Ditadura cubana diz que impeachment de Dilma é golpe contra a democracia

O governo do ditador cubano Raul Castro expressou hoje o seu apoio à Dilma Rousseff. De acordo com a ditadura, “setores da direita e representantes das oligarquias, em conluio com a imprensa reacionária do Brasil e apoiados abertamente pelas multinacionais das comunicações e pelo imperialismo, consumaram na Câmara dos Deputados brasileira o primeiro passo de um golpe de estado parlamentar”.

Ainda de acordo com a ditadura cubana, esse é um “ataque baseado em acusações sem provas e sem fundamentos legais contra a democracia brasileira e contra a legitimidade de um governo eleito nas urnas pela maioria do povo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here