Apoio à legalização da maconha atinge recorde nos EUA

Uma nova pesquisa da Gallup mostra que o apoio dos americanos ao fim da guerra estatal à maconha tem crescido ao longo do tempo. Na primeira pesquisa sobre o assunto, feita em 1969, apenas 12% dos americanos apoiavam a legalização. Em 2000, o apoio cresceu para 31% e continuou subindo desde então, alcançando a maioria em 2013 e 60% este ano.

Americanos que apoiam a legalização da maconha se tornaram maioria nos últimos anos

De acordo com a pesquisa, 67% dos democratas, 42% dos republicanos e 70% dos independentes apoiam a legalização. O maior apoio (77%) está na faixa entre 18 e 34 anos, e o menor (45%) está na faixa acima de 55 anos.

Os resultados da Gallup são semelhantes aos de uma pesquisa divulgada pelo Pew Research Center, onde 57% dos americanos adultos apoiam a legalização da maconha.

Atualmente, o uso recreativo e medicinal da maconha é legal em oito estados: Alaska, California, Colorado, Massachusetts, Maine, Nevada, Oregon e Washington; o Distrito de Columbia legalizou o uso, mas não a venda. No total, 23 estados permitem o uso da maconha legalmente ao menos para uso medicinal.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

4 COMENTÁRIOS

  1. A droga é uma das piores coisas da nossa sociedade, liberdade malditavessa que te mata, faz outris sofrerem e ainda pode prejudicar terceiros, muito bonitona conversa de liberdade, quero ver se um drogado atropela e mata seu filho usando toda a liberdade qie lhe foi concedida, punição, amigo depois de feito a vitima não ressucita!
    Queronver o filho dos defensores usando alguma destas drogas supeprejudiciais a saude e que alteram de sobremaneira o comportamento, vai ficar ruim a liberdade neste caso.
    Outra coisa se faz mau a saude nao deve ser liberado, alem do que uma eventual reabilitação tem custo e nem sempre o drgado tem dinheiro para isso e ai a sociedade vai bancar?
    Até a maconha que muitos defendem aliena e atrapalha o desenvolvimento pessoal e profissional de muita gente.
    Sou contra liberdade que prejudique a liberdade da maioria.

  2. – Deveriam liberar não só a maconha, mas também a cocaína, o crack, o crocodil, o LSD, as anfetaminas, a heroína, enfim, todas as substâncias entorpecentes existentes.

    – Todavia, por uma questão de princípio lógico e ético, assim como o estado não deve interferir na escolha de cada indivíduo, também não deve obrigar os não usuários a arcar com nenhum tratamento dos efeitos relacionados ao uso das substâncias acima.

    – Tal como na fábula de Esopo, a cigarra optou por ficar cantando durante todo o verão ao invés de se preparar para o inverno. A formiga fez muito bem em negar-lhe abrigo e dizer-lhe “se cantou durante o verão, então que dance durante o inverno”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here