Bolsonaro recebeu R$ 622 mil em auxílio-moradia mesmo tendo imóvel em Brasília

35

Os deputados federais Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) recebem auxílio-moradia, financiado pelos pagadores de impostos, mesmo possuindo imóvel em Brasília. O apartamento de dois quartos (69 m²), em nome de Jair, consta na declaração de bens do deputado desde julho de 1998, quando ele já recebia o benefício público, e teve escritura assinada pelo político em maio de 2000.

O político recebe auxílio-moradia da Câmara desde outubro de 1995, ininterruptamente. Eduardo, desde fevereiro de 2015, quando tomou posse em seu primeiro mandato como deputado. Ao todo, pai e filho embolsaram até dezembro de 2017 um total de R$ 730 mil, já descontado o Imposto de Renda, sendo R$ 622 mil recebidos por Jair e R$ 107 mil recebidos por Eduardo.

Há duas formas de pagamento: 1) por meio de reembolso, para quem apresenta recibo de aluguel ou de gasto com hotel em Brasília, 2) ou em espécie, sem necessidade de apresentação de qualquer recibo, mas nesse caso com desconto de 27,5% relativo a Imposto de Renda. Jair e Eduardo Bolsonaro utilizam essa segunda opção.

O auxílio-moradia pode ser recusado pelos congressistas. 27 dos atuais 513 parlamentares abriram mão de receber dinheiro ou apartamento da Câmara – entre eles oito deputados do Distrito Federal.

De acordo com funcionários do edifício onde está o apartamento em nome de Jair Bolsonaro, seu filho Eduardo Bolsonaro é visto semanalmente no local.

VIAFolha
COMPARTILHAR
Marcelo Faria
Presidente do ILISP e empreendedor.

35 COMENTÁRIOS

  1. Se um trabalhador que ganha R$ 1000,00 reais por mês tem que se virar e pagar alugue ou prestação da casa , luz, água, será que com o salário que eles já ganham não da pra pagar um aluguel? Só esse auxilio moradia vale mais do que o salario de muitas profissões importantes no país, não é só o Bolsonaro são todos.

  2. É ilícito?? Liberal defendendo moralidade? Liberais são pró aborto e agora estão denunciando atos ditos imorais? Me divirto demais com liberais, são sempre uma antítese ambulante…… Kkkkkkkkkkk

    Nada foi desviado ou roubado. A consciência moral é única e individual, liberais deveriam defender também a liberdade de consciência e não ficar cagando regras morais.

    Presta atenção no serviço

    • A ampla maioria dos liberais é contra o aborto.
      No mais, curioso como o discurso mudou de “meu candidato é moral” para “é imoral, mas está na lei”. E sim, receber auxílio-moradia quando se tem imóvel na mesma cidade é, no mínimo, bastante imoral.
      Liberais defendem princípios liberais sem relativizá-los quando convém.

        • O engraçado fenômeno brasileiro da “falácia quem apoia o aborto não é liberal”.
          Liberais defendem VIDA, liberdade e propriedade. O aborto é antiliberal.

  3. Engraçado é falar de dois deputados como se fossem 01(um), ou seja, como se Jair fosse obrigado a conceder moradia a Eduardo pelo fato de ser pai dele. Menos por favor.
    Quanto ao caso em si, pode não ser ilegal, mas é imoral.

  4. Quem compraria um imóvel em Brasília sem desejar viver lá? Há algo errado em vez de pagar um hotel usar o dinheiro para comprar um imóvel ou ser ressarcido pelo valor de uma compra paga antecipadamente?

    • Como “desejar” morar? O sujeito mora lá há quase 30 anos.
      Fica pior tentar tapar o sol com a peneira
      Feliz oh infelizmente não basta parecer honesto: é preciso ser.

      Mesmo que possa não se configurar ao final das contas como ilícito, no mínimo é imoral esse recebimento.

  5. Assistam a jovem pan . joic explica tudo sobre os bens de bolsonaro. so nao entendo a ilisp atacar o unico candidato declaradamente liberal no momento. Quais seriam suas intençoes? apoiar luciano huck/ aff.

  6. Vários cargos do Judiciário recebem o auxílio moradia tendo apartamento em seu nome. É uma imoralidade para todos, mas ninguém abre mão. E o salário mínimo teve cortes no reajuste…

    • Sei que é um exemplo nada a ver mas, quer dizer que em 1800 denunciar escravidão era errado e era algo ético?

      • poderá ser creditado ao parlamentar em especie, sujeito a desconto do imposto de renda na fonte (alíquota de 27,5 %), ou por reembolso de despesa, mediante a apresentação de nota fiscal de serviço de hotel ou contrato de locação e recibo de aluguel

        Se ele apresentar notas fiscais referentes a algum desses serviços descritos, provavelmente será nota “fria”, já que possui imóvel na cidade, logo passa a ser ilegal

  7. Regra no site da câmara: 4) Auxílio-moradia O auxílio-moradia é pago aos deputados que não ocupam apartamentos funcionais. 5) Regras para receber auxílio-moradia O valor atual do auxílio-moradia é R$ 4.253,0O auxílio-moradia pode ser pago nas modalidades “reembolso” e “em espécie”. Quando o ressarcimento é feito em espécie, é deduzida a alíquota correspondente a 27,5% do Imposto de Renda. Luz, água, telefone, empregada, IPTU, depreciação, reforma. Ou seja, ele tem esse direito

      • Não é uma defesa, mas ele cometeu algum crime ? Ta certo que é uma pouca vergonha esse auxilio, mas todos recebem , entao o problema esta no beneficio, não é uma exclusiviade do deputado.

        • Falou e disse…
          Que nem meu conterrâneo, deputado Tiririca, Infelizmente falou a maior merda da vida dele, nem no picadeiro ele teria feito a maior palhaçada que fez,
          mas tem o direito de se aposentar ao final do mandato!
          O que precisamos é rever nossos conceitos e valores.
          Começando pelos salários e benefícios fantasiosos que pagamos aos políticos.
          Quem deveria ter benefícios e salários compatíveis eram os profissionais indispensáveis, como professores, médicos, policiais e funcionários públicos e estes últimos, com uma severa vigilância pois o que tem de funcionários públicos que são péssimos profissionais e já deveria ter sidos exonerados, não tá no gibi… E falo isso baseado no que minha esposa, que é professora concursada diz. E hoje mesmo, vi mais uma matéria sobre médicos no interior de SP que vão ao hospital bater o ponto e saem na mesma hora…
          Lamentável!!!

        • “Todos” é equivoco grave: 27 parlamentares rem o brio de não meter a mão nessa suada grana do povo brasileiro. Nenhum deles é Bolsonaro.

  8. O caso é que ele não tem residência (no sentido de residir) aqui em Brasília. Entendo que, por uma questão de exemplo de austeridade, poderia recusar tal benefício, mas transformá-lo num sanguessuga de dinheiro público por algo que ele tem direito em função de seus repetidos translados à sua cidade de origem me parece exagerado. Lembrando que ele poderia usar “laranjas” para deter imóveis aqui onde comparece tão pouco que não seria possível dizer que era dele.

  9. Estou até agora convicto de votar em Bolsonaro, mas com essas informações, venho rever meu voto, você poder colocar o link do portal da transferência onde tem essa informação?

  10. Não tem jeito. O sistema corrompe o mais honesto dos seres que lá entrarem. Enquanto não se fizer uma reforma política e acabar com essas regalias e mordomias dos políticos, essa podridão não terá fim. Nossos políticos são os mais caros do mundo. A distribuição do dinheiro arrecadado é muuuuuiiiinnnnto injusta. E olha que não é pouco o dinheiro arrecadado. A população do Brasil é formada, ou tem por base, a escória da sociedade portuguesa e africana principalmente. Deus nos ajude.

  11. 27 dos 513 deputados foram sinceros, que bom, pelo menos ainda consta 27 almas em meio à cáfila de lobos. Mas é muito feio para Eduardo e Jair que quer ser presidente, assim começamos bem, melhor é Jair se acostumando que os políticos do Brasil não tomam jeito. Eleja qualquer um e verás que ele meterá a mão de uma forma ou de outra. Porque 27 deputados honestos é pouco para limpar uma sujeira de 486 porcos, é muita bosta na cueca, porque dinheiro na cueca de deputado é bosta para nós. Só espetando a bunda desses porcos em estacas de 5 metros como fazia Conde Vlad da Valáquia com os seus inimigos, deixe que apodreçam na Praça dos Três Poderes por 3 legislaturas, só o exemplo para fazer os novos trabalharem de verdade. Com urna fraudulenta a gente vai escolher melhor nossos políticos em 2018.

    • Permita-me colocar uma nova perspectiva: os 8 daqui de Brasília nem contam, pessoal aqui marca isso em cima por motivos óbvios. São daqui, já tem residência aqui. Então creio que o número correto são 19 deputados que agem conscientemente. Não significa que os outros 486 estejam errados, porém. Nem todos possuem residência aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Insira seu nome