Histórico: candidato do Partido Libertário atinge 11% de intenções de votos nos EUA

As eleições presidenciais americanas sempre foram polarizadas entre o Partido Republicano e o Partido Democrata, e não é diferente nesse ano. A novidade nessa eleição é o candidato libertário Gary Johnson, que aparece com 11% das intenções de votos. Ele ainda precisa de 4% a mais para participar dos debates presidenciais, como determina a Comissão de Debate Presidenciais, mas ainda assim, é um índice histórico para o Partido Libertário.

Gary Johnson defende a liberdade de expressão plena, liberdade individual com responsabilidade e propõe uma drástica diminuição do estado. Nos dois pontos mais polêmicos dessa eleição presidencial, imigração mexicana e guerra ao terrorismo islâmico, Gary Jonhson se apresenta como uma alternativa em meio aos discursos extremos de Donald Trump e Hillary Clinton. O candidato libertário defende ações para frear o financiamento do terrorismo por meio de parceiros no Oriente Médio e maior facilidade de imigração de pessoas que querem trabalhar nos Estados Unidos.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

1 COMENTÁRIO

  1. Ué? A proposta do partido libertário está no LP.org em inglês e espanhol, e já circulam versões brasileiras da de 2012 e do Canadá de 2014. Defendemos revogar as leis proibicionistas, a interferência governamental em questões de aborto, e o imposto de renda copiado do manifesto comunista. Os libertários procuram soluções que não exigem a agressão contra a pessoa humana, primando pela defesa dos direitos individuais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here