Macri é agredido por socialista no interior da Argentina

Em visita para um fórum local na cidade de Río Ceballos, Córdoba, na última semana, o presidente da Argentina, Maurício Macri, teve uma amostra de como a esquerda está cada vez mais agressiva e descontente com as medidas liberais tomadas pelo presidente.

Ao chegar ao local do fórum, Macri foi recebido tanto por manifestantes a favor do governo quanto por membros do Movimento Socialista dos Trabalhadores (MST). Uma das socialistas conseguiu burlar a segurança presidencial, agrediu o presidente com um violento empurrão e tentou acertá-lo com uma carteira, quando foi contida pela segurança presidencial.

Ainda que não tenha havido maiores consequências, o episódio assustou o presidente. Em entrevista ao La Nación, Macri disse que, naquele momento, se “assustou de verdade porque a senhora o ameaçava com um dos braços no alto”, o que poderia significar uma faca, por exemplo.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo: