Macri pretende reduzir impostos para aumentar renda dos trabalhadores argentinos

Em mais uma etapa para tornar a Argentina mais liberal, Maurício Macri irá se reunir esta semana com as maiores centrais sindicais do país, que pleiteiam um aumento no piso salarial de até 30%. Macri, entretanto, tem uma outra ideia para aumentar os salários dos trabalhadores argentinos: reduzir os impostos.
O pacote de propostas que Macri irá apresentar aos sindicalistas argentinos inclui a elevação da faixa de isenção do imposto de renda sobre as pessoas físicas para 30.000 pesos (sem aumento dos impostos sobre outras faixas de renda) e a redução do IVA (imposto sobre valor agregado, principal imposto sobre os produtos) sobre os produtos da cesta básica.
As reduções de impostos irão representar uma soma de 30 bilhões de pesos a menos nos cofres argentinos, mas que serão cobertos pelo corte de 60 bilhões de pesos em subsídios estatais na conta de luz.

Com informações do La Nación

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here