“Diretas Já” tem fracasso de público no Rio e mal ocupa um quarteirão de Copacabana

Organizado por artistas, partidos de esquerda (PSOL, PCdoB e PT), movimentos de esquerda e sindicatos, o “Lula Já” em Copacabana foi um completo fracasso de público. Enquanto a mídia divulga números inventados pelos organizadores – os mais exaltados chegaram a inventar  que havia 150 mil pessoas no local – vídeos isentos do evento mostram que o ato em defesa de um golpe inconstitucional para haver eleições antecipadas fracassou.

Em vídeo divulgado pela Caneta Desesquerdizadora no Facebook, filmado de um ângulo aberto – ao contrário dos ângulos fechados divulgados pelos organizadores – é possível verificar que o ato sequer ocupou todo o quarteirão do Posto 3 de Copacabana, mesmo contando com a presença de BNegão, Caetano Velozo, Cordão da Bola Preta, Criolo, Digital Dubs, Elisa Lucinda, Mano Brown, Maria Gadu, Mart’nalia, Milton Nascimento, Otto, Petro Luís, Pretinho da Serrinha, Rappin’ Hood, Teresa Cristina e Wagner Moura, além de diversos atores da Globo, bem como dos políticos socialistas Alessandro Molon (Rede-RJ), Lindbergh Farias (PT-RJ), Marcelo Freixo (PSOL-RJ), Randolfe Rodrigues (Rede-AM) e Wadih Damous (PT-RJ).

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

3 COMENTÁRIOS

  1. Muito obrigado, Marcelo e equipe do Ilisp. Todas, e eu digo TODAS, as fotos que vi na mídia eram em angulo fechado e exaltando o sucesso da manifestação. Finalmente alguém da imprensa realmente independente coloca a imagem área e mostra que eram meia duzia de gatos pingados.

    Abraços, continuem com este bom trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here