Médicos fazem filas para trabalhar na empresa dr.consulta

No setor público de saúde faltam médicos e sobram filas enormes de pacientes, mas nas clínicas de baixo custo tem fila de médicos querendo trabalhar. Ao todo, são 250 profissionais aguardando uma vaga de emprego. A rede dr.consulta conta com 450 médicos, mas a expectativa é chegar a mil médicos até o final deste ano, quando 18 novas unidades serão abertas.

A intensa procura se deve ao modelo de remuneração, que não é fixo. Como um prestador de serviços, o médico recebe de acordo com o serviço executado. Caso receba uma boa avaliação dos pacientes, o médico aumenta seus rendimentos com um bônus. Assim, pode ganhar mais do que ganharia atendendo planos de saúde, sem arcar com custos de consultório.

“No SUS, a gente sabe que o tratamento acaba sendo muito aquém do que deveria e os planos pagam pouco. Aqui recebo um salário justo, fazendo algo diferente” diz a otorrinolaringolista de 33 anos, Samanta Dallagnese, que trabalha na rede 4 dias por semana, em período integral.

A ineficiência estatal do Sistema Único de Saúde (SUS) e o alto custo dos planos de saúde, regulados pela Agência Nacional de Saúde (ANS), confirmam a eficiência da iniciativa privada, onde médicos preferem trocar empregos em hospitais públicos e em clínicas que atendem planos de saúde pelo modelo dr.consulta.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

10 COMENTÁRIOS

  1. Pagava R$ 1,600,00 / mês no plano, impossível na realidade de hoje. Vc vai a uma consulta médica o cara te cobra de R$ 350,00 a R$ 500,00 reais mas atende o PLANO de Saúde que lie PAGA ridículos R$ 40,00 . Ora nada Mais lógico que fazer um Produto no meio do Caminho em que as consultas seam pagas a maoir que o PLANO mas bem menos que ELES cobram do particular! ÓBVIO! Parabens PELA INCIATIVA!

  2. POR ISSO QUE SO A FAVOR DA DEMOCRATIZACAO DOS METODOS DE ATENDIMENTO DE SAUDE. ASSIM COMO EM MASSACHUSETTS. NAO EXISTE UM MODELO SO. CENTROS COMUNITARIOS, SISTEMA PRIVADOS, SISTEMAS PUBLICOS, UNIVERSITARIOS. AQUI SO FICA SEM TRATAMENTOS SE A PESSOA TIVER A INDISPOSICAO DE IR AO MEDICO. QUE E BEM CULTURAL DOS LATINOS E NEGROS, E FACO PARTE DOS DOIS GRUPOS. AS MEU MEDICO PRECISA PUXAR MINHA ORELHA E AMEACAR NAO ME ATENDER MAIS SE NAO COMPARECER NO CONSULTORIO NO MINIMO 3 VEZES POR ANO. ISSO PORQUE ALGUMAS DOENCAS SE DETECTADA NUM ESTADO ELEVEDO FICA MAIS CARO PARA O ESTADO E PARA OS SEGUROS. A PREVENCAO E BARTO. AQUI OS MEDICOS E ASSOCIACAO BRIGA PELAS MELHORIAS DA SAUDE, NO BRASIL OS MEDICOS ESPERA A VONTADE POLITICA. TUDO ESBARRA NA CULTURA TANTO PARA MELHORAR QUANTO PARA PIORAR.

  3. “Sem arcar com os custos do consultório”??

    Amigo, os custos já estão embutidos nos valores que o médico NÃO RECEBE.

    • Fim do mundo né, essa empresa explorando a mais valia dos coitados dos médicos aproveitando-se da ignorancia destes trabalhadores.

    • Custos que o profissional que atende não arca para montar a estrutura. Monte um consultório, com apenas UM funcionário, CLT, certinho, e depois nos conte qual seu custo fixo mensal. Vai ajudar bastante os colegas a decidirem que caminho tomar. Vamos debater.

    • Já vem o cara com papinho mole… Resolutibilidade… Diretrizes do sus… MimimiMimimi…

      Esse sistemas são consultas! Não é uma unidade hospitalar ou pronto atendimento. São consultas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here