Empresas capitalitas boicotarão estado de Geórgia se lei contra gays for aprovada

A Disney e a Marvel confirmaram suas intenções de parar de filmes seus projetos na Georgia se uma lei sobre liberdade religiosa for aprovada.

Em um depoimento dado ao site Polygon, um membro da Disney disse que “A Disney e Marvel são companhias inclusivas, e por mais que nós tivemos grandes experiências filmando na Georgia, nós planejamos levar nossos negócios para outro lugar onde a legislação não permita que práticas discriminativas sejam transformadas em lei.”

O estado legislativo da Georgia recentemente propôs o “Ato de Liberdade religiosa e Preservação,” o que muitos referiram como uma lei de discriminação. Se aprovada, a lei daria à indivíduos, empresas, entidades governamentais e outros o direito e discriminar homossexuais e outros grupos.

A Disney, e a Marvel em particular, filmaram muitos grandes projetos no estado da Georgia. Guardiões da Galáxia, vol. 2 entrou em produção recentemente em Atlanta; Homem-Formiga e Capitão América: Guerra Civil também foram filmados lá, entre outros.

Outros membros da indústria cinematográfica também se pronunciaram contra o projeto de lei, que está atualmente em pendência. A Motion Picture Association of America recentemente chamou a proposta de “discriminatória”. O presidente da campanha de direitos humanos, Chad Griffin também disse para Hollywood retirar todas as suas produções da Georgia, se a lei foi aprovada.

“Vocês tem a influência e a oportunidade de não só derrotar esta proposta, mas também de mandar uma mensagem de que há consequências ao aprovar leis perigosas e cheias de ódio como esta,” disse Griffin aos presentes em um evento da HRC (campanha de direitos humanos) em Los Angeles no sábado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here