Cuba: Jagger lembra que o Rock foi proibido pelos socialistas e diz: “tempos estão mudando”

Na apresentação, o vocalista dos Rolling Stones, Mick Jagger, disse que os “tempos estão mudando”. “Sabemos que há alguns anos era difícil ouvir a nossa música em Cuba, mas aqui estamos nós”, afirmou Mick Jagger, em espanhol.

A banda britânica se apresentou em Cuba três dias depois da visita histórica a Havana do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. O concerto foi incluído, de última hora, na turnê dos Rolling Stones na América Latina.

Um palco de 80 metros de comprimento foi instalado na Ciudad Deportiva, complexo inaugurado em 1959, antes da revolução cubana que acabou por banir o rock do país, uma vez que o regime de Fidel Castro o considerava uma expressão musical ligada ao imperialismo. Ao longo dos últimos 30 anos, o gênero tem sido gradualmente permitido.

1 COMENTÁRIO

  1. CUBA ESTÁ SAINDO DO SOCIALISMO COMUNISTA. ENQUANTO ISSO AQUI NO BRASIL OS PTRALHAS CHEFIADOS POR BANDIDOS E MENTIROSAS QUEREM FAZER EXATAMENTE O CONTRÁRIO.
    LÓGICO QUE NÃO CONSEGUIRÃO. O CHEFE, QUE SE ACHA O MACHO ALFA E SUA QUADRILHA IRÃO PARA CADEIA E DEPOIS PARA A LATA DE LIXO DA HISTÓRIA. ISSO TAMBÉM VAI ACONTECER NA SUPREMA TRAMBICAGEM FEDERAL, ONDE UM CARA CHAMADO TEORIA DA ZAVACA E OUTRO, LEVANDO WISKI, SÃO COMPARSAS DA QUADRILHA. SÃO CANALHAS IMPRODUTIVOS, SEM-VERGONHAS E QUE NÃO ACRESCENTAM NADA AO BRASIL.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here