Maria do Rosário pede investigação da PF contra Danilo Gentili por “crime contra a honra”

A Procuradoria da Câmara dos Deputados solicitou à Polícia Federal que o humorista Danilo Gentili seja investigado criminalmente. Na semana passada, o apresentador do SBT divulgou um vídeo no qual rasga uma notificação extrajudicial da deputada Maria do Rosário (PT-RS) e a envia de volta à deputada petista com um “cheirinho especial”.

O documento é assinado pelo procurador parlamentar Carlos Marun (PMDB-MS) e pela própria Maria do Rosário. Segundo o ofício, Gentili extrapolou seu “legítimo direito constitucional de manifestação”, agredindo “a imagem da deputada, da Câmara e de todos os parlamentares”. Além disso, o documento aponta que o vídeo “incentiva o ódio” e seria a prova da prática de “crimes contra a honra” (injúria e difamação), “crime de ultraje público ao pudor” (ato obsceno) e “crime contra a administração pública” (desacato).

Na semana passada, o desembargador Túlio de Oliveira Martins, do Rio Grande do Sul, concedeu liminar determinando a censura e remoção do vídeo nas redes sociais. Para o desembargador, o vídeo é um “grave dano à imagem da deputada”, além de ter conteúdo de “natureza misógina”.

A deputada Maria do Rosário é investigada, em inquérito já aberto pelo STF, por ter recebido R$ 150.000,00 da Odebrecht, por meio de Caixa 2, para a sua campanha em 2010.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here