Instituto de sócia do Itaú persegue Nestle por copa esportiva para crianças carentes

O Instituto Alana resolveu notificar a Nestle por ter promovido a “Copa Nescau”, uma competição de basquete, futsal, handebol e vôlei voltada para crianças carentes entre 10 e 12 anos.

De acordo com a ONG, a Nestle teria vestido “coletes com a estampa do raio amarelo, símbolo da Nescau, por cima dos uniformes escolares” das crianças e entregue “medalhas e troféus com os dizeres ‘Copa Nescau’ e os logos e símbolos da marca” como premiação da Copa, o que deveria ser banido por “direcionar sua mensagem ao público infantil para convencê-los a consumir os produtos da marca Nescau”.

Criado por uma das herdeiras bilionárias acionistas do Itaú, Ana Lucia de Mattos Barretto Villela, o Instituto Alana atua para eliminar ao máximo a propaganda infantil, permitindo assim que as mídias fiquem ainda mais dependentes das propagandas do governo e de bancos como o Itaú do qual ela é acionista. O instituto vive dos rendimentos de um fundo patrimonial de  300 milhões de reais formado por Ana Lucia.

VIAAdNews, Exame
SHARE
Marcelo Faria
Presidente do ILISP e empreendedor.

5 COMMENTS

  1. Como alguém já disse em algum lugar “é preciso ser muito louco, ou muito burro, para empreender no Brasil!”. E esta máxima vale até mesmo para a filantropia.

  2. – Muda o nome do campeonato para Copa Ronald Reagan e manda esse povo de esquerda chupar parafuso até virar prego.

  3. Uma mulher bilionária as custas do estado por não permite concorrência bancária e da escravidão de dezenas de milhões de brasileiros com juros estratosféricos e taxas abusivas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here