouco o pior lugar do mundo para se viver creio.
    Uma coisa é certa. Médicos, engenheiros, atletas, músicos eles tem de sobra, e o básico arroz e feijão de cada dia não falta a ninguem por lá, o gera protestos, pois tem quem não aguente mais comer ARROZ E FEIJÃO todo dia… Pois é.. Já dizia Raul: “Quem não tem filé come pão e osso duro, quem não tem visão bate a cara contra o muro” E me dá aí um colírio ou um óculos escuro!

    • Um socialismo nivelado na pobreza, ou seja engenheiros, medicos, atletas todos comendo arrroz e feijão por toda a eternidade nossa senti um animo!!!!

    • Pesquisa porque em Cuba são raros os animais de estimação. Depois pensa em toda esta dignidade que você acredita existir lá. Abraço

    • Minha médica e cubana, eu moro nos Estados Unidos e ela fugiu de Cuba pra cá. Em Miami tem muitos cubanos, eles saem de Cuba, pq lá a situação é precária. Um cubano que chegou aqui num bote, disse que preferiu arriscar a vida para tentar a vida aqui, do que ter que ficar em Cuba. Ele disse com o dinheiro com o povo ganha, ou vc compra um chinelo novo ( Sue arrebentou) um pacote de feijão.
      Você realmente deve perguntar aos médicos cubanos aí no Brasil o que eles acham, porque vc está opinando sobre o que Cuba tem ou não tem, sem saber

    • Vai lá
      Estou ansioso pela sua resposta!!!!
      Não !
      Não é o pior lugar do mundo para se viver, perde pra Ucrânia, Geórgia, Coreia do Norte e Venezuela

    • Vai lá e veja tudo com os seus próprios olhos! Mas antes disso, antes de ter certeza do inferno que é Cuba, não defenda o martírio que eles são obrigados a viver … de fato tem alguns lugares piores, mas eles chegam lá e é questão de pouco tempo! Eu tenho uns amigos petistas que já visitaram Cuba e disse que os hotéis são um luxo para os turistas, mas que a população vive numa miséria e o microondas servia de armário numa lanchonete tida como boa! Enfim vc precisa ir lá … boa viagem 😆

    • Eu só vejo pessoas que defendem Cuba as que não moram lá e/ou nunca foram. TODOS os que repudia este país MOROU LÁ E FUGIU. Impressionante!!!!!!
      Ninguém foge PARA A CUBA e sim DE CUBA.

  7. Sinceramente acho que esse advogado não mora em Cuba, caso contrário creio que estaria morto pelo regime.

  8. Como já disse a cubana Zoe Martínez, que mora no Brasil, o SUS que nós conhecemos consegue ser bem melhor que os hospitais públicos de Cuba (exceto os hospitais destinados aos estrangeiros e turistas – que tem um tratamento diferenciado no país), e o pior é que é verdade. Me deu até um mal estar ao ver os vídeos e fotos dos hospitais de Cuba. É deplorável a situação dos cubanos, um horror!

  9. Comunistas assassinos cruéis! Não tem compaixão nenhuma pela vida humana, a não ser a deles. Desgraçados que só querem poder e dinheiro pra sua quadrilha ideológica! MALDITOS!!

  10. Essa lorota da qualidade da saúde e educação cubanas é antiga.
    Não há nada que comprove, só a propaganda oficial do governo, repetida pelos idiotas de esquerda mundo a fora.

  11. Está explicado por que os cubanos fugiam para Miami nos anos 70,80 e 90 e até pouco tempo atrás antes mesmo do Trumo assumir. Parabéns ao socialismo, tornando todos iguais. MISERÁVELMENTE IGUAIS. É essa a desgraça que desde 86 vem acontecendo também no Brasil. Lembro de quando a saúde se chamava INAMPS e as pessoas não precisavam dormir na fila para marcar consultas, e o atendimento era bom. Mas isso foi antes de 86.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here