Após redução de impostos, arrecadação aumenta na Argentina

Se há um conceito que a esquerda mundial não entende é a Curva de Laffer. Criada nos anos 70, a curva apresenta um conceito simples: quanto maior a quantidade de impostos após um determinado limite, menor será o incentivo para as pessoas empreenderem e, portanto, menor será a arrecadação total de impostos. Dessa forma, a partir de um determinado ponto, a arrecadação estatal cai mesmo que os impostos sejam aumentados – como tem acontecido no Brasil, inclusive.
O governo liberal de Macri, entretanto, foi na direção oposta. Ao reduzir (em alguns casos, eliminar) impostos sobre produtos importantes para a economia argentina como os agrícolas, bem como as regulações que impediam um mínimo de liberdade nessas transações comerciais (uma herança do governo de esquerda de Cristina Kirchner), o resultado foi um aumento na arrecadação de impostos de 38,5% em janeiro comparado com janeiro de 2015, chegando a 162,6 bilhões de pesos. Dessa forma, o governo Macri pode equilibrar as contas do país – que ainda tem uma dívida em moratória para pagar – no médio prazo, permitindo novos cortes de despesas estatais.

Com informações do jornal Diario Uno

SHARE
Marcelo Faria

Presidente do ILISP e empreendedor.

32 COMMENTS

  1. Argentina dominará esse continente e esfregará na cara desses esquerdistas que o modelo deles é falido, retrógrado, ineficiente e empobrecedor.

    • Faço minhas suas palavras Sr. Economista Gangan – confira comentário de 2/2/16 – Estamos trabalhando para que essa política seja trabalhada pelos de linha de rente. Em breve veremos onde chegaremos. Abraços – Josué

    • Nunca em minha vida torci tanto pelo sucesso da Argentina. Quero que ela até reveja a questão das Ilhas Malvinas e tenha sucesso no pleito. Vejam só a que ponto cheguei…

  2. O aumento da arrecadação de 38,5% é em valores reais ou valores absolutos?

    Não sei quanto foi a inflação da Argentina em 2015, mas imagino que deve ter sido no mínimo dois dígitos. Assim, 162,6 bilhões de pesos em 2016 valem bem menos quanto este valor em 2015.

    Se o aumento de 38,5% estiver considerando apenas valores absolutos, acredito que seria melhor trocá-lo para valor real. Caso contrário, distorce bastante a informação para parecer mais favorável do que de fato é, como gostam de fazer os Petistas.

  3. É verdade. Estatísticamente, não há como saber a real inflação diante das sucessivas fraudes.

      • Não seja ignorante, liderança de verdade consegue mobilizar as pessoas em torno de um objetivo, sem apelar para a impositividade, como no caso da cobrança do CPMF.

        A situação se parece com a governanta da sua casa impondo como você vai gastar o seu dinheiro alegando que é pro seu próprio bem, mas se é você quem paga o salário da governanta, as decisões dela devem ser subordinadas às suas vontades, do contrário é melhor viver sem governanta

        • Já imaginou 200 milhões de brasileiros dizendo cada um como o governo deve gastar o dinheiro arrecadado? Cada um aponta numa direção.

    • Não para entender muito bem a sua posição. A única coisa que podemos afirmar é que até o final do ano, a Argentina terá dado um salto magnífico. Pegou o “bonde” no lugar certo e na hora certa. Vai ser uma goleada bem maior que os 7 x 1. Parabéns Argentina. Nenhum pais estatizante desse nosso planeta, deu certo. Vejam Alemanha Ocidental x Oriental. Coréia do Sul x Coréia do Norte. Vejam Venezulea, com todo o petróleo e passando privações, e por fim vejam nós, o abençoado Brasil, descendo ladeira abaixo ou até já em queda livre. A propósito, o Paraguai já está dando o “banho”, depois que se livrou da esquerda. Lembre-se: “governos de esquerda são estatizantes e tentam se impor sobre o povo.” Ninguém deve mesmo, aceitar.

  4. É interessante expor essas idéias para mostrar lados do liberalismo econômico para alguns não tão esclarecidos, como eu.

    Agora, não acham que é mágica demais o Macri com 2 meses de governo arrecadar um percentual tão elevado? Já levantaram aí em cima a questão da inflação, e ainda por cima pode ter outros fatores. Cuidado para não imitar os tão criticados esquerdistas

  5. Não precisa ser um economista graduado nas maiores Universidades do Mundo para entender isto. Qualquer camelô da esquina sabe que é assim que rola.

  6. Conheço o funcionamento da Curva, sei que é o que ocorre.
    Mas duvido que isso já seja resultado da política liberal. Ainda não deu tempo para algum resultado visível.

  7. Em 2016 usar um conceito econômico tão ultrapassado para defender o liberalismo é o mesmo que usar o conceito de geocentrismo para provar a existência de Deus.

  8. Temos condição de saber qual o valor % de arrecadação de impostos praticado por todos as as esferas de governo no Brasil até 2014?

  9. do camelô se referido pelo Silveira, até um grande empresário, sabe que se as vendas não vão bem, diminui-se o lucro. O governo brasileiro poderia cortar impostos, fomentar a PRODUÇÃO, e consequentemente mais empregos e…MILAGRE! os impostos voltam! Ficar aumentado juros que só favorece os Bancos, aumentar impostos que a incompetência administrativa não sabe racionalizar, ou redistribuir, nunca dará certo. Não sei pq fomentar a produção gera inflação num país com as características do Brasil. Economistas que tem seus fundamentos europeus e americanos, deviam perceber que aqui precisamos nos desenvolver. Não somos um país envelhecido que as pessoas estejam numa situação de bem estar social, comparada a eles. . Mesmo assim, quero lembrar: os EUA devido a ganância dos fdp financistas entraram numa crise fdp. ZERARAM os juros até resolver a situação. Copiamos tanta coisa deles, e não dá certo por aqui, pq não tentar essa política de juros zero e fomento da produção. Uma paçoquinha prá quem que nos States homens públicos, e competentes, não sabem o que fazem…

    • Infelizmente, a safra de economistas brasileiros, há mais de 3 decadas, está constituida com profissionais versados em politica monetaria e principalmente, politica fiscal, reflexos das universidades americanas e seus mestrados e doutorados…não se acha mais economistas de formação estruturalista….saudades de Maria da Conceição Tavares, Simonsen e até mesmo Delfim Netto…

      • Isso foi uma piada, certo? São justamente esses “economistas” que defendem o modelo que afundou o Brasil, e mais de uma vez!

        • Nem dá atenção, esse cara é maluco, não sabe o que está dizendo, Delfim Netto? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  10. Não tem segredo, aumenta impostos diminui o poder aquisitivo e, por consequencia, o povo gasta menos, a economia se torna estagnada.
    Diminui os impostos, aumenta e incentiva o poder aquisitivo, o povo gasta, a indústria e o comércio entram em atividade e pagam mais impostos, com a indústria e o comércio em atividade os preços baixam e diminui a inflação

    • Você deveria escrever isso para o governo da Suécia porque parece que eles lá não sabem disso. O que conta é a relação entre a cobrança de impostos e o retorno dele em benefícios para o cidadão. Esse é o problema do Brasil que cobra muitos impostos diferentes, em todos os níveis, federal, estadual e municipal, mas o retorno é que é muito ruim. Se é pra cobrar, então vamos cobrar de todos. Quais são as melhores escolas públicas? As federais. Quais são os melhores hospitais? Os públicos bancados pelo SUS. A segurança pública é de responsabilidade de quem? Dos estados. Manter as cidades limpas e bem cuidadas é de responsabilidade de quem? Dos municípios

      • Não meu amigo, a Suécia não é próspera por causa do retorno dos impostos em infra-estrutura, ela é prospera APESAR da alta carga tributária, e dizer que os melhores hospitais do país são os do SUS é piada de mal gosto!!

  11. Há um problema grave em usar a curva de Laffer como argumento: isso implica que há um “ponto ótimo” para o governo taxar os cidadãos. Não existe uma quantidade ótima para alguém ser roubado, nem há uma quantidade ótima para o governo taxar as pessoas.

  12. Parem de ser inocentes… a destruição de uma economia para implantar um regime totalitario é totalmente coerente.

    Eles nao estao errando, estao destruindo a economia intencionalmente!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here