Bono: “O capitalismo tira mais pessoas da pobreza do que a ajuda.”

Acredito que todo mundo conhece o artista da banda U2, mas não custa nada fazer uma breve apresentação.

Bono (apelido de Paul David Hewson) é o vocalista do grupo de pop rock U2, um dos mais famosos grupos de rock da história. Bono também se tornou um dos principais ativistas pela ajuda internacional, como a feita pelos Estados Unidos, promovendo a expansão de outros programas governamentais (incluindo o perdão de dívidas) para amenizar a crise mundial de HIV/SIDA, a malária, a extrema pobreza entre outras questões.

Bono foi ainda co-fundador e Diretor Executivo da empresa de capital de risco, Elevation Partners, o que o tornou talvez, no músico mais rico do mundo depois do investimento no lançamento de ações do Facebook em bolsa. Este investimento resultou em mais de 1,5 bilhões de dólares para a empresa.

Em uma palestra na Universidade de Georgetown em Washington, Estados Unidos, Bono declarou que mudou seus pontos de vista sobre economia e política, declarando que apenas o capitalismo pode acabar com a pobreza:

“A ajuda é apenas um tapa-buracos. Comércio [e] capitalismo empreendedor retira mais pessoas da pobreza do que a ajuda. Precisamos tornar a África uma potência econômica.”

“Ao lidar com a pobreza aqui e em todo o mundo, percebi que promover o bem-estar e ajuda externa são apenas como um Band-Aid. A Livre Iniciativa é uma cura.”

“O empreendedorismo é a forma mais segura de desenvolvimento.”

Na foto, Bono e George B. N. Ayittey, economista de Gana, fundador, atual presidente da Free Africa Foundation e autor do livro “Africa Unchained: The Blueprint for Africa’s Future”.

Com informações de blog.independent.org

22 COMENTÁRIOS

  1. O capitalismo já está tirando pessoas da pobreza na África, vejam a história dos países: Botswana, Seichelles e Mauritius.
    Por outro lado a África teve ampla experiência com sistemas socialistas-comunistas e o resultado doi fome, ditadura e miséria: Zimbawe, Etiópia, Eritréia, Sudão e tantos outros.
    Qual a grande dificuldade em entender isso? Até o Bono já entende.
    Até o Eduardo Galeano antes de morrer entendeu,

  2. O tal Newton deu uma verdadeira amostra de ignorância e de como um ser humano pode ser inbecilizado pela religião marxista. O tal sujeito não somente não conhece nada de capitalismo de livre mercado, como também do alto de sua ignorância arrogante, cita a África como uma vítima do capitalismo. É a velha lenga lenga decorada deles. O cara fala na USP ( kkkkk) reduto de marxistas fanáticos e em um manual muito provavelmente baseado em economia intervencionista keynesiana. Show de burrice. A maioria dos países da África são/foram socialistas , sem contar que pelo menos 3 deles nunca foram colônias e continuam pobres. Sendo que os EUA, Austrália, Canadá foram igualmente colônias e hoje estão em situação infinitamente melhor que a África. Hong Kong, Cingapura eram apenas rochas estéreis, o próprio Japão possui recursos naturais bem mais limitados que os da África. Os caras ainda acham que os EUA são o pais mais capitalistas do mundo, quando também lá existe fortíssimo socialismo até mesmo no Obama Care. Já no início do século 20 o presidente woodrow Wilson com o seu socialismo de guerra impingir terror nos americanos com suas políticas ditatoriais. Sem falar na criação do FED duas agências estatais que foram diretamente influentes na crise de 1929 ( que os cabeças de bagre juram que foi uma crise do capitalismo). Sobre os pequenos comerciantes ingleses, é a velha estória dos vendedores de vela se reunirem contra a tecnologia dos lampiões ou os fabricantes de máquina de escrever protestarem contra o surgimento e comercialização do computador. A maior prova de ignorância de uma pessoa e acreditar que Marx sabia alguma coisa de economia e que o socialismo pode funcionar. Aliás, a seita socialista em muito se parece com às divisões religiosas. Semelhante aos cismas ocorridos no Concílio de Niceia , ou na reforma protestante ou em qualquer outro, onde cada um afirma ser o portador da verdadeira fé, no credo marxista é cada um afirmando que Marx foi deturpado e que só o seu é o verdadeiro socialismo. E com isso perpétua a miseria e o estado totalitário já pregado por Marx em o Manifesto.

  3. Aonde vão arrumar recursos naturais para tantas “potências” ainda não sabemos. O que sabemos é que, em extremo, o capitalismo fabrica doenças pra vender curas.

    • Você saberia dizer quais são os recursos naturais de Hong Kong, Singapura e Suiça, países com maior liberdade econômica e IDH do mundo?

      • Muito simples ,sua pergunta mostra o quanto você é uma pessoa desinformada ,Singa Pura sempre foi (desde os primórdios )uma importante região de comercio ,entreposto entre o oriente e ocidente ,suas riquezas são baseadas nas grandes empresas de exportação e importação ,possuem vários direitos de produtos exclusivos para exportação ,suas bases estão fincadas na EUROPA ,90%das empresas são multi nacionais ,principalmente inglesas e holandesas ,ainda por cima nas últimas décadas descobriram o potencial para o turismo ,que mesmo sendo minúsculos ,atraem mais gente que o Brasil.
        A SUÍÇA despensa qualquer comentário ,não é preciso falar de seus bancos ,basta falar de seus queijos e chocolates ,sem frisar o leite das montanhas ,e seus inúmeros polos turísticos de inverno ,Hong Kong é simplesmente a maior bolsa do oriente e por lá se negocia ações do mundo todo ,esta simplesmente na rota do comercio do pacífico ,e representa toda economia chinesa ,a bolsa da china é só um fantoche para dizer que o país é semi capitalista .

        • Muito obrigado pelas informações Elias. Logo, não entendi qual a preocupação do Erlon com “recursos naturais para tantas ‘potências'”, sendo que quando mais livre o mercado, mais bens estarão disponíveis no fluxo econômico.

  4. Olha, que o capitalismo não é perfeito isso eu sei. Agora, pensar que o comunismo/socialismo será a solução para a humanidade, bem aí já é ingenuidade ou perda de tempo. O capitalismo precisa ser melhorado naquilo que é o seu verdadeiro calcanhar de aquiles: melhorar o acesso às oportunidades e a distribuição da renda nacional!

    • Foram os livros de historia que nos trouxe ate aqui. Foram eles que te fizeram acreditar por muito tempo que pedro alvares cabral descobriu o brasil e tb foram os livros de historia que ocultaram toda a verdade! Vc deveria questionar mais a veracidade do que nos foi ensinado dia a dia por esses “livros didaticos” !!

      • Ivo, então acho legal você procurar ler sobre um assunto muito curioso e pouco divulgados nos “livros didáticos” do Brasil “Holodomor” ou também conhecido de “Holocausto Ucraniano” ocorrido entre 1931-1932 aonde a URSS, governado por Josef Stalin, privou uma nação inteira de qualquer acesso a alimentos. As mais otimistas estimativas falam em 3-3,5 milhões de ucranianos morreram de FOME. E você também está se equivocando na analise do comunismo… Nessa concepção o Estado só ajuda aqueles que são “úteis” a este, se alguém não é produtivo, ele é eliminado do sistema… Não vejo muitas diferenças do capitalismo, afinal os meios de produção na URSS era dado a um grupo de pessoas, pertencentes ao partido; e paga-se o menor valor possível por esse trabalho árduo, enquanto a maioria vivia em condições simples eram apenas os ilustres membros do partido que viviam em mansões e viviam de luxo…. Corrija-me se estiver errado!

  5. O CAPITALISMO PROGRESSIVO É QUEM GERA RIQUEZAS E AVANÇO NA QUALIDADE DE VIDA DE TODOS. OS ESQUERDOPATAS TEM DE CHUPAR ESSA MANGA ATÉ ENGASGAREM DE RAIVA.

  6. Pura falácia de artista que não conhece o mínimo de história da África colonizada pelos exploradores europeus e sobre os aspectos “benéficos´´ e maléficos do capitalismo.
    Capitalismo puro e selvagem como o conhecemos, nunca esteve preocupado em retirar ninguém da pobreza, mas sim transformar a massa de trabalhadores submissos ao dono dos meios de produção através da falsa liberdade de um vínculo empregatício com salários baixos. Vejam o exemplo dos Calls Centers, a grande maioria se encontram na Índia, pais numeroso e muito pobre sócio-economicamente, onde essas empreiteiras exploram essa atividade com grandes lucros e com salários super baixos.
    Falar de empreendedorismo em ambientes pouco explorados pelo comércio ou indústrias para ali se instalarem, é mito. Basta lembrar historicamente que no avanço capitalista inglês, milhares de pequenos comerciantes locais e outros artesãos, tiveram seus pequenos negócios esmagados e sufocados pelas grandes indústrias, retirando-os de seus habitat´s para servirem de mão de obra barata na grande indústria.
    Outra coisa, de acordo com o Manual de Economia da USP, o objetivo da qualquer empresa é o lucro, não é o bem-estar do trabalhador, mas mesmo assim, as empresas pagam o mínimo necessário à sobrevivência do trabalhador, como moradia e alimentação, mas não é porque a empresa é “boazinha´´, é mesmo por que um trabalhador pouco alimentado é fraco e também não terá muita capacidade de se reproduzir, para também seus filhos servirem de mais mão de obra barata e assim aumentar o exército industrial de reserva.
    Parece-me um tanto irresponsável, alguém como o Bono, que tanto lutou pelo seu país, que representa a luta pelos direitos humanos possa falar que o “capitalismo´´ é a única solução para retirar alguém da pobreza, e ainda mais da forma como ele ficou bilionário, através da especulação financeira, que não tem nenhuma responsabilidade pelo social ou pelo desenvolvimento agregado ao progresso, uma vez que o objetivo de quem compra ações é unicamente aumentar as cifras pelo ganho de ações, diferente de uma empresa que investi em infraestrutura e emprega pessoas, mas àquela, os lucros são destinados aos acionistas.

    • Teses, mais teses, mais sofismas, mais falácias, mas blá-blá-blá. Esqueça o blá-blá-blá. Pensa o seguinte. Sem gerar riqueza não há riqueza a ser distribuída. Se distribuir a riqueza dos que geram pera os que não geram, os que geram vão embora. Sem liberdade econômica e com intervencionismo estatal o custo de tudo aumenta. Assim o intervencionismo só faz bem para os parasitas que vivem do estado interventor. O bobo falou de tirar da pobreza. Não de garantir emprego com salários altos. Quem vai garantir salários altos, o estado? Tachando as empresas? O custo de vida vai para as galáxias e os miseráveis ficam ainda mais miseráveis. Mas claro que a tem a oportunidade do estado apadrinhar essa galera e construir uma fazenda de votos.
      O que a esquerda quer é controlar a vida das pessoas sob o pretexto de ajudar os pobres. Claro, com o dinheiro dos tais exploradores. Tirando o óbvio de que não existem só empresas exploradoras de mão de obra barata, porque os esquerdinhas imbecis se esquecem que o tio da mercearia da esquina que gera emprego pra meia dúzia de pessoas no seu bairro também é um capitalista que precisa de liberdade economia, senão não consegue pagar salário para seus empregados. Mas talvez seja melhor mesmo que todos morram de fome e tenham assistência oportunista do estado totalitário salvador da pátria. Melhor do que ter empresas que geram emprego e arrecadação.
      Eu tento ser diplomática com esse bando de idiotas ideológicos, mas enquanto eles insistirem em usar as receitas prontas da doutrinação esquerdinha, sem nem saber fazer uma conta básica de que um almoço de um pobre precisa de dinheiro e que não é possive um país quebrado e controlado distribuir o que tira de um saco vazio da miséria se fazendo de Hobbin Wood, enquanto o estado dissipa a maior parte dos poucos recursos gerados, não dá pra ter respeito por essa galera.

      • tiro meu chapéu para você até parece que passou a vida toda comigo ,pois especificou meus pensamentos aos mínimos detalhes ,meus parabéns.

      • Falou tudo Anarco?! E a pura realidade que muitos esquerdistas não querem dar a mão a torcer…

        Mas, querendo entender também pelo ponto de vista espiritual, aqui sem querer pregar nada, décima no “Livro dos Espíritos – Allan Kardec, no capítulo sobre “diferenças sociais” … !!! Fui criado católico mas acredito hoje em nada que venha com dogmas ( não se pode contestar nada, o que chamo de fé cega, imposta, etc). Boa sorte e paz!

    • Se não fossem os call centers da Índia, o que os indianos estariam fazendo? êta capitalismo ruim este que gera emprego longe dos estados unidos!

    • Vc deve ser daqueles esquerdopatas que tudo que diz foi tirado do livro de história de esquerda, e apenas repete o que teus gurus falam, e que dicas de passagem ganham muito bem para isto! Nunca deve ter vivido em países comunistas e muita menos colocado uma venda de balas e doces.

    • Eu sempre fiquei em dúvida se Bono é mesmo um oportunista, ou só mais um idiota útil. Com a decadência da esquerda em todo mundo e esta nova onde de conservadorismo/direitismo falar de livre comércio e capitalismo é uma coisa que ganha destaque facilmente… Mas Bono também é o cara que disse que o sapo barbudo 9 dedos é um “tesouro nacional”, e ainda desafiou o Lularápio a fazer um “bolsa família mundial”, coisas absolutamente contraditórias. Mas em fim, devemos separar o músico da pessoa. Como músico ele tem muito talento e isso é inegável, agora como pessoa tenho lá minhas dúvidas…

  7. É muito bom alguém como ele (com bastante notoriedade, fãs, etc) falar isso..pois querendo ou não, o artista é uma pessoa que influencia muita gente através de suas declarações e opiniões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here