Graças ao socialismo, venezuelanos brigam para comer comida do lixo

A crise econômica e política da Venezuela causada pelo socialismo, que trouxe consequências sociais gravíssimas como escassez de alimentos, exige que os venezuelanos tomem atitudes cada vez mais drásticas para conseguir sobreviver. Além dos casos de prostituição infantil e das pessoas matando animais domésticos para se alimentar, os lixões se tornaram campos de batalha para quem está passando fome, visto que nesses lugares as pessoas podem conseguir restos de comida ou material reciclável para vender.

Os lugares mais disputados e com “melhor comida” são aqueles que recebem restos de padarias, restaurantes e mercados. Dentre os catadores de lixo existem aqueles que são formados numa profissão, mas, em razão da crise e dos baixos salários, não conseguem obter um emprego.

Os atos de violência também são comuns para disputar os melhores restos de comida e há conflito também com os policiais venezuelanos, que confiscam o material reciclável ou o dinheiro ganho com sua venda.

Na ditadura socialista venezuelana, os lixões se tornaram a fonte de comida de muitas pessoas
VIAEFE
SHARE
Vanessa Rodrigues
Bacharel em Serviço Social, co-fundadora do grupo de estudos Libertas UECE e membro do grupo de estudos Dragão do Mar.

1 COMMENT

  1. “El socialismo del siglo XXI”, nas palavras de Chavez, fazendo suas vítimas. Ah, mas deturparam Marx, por certo. Na próxima vai dar certo. Francamente…
     https://bordinburke.wordpress.com/2017/01/09/ue-o-problema-nao-era-a-gestao-privada-do-presidio-ou-olha-a-terceirizacao-e-mentira/

LEAVE A REPLY