“Filósofa” defensora de assaltos recebeu R$ 77 mil para ensinar “ética” em estatais

A “filósofa” Márcia Tiburi, nacionalmente conhecida após fugir de um debate e ter um vídeo em que ela defende assaltos divulgado (abaixo), recebeu R$ 77 mil de diversos órgãos estatais para palestrar sobre “ética”. A informação foi obtida pelo ILISP por meio de consultas ao Diário Oficial da União, Diários Oficiais estaduais e Portal da Transparência. Todas as contratações foram feitas sem licitação.

Nos últimos cinco anos, os seguintes órgãos estatais contrataram a apresentação sobre “ética” ministrada por Márcia Tiburi: Delegacia da Receita Federal em Juiz de Fora (R$ 11,6 mil), EMBRAPA (R$ 6 mil), Justiça Federal de Santa Catarina (R$ 15,3 mil), Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (R$ 15 mil), Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (R$ 11,6 mil), Universidade Federal de Campina Grande (R$ 7 mil) e Universidade Federal de Pelotas (R$ 10,5 mil), totalizando R$ 77 mil reais dos pagadores de impostos gastos com o ensino da “ética” feito por Tiburi.

A “filósofa”, entretanto, faturou ainda mais prestando outros serviços a órgãos estatais. Uma palestra para o Tribunal Regional do Trabalho da 24a Região sobre “Memória” rendeu R$ 11 mil em 2008. Três palestras para o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul custaram R$ 15 mil em 2012. A divulgação de um livro da própria Márcia Tiburi, o romance “Era Meu Esse Rosto”, custou R$ 16 mil aos pagadores de impostos do Ceará em 2012. Já um convite para falar sobre “Direitos das Mulheres” para a bancada feminina da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina custou R$ 12 mil em 2017.

Mesmo a entrevista em que defende assaltos – realizada no programa “Espaço Público” da TV Brasil (abaixo) – não saiu do bolso de Márcia: realizada para divulgar outro livro da “filósofa”, “Como Conversar com um Fascista”, a aparição televisiva custou R$ 457,90 aos brasileiros.

No total, a “filósofa” que afirma ser “favorável ao assalto” embolsou, do dinheiro tomado a força de milhões de contribuintes brasileiros, um total de R$ 162.306,90 desde 2008. O valor, entretanto, certamente é ainda maior: Tiburi também palestrou no “XI Encontro Institucional da Magistratura do Trabalho do Rio Grande do Sul”, realizado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4a Região, onde a totalidade de palestrantes (cuja “estrela” era Leandro Karnal) custou R$ 36,2 mil aos trabalhadores brasileiros; e também foi responsável por falar sobre “ética” no “XII Seminário de Gestão da Ética nas Empresas Estatais”, organizado pelo Banco do Nordeste e cuja contratação não foi localizada pelo ILISP.

 

Márcia Tiburi ensinando “ética” aos bancos estatais, Correios, Eletrobras e Infraero

16 COMMENTS

  1. Dentro desta lógica do absurdo, seria válido o linchamento, já que a justiça é morosa?

  2. Como ela foi contaminada pelo Capitalismo, ela não viu outra saída senão assaltar os cofres públicos. Ela roubou R$ 162.306,90 do povo para fazer palestra sobre ética.

    Agora já dá para entender porque assaltar o dinheiro dos trabalhado suado do trabalhador é algo ético para se fazer.

  3. Avisa o Caetano Veloso que quando roubaram o caminhão de som do show dele, era algo ético para se fazer.

  4. Ta explicado porque ela é “a favor” de assalto, ela propria assaltou os cofres publicos, com palestra sobre “ética” é mole ou vai molho.!!!

  5. Isso sim é concentração de renda, tira dos pobres e dá aos ricos, ou seja, ela.
    Nunca imaginei que esta pessoa fosse mau caráter.
    Que decepção.

  6. Não é atoa que ela defende assaltos, ela é uma assaltante do dinheiro dos impostos que somos obrigados a pagar a o governo. comunista bandida.

  7. Dentro da logica desta tiburcia, todo e qualquer ato efetuado por alguém, que produza dano moral ou físico a outro é justificável? Tome se a frase por esta proferida, e substitua se o verbo, podemos então optar por denegrir, atacar verbal ou fisicamente, estuprar, matar….? A meu ver não tem nada de filosófico.

  8. Agora entendi porque ela defende o assalto: legisla em causa própria. TODO o COMUNA adora MAMAR nas fartas tetas do governo as custas dos miseráveis que esta maldita doutrina fabrica aos milhões…

  9. Essa gastança só pode ter sido feita pelo petralhismo existente nas instituições estatais. Vai ser difícil desinfetar esse aparelho de Estado!

  10. É para isto que a esquerda gosta de Ocupar a gestão dos RIs e RHs nas empresas estatais.
    Para financiar os seus.

  11. Gostaria de um esclarecimento, o porque da maioria das palestras serem contratadas por órgão governamentais, senão todas, que faz essas contratações e por que de tantas palestras para servidores a maioria inúteis, que prestam um péssimo atendimento.

    • Com “palestrantes” neste nível o que já uma porcaria só tende a ficar pior… sem contar que tudo “sem licitação”…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here