Após corte de financiamento capitalista, Coreia do Norte manda expulsar sul-coreanos do país.

A Coreia do Norte anunciou nesta quinta-feira que expulsará todos os sul-coreanos do complexo de Kaesong e o designará como região militar, depois de a Coreia do Sul decretar unilateralmente o fechamento do polígono industrial conjunto que era mantido entre os dois países.

Existem mais de 120 empresas privadas sul-coreanas que operam na fronteira com a Coreia do Norte no complexo de Kaesong. A Coreia do Norte é um país extremamente fechado e boa parte da geração de riqueza no país depende das empresas sul-coreanas. O país já recebeu US$515 milhões de empresas privadas desde que o complexo foi aberto.

Em Setembro de 2014, o governo da Coreia do Norte interveio no polo industrial e criou novas regulamentações para expropriar parte da riqueza capitalista através de taxas cobradas de empresas que não aderiram ao novo acordo de salário mínimo. A Coreia do Sul, desde então, tem rejeitado a intervenção estatal do governo socialista, que poderia estar usando dinheiro privado de empresas sul-coreanas para o financiamento nuclear no país. O teste nuclear realizados pela Coreia do Norte recentemente fortaleceu as decisões políticas para o fechamento do complexo industrial e agravou a crise política entre ambos países.

Com informações de O Globo e Channel News Asia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here