Após governo Macri reduzir impostos e gastos estatais, inflação diminui na Argentina

Após adotar uma estratégia liberal de redução da impressão de dinheiro feita pelo estado – por meio da redução do principal motivo para que ela ocorra, os gastos do estado – e redução de impostos e burocracia para destravar setores importantes da economia argentina como a agropecuária e a mineração, o governo do presidente Maurício Macri começa a colher os primeiros frutos.

De acordo com os primeiros dados oficiais de inflação – manipulados por nove anos pelo governo da socialista Cristina Kirchner e trazidos novamente à realidade pelo governo Macri – colhidos na província de San Luis, a inflação segue alta – 2,7% em fevereiro – mas diminuiu drasticamente em comparação com dezembro (6,5% no mês) e janeiro (4,2% no mês). A inflação acumulada em 12 meses está em 36% – ainda acima da meta do governo Macri deste ano (25%) – mas o governo acredita que a mesma irá cair ainda mais no segundo semestre, alcançando a meta estipulada para este ano de ajuste na economia argentina.

Como informou o próprio Macri seguidas vezes em entrevistas, expondo sua visão liberal, “o principal culpado pela inflação é um governo que gasta mal e mais do que pode. A emissão de moeda pelo governo é a responsável pela inflação“. Como se vê, a solução dos problemas econômicos começa com o correto entendimento de suas causas.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

12 COMENTÁRIOS

  1. Boa matéria.. Mas procure escrever de maneira menos pejorativa. Eu não sou socialista e muito menos liberal. Mas é fato que discussões de extremos não chega a lugar nenhum. E você como liberal deveria escrever de maneira mais inteligente, fazendo com que, talvez, o extremista socialista leia o que você escreveu considerando uma reflexão. Para os liberais, essa melhora na Argentina não é surpresa nenhuma.
    Leio o mesmo tipo de narrativa em blogs socialistas tb. Eu, tendo minha mente livre de maneira até “sociológica”. Sinto sempre essas pejorações em ambos posicionamento. Enfim… Boa tarde.

  2. Texto e materia autoexplicativo. Gostei. Nos comentários observamos alguns bolivarianos…faz parte. Parabéns Marcelo.

  3. Parabéns, Marcelo Faria, pelo texto e pela resposta ao petista/socialista Eduardo que, além de provavelmente ter preguiça de trabalhar, com certeza tem preguiça de ler.

  4. Nem precisa citar para se rotular de socialista um governo populista, irresponsável, centralizador e corrupto (características típicas do socialismo); basta ter acompanhado a penúria que se instalou na Argentina após os anos de kirchnerismo para se concluir; isso sim realmente é vergonhoso.

  5. Mais um governo financiado pelos Estados Unidos com clara intensão de influenciar o quadro político na América Latina. Parece que voltamos as décadas de 50 e 60. Vergonhoso…

    • Voltamos mesmo, inclusive com os idiotas úteis ainda defendendo o socialismo e culpando os EUA por tudo.

      • Prezado Marcelo,
        Ninguém havia citado o socialismo neste post até o presente momento e nem sequer havia tal intenção. Sugiro que alguém que se intitula CEO de algo deva procura conhecer melhor nossa história sem apelar para o radicalismo de idéias. Acredito que dentro de sua concepção isto se restrinja aos “idiotas úteis”.

        • Prezado Eduardo,

          Atualmente e nos últimos anos os EUA está sendo Dirigido pelos Democratas, ou seja, a esquerda. Como eles podem estar influenciando a América do Sul à Direita?

          Pesquise um pouco mais sobre a crise econômica que estamos vivendo no Brasil, se não fizermos algo rápido, a crise só aumentará e os primeiros que serão afetados serão os mais pobres.

        • O socialismo foi citado na matéria, no começo da segunda linha. Mas parece que é muito difícil pedir para alguém de esquerda, que acredita na idiota teoria da conspiração onde “tudo tem os EUA por trás”, ler além da primeira linha de qualquer coisa.

      • Hahahahahaha. >Todos os países bolivarianos da América latina quebrados; >Um liberal resolve reduzir gastos, tributos e combater a inflação; >A situação do país melhora instantaneamente; >”MALDITOS EUA IMPERIALISTA INTERFERINDO NOS PAÍSES LATINO-AMERICANOS, VOLTAMOS AOS ANOS 60, DIGA NÃO À ALCA”

    • influenciar em que ? em mais empresas americanas na Argentina ? desde quando isso atrapalha a população em alguma coisa ? pelo contrario isso só gera mais empregos.

    • Cala a boca retardado. O cara está fazendo o que tem que ser feito para tirar o país da merda que gente como você colocou, e está tendo ótimos resultados. Vcs comunistas são o tipo de gente mais imunda que existe…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here