Home Notícias Guga Chacra chama Dia da Independência da Polônia de “nazista” e cônsul...

Guga Chacra chama Dia da Independência da Polônia de “nazista” e cônsul desmente

Em mais uma amostra do nível de fake news divulgadas pela velha mídia, o correspondente da GloboNews em Nova Iorque, Guga Chacra, divulgou em seu Twitter oficial que “cerca de 60 mil pessoas participaram de manifestação nazista na Polônia defendendo uma Europa apenas para os brancos”, replicando uma informação dada pelo jornal de esquerda inglês The Guardian.  A marcha, entretanto, ocorreu em comemoração ao Dia da Independência da Polônia (11 de novembro) e não teve caráter “nazista”.

A divulgação da informação falsa levou a cônsul da Polônia no Brasil, Katarzyna Braiter, a enviar diversas mensagens públicas ao correspondente da GloboNews para desmentir a falsa notícia. Nelas, a cônsul afirma: “como o Senhor persiste nas suas informacoes falsas a carta do Embaixador da Polonia protestando contra suas acusacoes em que o Senhor culpa todos os participantes por excessos somente de alguns vai ser enviada a redacao do Globo”.

Katarzyna também afirmou que a sua própria família “estava nesta passiata comemorativa e havia la excombatentes da II Guerra Mundial que lutaram contra nazismo” e que os poloneses mostram “repudio contra o nazismo e pessoas deste tipo que nao tem tolerancia para que isso nunca aconteca mais”. Confira:

 

A Polônia foi um dos países mais devastados pelos nazistas. Uma semana depois da assinatura do Pacto Molotov-Ribbentrop (até então, secreto) entre a Alemanha Nazista e a União Soviética, ambos os países invadiram a Polônia em setembro de 1939, deflagrando a Segunda Guerra Mundial. Cerca de 6 milhões de cidadãos poloneses – quase 21,4% da população do país – morreram entre 1939 e 1945 como resultado da invasão e da guerra.

26 COMMENTS

  1. Por episódios como esse, é que não confiamos na veracidade das informações transmitidas pela Globo News. Assistimos às notícias, mas com descrédito profundo. Um grande pesar não termos fontes de informações confiáveis.

  2. Eu,se fosse o governo polonês, processaria esse “jornalista de meia-pataca”,por danos morais e exigiria um pedido de desculpas público.

  3. – Um excelente livro para ser lido sobre as barbaridades dos nazistas na Polônia são as memórias de Julian Kulski, que aos 15 anos de idade integrou o exército polonês dos voluntários da pátria. A Polônia foi rifada pelos aliados ocidentais (EUA, França e Inglaterra) como “prêmio” ou “pagamento” pela URSS ter combatido o exército alemão. A União Soviética poderia ter se limitado a expulsar os alemães de seu território, mas avançou até Berlim. A Alemanha pressionada por várias frentes não conseguiu sustentar a máquina de guerra e suas defesas. A Polônia sofreu 6 anos nas mãos dos nazistas e mais 35 nas mãos dos comunistas. Por tal razão os poloneses ojerizam os regimes totalitários socialistas.

    – Basta um pouquinho do conhecimento da história para ter certeza que Guga Chacra não sabe o que diz, estando completamente divorciado do mundo real. Só espero que o primeiro nome dele seja Augusto e não Gustavo. Detestaria ser xará dele.

    • Waack foi rifado da Globo porque em uma matéria que falava dos 100 anos da revolução soviética ele sentou o malho no comunismo.

    • Com uma bomba dessa , um comunista que ganha para mentir e fazer contenda , desrespeitar um país e o Cônsul , e esse aí preocupado com um erro gramatical ! Rialmente isso e demais é !!

  4. Interessante o fato, que a Polônia foi um dos primeiros a fazer levantes contra o soviéticos, onde o comunismo se tornou crime e negou visto para imigrantes de origem duvidosa. Sem contar o fato, que sofreu horrores nas mãos dos nazistas e depois no regime comunista.
    Basta ver o filme “Chuck Norris contra o Comunismo” para entender o que o país passou.

  5. Faltou informar que vocês transcreveram os twits da cônsul “ipsis litteris”, que já estão reclamando do português do texto.

  6. A Globo está se especializando em divulgar mentiras. Por isso não assisto ou leio nada produzido por ela.

  7. Os correspondentes da Globo News sempre se valem de retransmitir notícias dos jornais estrangeiros; basta traduzir. Cômodo, não?!

  8. Só acho que cada cidadão polonês deveria entrar com um processinho contra a #GloboLixo e seu correspondente, com direito a retratação em horário nobre e tudo!

  9. A Globo não é de hoje que ela comenta barbaridades sobre tudo e não é só na Globo News, toda a programação da Globo e suas mídias são de intolerância, eles apoiam quem eles acreditam que pensam como eles e mutilam aqueles que pensam ao contrário!

  10. Falar de antissemitismo cometido por polonêses é um absurdo, visto que os judeus do país foram bastante perseguidos durante a Segunda Guerra.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here