Após atentados terroristas, presidente desarmamentista muda de ideia e passa a defender população armada

Mesmo com a ampla campanha da imprensa contra as armas toda vez que um atentado terrorista acontece – como se as armas disparassem sozinhas e criminosos dispostos a matar pessoas respeitassem uma leis que proíbem ou limitam o acesso às armas – um presidente europeu acordou para a realidade.

O presidente da República Tcheca, Miloš Zeman, que foi desarmamentista por anos, mudou de ideia e começou a defender que os cidadãos se armem para se defender de terroristas. O comentário foi feito pelo presidente em uma entrevista para o site tcheco Blesk.cz. Segundo o político, a mudança de visão sobre o tema ocorreu após os recentes atentados terroristas na Alemanha e na França.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here