Em sala de aula, professor de história classifica Impeachment de Dilma como “Golpe de 2016”

Em um imagem que circula nas redes sociais, um aluno fotografa o professor com a autorização do próprio “profissional” diante de um quadro branco com um bordão da militância petista no cabeçalho – “1º lugar fora Temer (sic)” – e duas colunas onde é feita uma comparação entre o golpe de 1964 e o que ele entendem por “golpe de 2016”. Para piorar a situação, o próprio aluno parece concordar com o que foi explanado, uma vez que descreve o “mestre” como “Professor de História consciente“.

Veja:

blog-189

49 COMENTÁRIOS

  1. Os verdadeiros fascistas são os intolerantes das opiniões contrárias como a esquerda brasileira. E para os desinformados, Dilma e Lula nunca lutaram pela democracia, mas pela ditadura do proletariado, como afirmado pelos próprios ex-colegas de guerrilha (acho que ainda tem tudo no toutube).

  2. Eu já acho dificil descrever o ato de 64 como golpe, visto que se os militares não acabassem com a bangunça, aí sim teríamos um verdadeiro golpe”comunista” no Brasil. O país estava prestes a ser entregue as lideranças vermelhas e o que os generais fizeram, foi ao meu ver interromper o andamento do verdadeiro “GOLPE”. Nos dias de hoje então, nem tenho nada a dizer a esses vagabundos socialistas do bem alheio quando começam com esse mimimi. A eles, o peso da mão da justiça!

  3. Foi um GOLPE mesmo. Os professores têm que mostrar a realidade em todas as suas faces. Se eu estivesse em sala de aula também falaria a verdade. FOI GOLPE, SIM . E dos mais malditos contra a DEMOCRACIA. Esse (des)governo GOLPISTA cairá, alías eu nem o tenho como govervo, minha cosmovisão é libertária e anda por estradas transparentes. FORA TEMER, MALDITO!

    • Você não tem nada de libertária, é apenas mais uma socialista que defende um governo que afundou um país e foi retirado democraticamente.

  4. Professor totalmente despreparados,
    Deve fazer um curso de pós graduação em história da América Latina ou mesmo , só do Brasil, para o bem desses alunos q estão sendo enganados.

  5. Tive aulas com grandes professores de História, mas no meu tempo eles eram inteligentes e sabiam verdadeiramente História. Os de hoje são outra estória.

  6. Tanto o professor quanto os que concordam com a bandidagem facista, tenho uma sugestão: vão quebrar umas vitrines e queimar lixo e pneus ao invés de ficar com tanto mimimi.
    Cambada de bandidos, ladrões, vagabundos, assassinos.

  7. Ver parecer do Supremo ao rejeitar apelo da defesa da ex-presidente para anular a votação do impeachment. Lá está a explicação. Em tempo, 8 ministros foram nomeados no período PT de governo.

  8. Caricatura de professor e é por essas e outras que a categoria goza de tantos privilégios.
    Idiota não reconhece a pantomima montada por Lewandowsky e Renan que ainda rasgaram a Constituição, FATIANDO um texto, através um mísero DESTAQUE. A Constituição só pode ter texto modificado através uma PEC e ainda se acha…

  9. Se chama impedimento constitucional seguido de golpe, pois ela não deve ter direitos políticos após impedimento, você é professor de história, e eu promotor, portanto ao dizer que é “golpe” tem que ter fundamento jurídico, o qual professores de história não têm, e na minha humilde opinião, sequer sabem o “BEABA” constitucional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here