Contra propriedade intelectual, site pirata desafia a justiça e disponibiliza 48 milhões de estudos científicos de graça

O projeto Sci-Hub é o “Hobin Hood” da ciência, rouba as pesquisas protegidas pelo estado e disponibiliza livremente na Internet. Começou em 5 de setembro de 2011 e foi fundado pela neurocientista cazaque Dr. Alexandra Elbakyan com o objetivo de melhorar a popularização do conhecimento, possibilitando o acesso de mais pessoas a conteúdo pago. O domínio original do projeto, Sci-Hub.org, foi suspenso em novembro de 2015 devido à uma decisão judicial. O projeto veio à tona de novo no mesmo mês através de um domínio.

O site se tornou muito popular em países em desenvolvimento como Índia e Indonésia, assim como Irã, China, Rússia e Brasil. Fornecer acesso à pesquisa para instituições com menos privilégios é o objetivo expresso de Elbakyan’s na criação desse site.

“Lutamos contra a desigualdade de conhecimento no mundo todo. O conhecimento científico deveria estar disponível para todo mundo, independente de sua renda, classe social ou localização geográfica. Advogamos pelo cancelamento da propriedade intelectual, ou das leis de copyright, para propósitos científicos e educacionais”, lê-se em um trecho do manifesto do Sci-Hub.

A luta de Elbakyan para manter o site no ar retoma a luta do ativista Aaron Swartz, morto em 2013. Programador e defensor do livre compartilhamento de conhecimento, Swartz foi considerado um dos gênios de sua geração por Tim Berners-Lee, o criador da World Wide Web, a internet (www) como conhecemos hoje.

Com informações de Nexo Jornal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here