Com apoio do MinC, Ópera LGBT pode captar quase 4 milhões via Lei Rouanet

O Ministério da Cultura (MinC) ofereceu, ainda sob o governo Dilma Rousseff, parecer favorável para a captação via Lei Rouanet de R$ 3.768.338,00 para a montagem da ópera LGBT “Divas no Arouche”, que deve ter treze apresentações na cidade de São Paulo. Resta apenas que a Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprove o parecer em sua 245a reunião, a qual deve acontecer nos próximos dias 7 a 9 de junho, em Brasília.

De acordo com a justificativa oferecida pelo projeto (e aprovada pelo MinC), “O termo “diva’ se relaciona não só com a beleza, mas com a postura e atitude, e é amplamente utilizado nas redes sociais, sendo incorporado à linguagem cotidiana de jovens e adultos. As drag queens também se inspiram nesse universo das “divas” e da cultura pop para criar seus personagens que retratam a sociedade contemporânea com humor e inteligência. Uma representação da alegria que possibilita a sociabilidade, sair do ‘obscuro – proibido’ imposto por uma sociedade de pensamento machista e repleta de preconceitos.”, pedindo assim, para que o dinheiro tomado da sociedade (a mesma que o projeto chama de “machista e repleta de preconceitos”) seja utilizado para financiar a ópera LGBT.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here