Governo Macri indica transsexual como Coordenadora de Diversidade

Na cadeira de presidente há menos de dois meses, a atuação de Macri tem deixado a esquerda argentina de cabelo em pé. Foram demissões de funcionários comissionados, redução de impostos, eliminação de regulações e limitações estatais e toda sorte de medida que vai contra a lógica da esquerda. Agora o liberal Macri resolveu deixar a direita também de cabelo em pé.
Pela primeira vez na história da Argentina, uma transsexual foi indicada para um cargo no governo. Mara Pérez Reynoso, de 26 anos, assumiu nessa semana o cargo de Coordenadora de Diversidade do Ministério da Segurança. Católica e liberal, Mara defende o fim dos subsídios para transsexuais, que segundo ela “acabam com a cultura do trabalho e busca acabar com a discriminação por meio do dinheiro estatal, além de gerar revolta justificada naqueles que trabalham e pagam pelo subsídio”.

Com informações do jornal El Mundo

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

24 COMENTÁRIOS

  1. Esses “Subsídios” é único e apenas para os Transexuais? o que seriam ? aplicado em que produto?? a subsídios pra tudo e para todos porem e isentar apenas os Transexuais ai é “Privilégios”

  2. Macri continua conservador! Pessoas de mente curta: Ser convervador e liberal não é andar babando fogo contra LGBTs e trans. A exceção, é a estirpe podre do conservadorismo moralista.

  3. Nada melhor do que pôr alguém que supostamente, de acordo com a esquerda, deveria ser a favor dos subsídios e de todo o assistencialismo que o movimento socialista LGBT e feminista promove, para justamente lutar contra os tais movimentos sociais socialistas.

  4. Isso não deixa direita de cabelo em pé. Inclusive as medidas tomadas foram boas. Não me importo se a pessoa é gay ou transex se ela estiver fazendo a coisa certa.
    Não tenho nada contra a pessoa.Como cristão, meus valores dizem que a prática homossexual é pecado, assim como a poligamia, adultério e outras coisas.
    Se alguém tem competência para determinada função, ser gay ou transex não impede a pessoa de exercer o cargo.

    Do jeito que foi colocado parece que é uma unanimidade que conservadores são preconceituosos.

  5. Malandro, lendo os comentários desse post, fico perguntando: como é que esse bando de conserva chegou aqui? Um comentário mais infeliz e fedido a formol e salmoura do que o outro.

    • O problema meu caro retardado mental com foto fake, não é o Macri, nem o transexual – nenhum conservador é contra contratação de homossexuais, ou transexuais, ou o que quer que seja: seria um absurdo isso. Mas contratar pela condição da pessoa não é o certo; mas não é esse o caso, o caso meu caro retardado mental é o Gayzismo. Será que Macri não será Gayzista? Já ouviu falar de Gayzismo? É igual Feminismo que você conhece, mas certamente o Gayzismo você não deve conhecer – claro, pois é um retardado. Gayzismo consiste em tornar todo discurso, seja ele religioso ou não, a prática homossexual um crime, portanto, isso é Gayzismo. Macri pode até instaurar lá “casamentos” para os necrófilos, pedófilos e homossexuais – isso pouco importa! Mas o que ele não pode fazer é criminalizar o discurso, e obrigar a população a engolir essa diversidade, igual fazem aqui no Brasil, e no resto do mundo, onde a opinião baseada na religião é banida da vida pública, e críticas acerca da homossexualidade sejam punidas e criminalizadas em Foro publico.

      Essa é a questão! Outras questões não vêm ao caso, pois essa é uma discussão a respeito dessa ação dele. Falando de modo raso, ele não fez nada demais, porém, é preciso observar se esse tal católico transexual não fará ativismo gay, e irá impor isso em futuros programas de diversidade; essa é a questão. Entendeu meu caro cérebro de minhoca?

  6. “Agora o liberal Macri resolveu deixar a direita também de cabelo em pé” Han?

    Que que tem ser conservador e respeitar transsexual?, o que o Bolsonaro luta é contra justamente subsídios estatais para eventos LGBT, material erótico com intenção de ensinar sobre sexo para crianças, POLITICA DE COTA para homossexuais, lei de homofobia, ou seja politicas socialistas de privilégio para homossexuais, seu animal.

    Ninguém liga se você tira a camisinha andando para frente, Marcelo.

    • Bolsonaro é um estatista que acabou de descobrir que o discurso liberal pode fazer ele ganhar alguns votos extra. Se ele realmente lutasse contra políticas socialistas, estaria lutando para tirar o controle da educação das mãos do estado (ou seja, do MEC), e não enxugando gelo fazendo populismo barato a cada nova invenção estatal.
      No mais, só tendo sérios problemas psicológicos pra tentar definir a preferência sexual do autor de uma notícia com base na notícia em si.

      • Puta que o pariu, Bolsonaro é deputado a 20 anos, Marcelo, eu não disse que ele sempre foi liberal- aliás quem era liberal no Brasil, bem antigamente, você era? Se era, parabéns, era uma grande excessão do pensamento politico brasileiro- Mas ele sempre foi a favor da meritocracia, e contra a esquerda, que é a única coisa importante.
        Que grande viadagem ficar chamando conservadores de “estatistas”, equiparando a figuras de socialistas que defendem toda intervenção estatal, principalmente as que destroem a sociedade. Bolsonaro só tem valores morais, como qualquer libertário tem com o princípio de não-agressão(que limita a liberdade, diferente da plena anarquia), mas é evidente que não passa disso, mané.

  7. O Macri tem um viés conservador sim, ele NÃO proíbe a transexualidade, ele só não permite que seja estimulado por meios estatais/públicos; antes de tudo, ela é uma pessoa, se ela produz e gera riqueza igual qualquer outro ser humano então não há porque censurar ela, não estamos na URSS. E ela tem bom senso, pois “defende o fim dos subsídios para transsexuais”.

  8. não é nada de avanço LGBT coisa nenhuma; o negro jabuticaba fernando holiday é homossexual e tem ódio tanto de homosseuxais quanto de negros; clodovil era homossexual e tinha ódio do movimento LGBT; ser homossexual não significa estar do lado dos gays; há homossexuais homofóbicos de direita, assim como há negros racistas e mulheres machistas. ora se há pobres que votam na direita! há tudo no mundo então. essa trasn é apenas mais uma recalcada. ela não representa o movimento gay.

    • Ah ok, então a esquerda tem o monopólio da virtude, se é negro de direita é racista, se é gay de direita é homofóbico, se é mulher de direita é machista …
      Pensamento mais que raso, é burro mesmo, mas o que esperar de alguém que segue a linha de pensamento de pessoas como: Pol Pot, Mao Tsé-Tung, Kim Jong-un, Lenin, Stalin, Fidel, Raul, Che e etc.
      Só mais um idiota útil (para a esquerda), que na verdade não passa de um inútil.

  9. Esse Macri é malandro, botou um traveco que “defende o fim dos subsídios para transsexuais” , assim não tem como chamar um viadão de mophobics

  10. Engraçado, quando foi a respeito do aumento na conta de energia, esquerdosos e eleitores do PSOL compartilharam a rodo para provar o suposto fracasso e tirania do governo de direita do Marci. Entretanto, a essa notícia, que significa um avanço significativo na pauta dos direitos LGBT, não estou vendo nenhum esquerdista ou militonto falando a respeito ou compartilhando. Por que será?

    • É porque eles não preocuparam em se informar.

      O aumento da conta de luz se deu por causa da extinção do subsídio.

      A economia aos clientes ocorrerá através da diminuição dos impostos que houviam para viabilizar tal subsídio.

    • É simples, porque isso contradiz o “monopólio da inclusão” que a só a esquerda afirma ter exclusividade, isso vai contra a luta política socialista!!

    • E o principal de tudo nessa notícia do aumento de energia: Eles não leram a notícia.

      Por que? Simples, as notícias diziam que o aumento era um recurso usado para recuperar as “contas” totalmente extrapoladas pela esquerda que estava no governo. Olha só, governos de esquerda afundando a economia do país, que coincidência não? rsrsrs

      Outro detalhe a se considerar é que esse foi o único aumento que vi o Macri fazendo. E é de se considerar que o governo dele realmente está cortando gastos e se livrando de “pelegos” do antigo governo. Enquanto isso, no Brasil, ouvimos algo relacionado a corte de gastos? Nada, só aumento de impostos. E como todo bom esquerdista, não entendem de economia e com certeza jamais estudaram sobre a Curva de Laffer

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here