Após medidas liberais de Macri, produtos argentinos irão “invadir” supermercados brasileiros

Após o governo Macri derrubar as alíquotas de exportação argentinas, os produtos hermanos aparecem cada vez mais nas gôndolas dos supermercados brasileiros. Os alfajores Havanna e os sorvetes Freddo planejam até 50 novos espaços no Brasil neste ano e investimentos de R$ 13 milhões. As famosas carnes argentinas, como picanha e bife de chorizo, são cada vez mais importadas pelos brasileiros após o fim do câmbio artificial. Com custos tributários e trabalhistas menores, os doce de leites, queijos, peixes e vinhos argentinos também devem chegar ao Brasil com preços competitivos em breve.

Com a derrubada das barreiras tarifárias promovida por Macri, as empresas argentinas poderão acessar recursos externos, aumentando sua competitividade. Enquanto o Brasil se enfraquece, a Argentina tende a se fortalecer no comércio exterior. José Augusto de Castro, da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), prevê aumento de importações e cita o avanço de malte de cerveja, chocolates, azeitonas e azeites, além de um novo fato que ocorre desde que Macri chegou ao poder: “o mundo está olhando para a Argentina.”

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo: