Artistas que não dependem do governo criticam o Ministério da Cultura

 

O humorista Danilo Gentili, o vocalista/guitarrista da banda Ultraje a Rigor, Roger Rocha, e o ator de Tropa de Elite, Sandro Rocha, criticaram essa semana o Ministério da Cultura.  Rocha afirmou que o dinheiro estatal destinado para artistas não passa de um modelo que estimula a corrupção, pois muitos precisam pagar propina para conseguir a liberação de verbas, e também serve para estimular a “mamata” dos artistas. Gentili argumentou que os “incentivos” estatais fazem os artistas se esforçarem menos para produzir algo de qualidade para o público e sem o MinC eles precisariam “ralar muito para encher o teatro”. Roger apenas justificou que não pertence à classe artística que apoia o Ministério da Cultura.

sandro-rocha-desabafo.jpg danilo gentili roger

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here