Após perder anúncios estatais, revista de esquerda será extinta

Uma das revistas de esquerda mais antigas no Brasil com 20 anos de existência e o slogan “a primeira à esquerda”, a revista Caros Amigos anunciou nesta quinta-feira (14) a sua última edição. O anúncio ocorreu 19 meses após o governo Temer anunciar o fim da propaganda estatal para revistas, sites e blogs ideológicos.

De acordo com o editoral publicado no seu site oficial e na edição de encerramento da revista, a Caros Amigos “não resistiu ao golpe, ao cerco ideológico do governo ilegítimo, ao aprofundamento da crise deste ultraneoliberalismo que pune a nação com vingança, ódio e descaramento institucional contra os avanços e conquistas sociais”. A revista possuía uma tiragem mensal de 30 mil exemplares e cobrava no mínimo 43 mil reais por anúncio.

Conforme noticiou o ILISP em maio de 2016, a chegada de Michel Temer ao poder fez a Caros Amigos e diversos outros sites e revistas de esquerda perderem anúncios de estatais, substituindo-os por propagandas privadas.  O website da agora extinta revista será mantido, mas a tendência é que não dure muito tempo: recebe apenas 150 mil acessos por mês.

22 COMMENTS

  1. QUE DELÍCIAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Noooossa 43 mil por anúncio?
    Eita capitalismo booom esse né comunas?

  2. Boa notícia mesmo. Quanto papel desperdiçado, por tantos anos, para imprimir esse arremedo de revista! Outra coisa sintomática da situação de indigência cultural no Brasil, é que essa extinta revista sempre estava disponível na biblioteca pública de minha cidade.

    A única revista que vale a pena assinar é a “Catolicismo”, editada pelo IPCO. É a única publicação honesta e de alto nível em circulação atualmente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here