Após ser desafiado por Rodrigo Marinho, Ciro Gomes aceita debate sobre Escola Austríaca

Rodrigo Marinho, presidente do Instituto Liberal do Nordeste, desafiou o pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes, para um debate sobre Escola Austríaca. O socialista Ciro Gomes em uma palestra disse que está na moda “estudar essa baboseira da Escola Austríaca” e usou uma retórica barata de que a Escola Austríaca não atende a nossa realidade e nem os nossos interesses. Marinho, então, fez um vídeo resposta questionando a falta de conhecimento de Gomes sobre a Escola Austríaca e desafiou-o para um debate no vídeo.

Veja mais:

 

 

 

18 COMENTÁRIOS

  1. Disse que não atende a realidade porque não atende mesmo. Teoria econômica/política nenhuma atende a realidade do Brasil se for simplesmente colocada sobre ela sem se adaptar. Os esquerdistas são utópicos mas não são os únicos: está aí o ILISP pra mostrar que não. Ansiosa por esse debate. 🙂

  2. O que aconteceu com o debate com Constantino é que Ciro Gomes, uma pessoa com grande domínio da retórica (e um bom sofista), se antecipou ao que iria acontecer no debate e confrontou Rodrigo Constantino sobre valores e dados que este não iria ter acesso. Para Constantino “dar um bilhão” para Ciro Gomes, ele teria que ter acesso prévio aos números dos ministérios (inclusive dados não divulgados – possivelmente confidenciais) e estudá-los, para assim elaborar um parecer e dar a resposta ao Ciro.

    Rodrigo Constantino foi ingênuo. Quis travar um debate com jargões e frases de impacto, com algumas explicações superficiais, e se deu mal. Já a estratégia do Ciro Gomes deu certo, pois neutralizou as intenções de um dos debatedores (observe que ele foca no Constantino, pois sabe que é o mais “fraco” da mesa) e conseguiu sair aparentando vitória – embora sem razão.

    Eu espero que o atual desafiante esteja mais preparado. E se prepare que o Ciro vai se munir de dados já se antecipando ao que irá acontecer.

    Deixo uma dica: repare que Ciro Gomes não se define dentro de uma corrente socialista. Aliás, ele não fica falando que é socialista. Já trocou de partido várias vezes, sendo do PDS (ex-ARENA), PMDB, PSDB, PPS e agora está no PDT. Sabe por qual motivo? Ele fica livre das amarras ideológicas e de suas possíveis falhas. Um perfeito camaleão! Isso o diminui como alvo pela falibilidade das ideologias, que ele usa para atacar os outros em debates. Se o oponente do Ciro não se deixar pela idéia da infalibilidade da Escola Austríaca, poderá ser auto-crítico e se adiantar a muita coisa que, certamente, Ciro Gomes usará contra ele.

    Boa sorte!

    • “Ciro Gomes, uma pessoa com grande domínio da retórica (e um bom sofista), se antecipou ao que iria acontecer no debate e confrontou Rodrigo Constantino sobre valores e dados que este não iria ter acesso.”

      Bem, eu lembro que o Ciro perguntou e ainda deu um tempo para o Constantino responder, então isto não é mera retórica, e estratégia de argumentação de ideia para evidenciar um conceito. Qual o conceito? Que constantino, alias, as afirmações de que o “estado” é gordo, é falaciosa e superficial, no ponto em que constantino acusa. Se preparar para uma discussão é o minimo que qualquer pessoas racional faz. Não há nada de errado nisto.

      E você ta falando besteira sobre “dados não divulgados”. Você não conhece a Lei da transparência? O amigo ali em cima falou algo bastante boçal. Um levantamento pelo governo pode estar errado mas o da revista exame não??

      Obviamente Ciro que é um Politico genial, não é bobo. Vocês parecem esperar que o cara não possa agir com certas “malandragens” com a experiência da Area. Isso é quase desonestidade, por que mesmo sendo “malandro” , ciro tem um carreira Ilibada. Então é sacanagem você ficar o acusando de erros comuns e intrinsecas de nossa humanidade.

      • “Bem, eu lembro que o Ciro perguntou e ainda deu um tempo para o Constantino responder, então isto não é mera retórica, e estratégia de argumentação de ideia para evidenciar um conceito.”

        A retórica engloba o que você chama de “estratégia de argumentação”. Isto, aliás, é chamado de erística!

        E dar tempo para responder não alteraria em nada, visto que Constantino não tinha acesso aos dados dos ministérios para respondê-lo.

        “Qual o conceito? Que constantino, alias, as afirmações de que o “estado” é gordo, é falaciosa e superficial, no ponto em que constantino acusa.”

        Em momento algum Ciro Gomes desenvolve este conceito. O que ele faz é anular o seu oponente através da retórica. Só isto! Ele vai direto ao Constantino, quase ignorando o Henry Maksoud, pois este afirma categoricamente que este “um bilhão” seria algo que deve ser feito de estudos.

        Aliás, o discurso do Ciro foge a qualquer estudo sobre economia (ele mesmo fala que não gosta de manual – e prova isto logo em seguida). Ele tenta misturar um fetichismo de mercadoria com discurso de desigualdade na África (ignora o conceito de produção de riqueza), diz que as condições de financiamento são cada vez mais regionais (BNDES emprestando para empresas estrangeiras e Crowfounding desmentem ele), tenta dizer que o conceito de demanda e competição livre de mercado “não é mais moderno” (além de não explicar porque, ele desconhece que o “africano” tem um padrão de consumo diferente de um brasileiro, que tem diferente de um japonês, que tem diferente de um indiano), acaba sem querer batendo no protecionismo e depois diz que não acha ruim (o impedimento da venda de aviões tucanos para a Venezuela seria por protecionismo), fala que a França é socialista (não sabe que eles a França é social-democrata com inspirações reformistas, que está longe de ser socialista – e menos ainda é marxista). Ciro Gomes não fala nada com nada!

        Se preparar para uma discussão é o minimo que qualquer pessoas racional faz. Não há nada de errado nisto.

        Sim, eu disse que ele se antecipou ao debate. Só que não o fez para discutir economia, mas sim para tentar convencer as pessoas sem ter razão. Abre os estratagemas de Schopenhauer e leia ouvindo o debate. Será uma enorme aula! E acrescente uma coisa: quando confrontado sobre algumas baboseiras que fala, fica irritado, corta a palavra e tenta ganhar no grito.

        “E você ta falando besteira sobre “dados não divulgados”. Você não conhece a Lei da transparência?”

        Conheço! E conheço tão bem que sei que ela é de 2011, enquanto este debate se deu em 2008. Isto você não sabia, né?

        E mesmo que Constantino viajasse no tempo e tentasse ter acesso a todos os dados do Ministério, ele não conseguiria, pois a Lei tem critérios extremamente subjetivos para indeferir o pedido de informações (detalhes sobre nossa frota aérea militar, por exemplo, pode esbarrar no art. 23, inciso V da Lei).

        Mais: existem dados que não podem ser divulgados de maneira irrestrita. Isto está na Lei. Você algum dia leu a Lei ou só ouviu falar dela por ai?

        Então, meu caro, cuidado ao acusar os outros de estarem falando besteira, pois o único que fez isto até agora foi o senhor!

        “Um levantamento pelo governo pode estar errado mas o da revista exame não??

        Pode, mas até agora ninguém demonstrou que está errado!

        Obviamente Ciro que é um Politico genial, não é bobo. Vocês parecem esperar que o cara não possa agir com certas “malandragens” com a experiência da Area. Isso é quase desonestidade, por que mesmo sendo “malandro” , ciro tem um carreira Ilibada. Então é sacanagem você ficar o acusando de erros comuns e intrinsecas de nossa humanidade.

        Vejo que você nutre certa paixão pelo Ciro Gomes. Mas desculpe lhe desiludir, mas Ciro não é esse “gênio” como você pinta. Ele posa de intelectual para incautos; passa um ar de conhecimento que não possui para pessoas que não possuem conhecimento como ele – e que desconhecem a escola sofista, o que é retórica, o que é erística. Primeiro que carreira ilibada é uma ova: há acusações de corrupção e improbidade administrativa contra ele, inclusive com ação movida pelo Ministério Público Federal. Segundo que Ciro Gomes representa a figura do político enrolador, fisiológico, daquele que só discursa atrás do poder. Tanto que ele e a família dele formam uma verdadeira dinastia no Ceará. Terceiro que o cara fez um minor study de economia em Harvard e quer pagar pau de economista. Veja só: falar que a escola austríaca é uma “baboseira”… e se basear na teoria crítica da economia, que por muitos sequer é reconhecida como escola de pensamento econômico.

        Ah, e eu não acuso de “erros comuns e intrínsecas de nossa sociedade” [sic], somente aponto que ele usa estratagemas para vencer um debate sem ter razão!

      • Cara usando ISTOE como fonte e piada!!!!!!te proponho uma coisa entre no site do governo federal la esta explicitado quanto gasta cada ministério graça a lei de transparência então com calculadora e sua cabeça você vai perceber que realmente os ministérios extinto por temer não deu um bilhão de economia#fica a dica

        • ué.. vc critica a fonte do cara e manda ir em site oficial? como se lá tivesse tudo certinho tb? Faz o seguinte, derruba o argumento da revista com fatos. Serra avaliou em 10 bilhoes, só 10 bi em revisão de contratos pelo gov.Nos temos em brasilia manutenção de maquinas de datilografar, nao usadas, por exemplo. Temer nao cortou nem metade dos cargos de indicação. Constantino tambem nao falou so em cortes disso, mas parar de investir em ONGs etc. Fora as coisas mal investidas como nos contratos. Cara dizer q nao dá bilhão tem que ser muito preguiçoso ou malicioso.

  3. Amigo, ele disse que o Brasil tem um deficit em transações correntes, o que importamos versus o que exportamos tem uma diferença de 120 Bilhões. Não disse que importa muito.

    Caso ocorra o debate, será bacana, pois espero aprender com as divergências dos pensamentos e torcer para que ambos estejam pensando no que importa, o Brasil!

    • Retrógrados? Só pode ser brincadeira uma fala dessa. Ciro é uma das personalidades mais incríveis do país. Um indivíduo bem formado e excepcionalmente coerente. Fico triste por constatar que ele não é tão valorizado quanto deveria.

      O fato é que na comunidade política não vi até hoje ninguém que combinasse a sensatez e honestidade presente no Ciro. Mas cada um enxerga o que quer, né…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here