“Mídia Ninja” confirma que é financiada pelo bilionário George Soros para ser “mídia livre”

Uma das principais mídias de esquerda “contra o grande capital internacional” confirmou que é financiada por um dos maiores bilionários e financiadores da esquerda pelo mundo, o húngaro-americano George Soros.

Em artigo publicado em seu site oficial após matéria do ILISP divulgar que o “Mídia Ninja” recebeu apenas no último ano (de agosto de 2015 a agosto de 2016) o valor de $80.000 (R$ 250.000,00) da Open Society Foundation de Soros para divulgar as ideias de esquerda pelo país, o “Mídia Ninja” informou que “realizamos um projeto em parceria com a fundação citada, assim como realizam, com a mesma fundação, dezenas de outras iniciativas progressistas e de mídia livre no Brasil e em todo o mundo”.

O coletivo, que se diz “independente” e “mídia livre”, informou também que “não há qualquer ilegalidade neste processo” e que está sendo alvo de “ataques e tentativas de criminalização”. A matéria do ILISP em nenhum momento mencionou que o financiamento é ilegal, apenas que se trata de uma enorme hipocrisia.

Entre as divulgações feitas em sua página no Facebook, o Mídia Ninja (acrônimo para “Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação”) declara que “a mídia tradicional serve ao mercado, serve ao grande capital, e jamais estará ao lado daqueles que lutam por direitos humanos, sociais e por políticas públicas”. Além disso, em seu FAQ o coletivo “independente” afirma que “as grandes corporações de mídia vivem uma intensa crise (…) de credibilidade, por anos e anos de omissão e manipulação de informações em prol do poder econômico e de grupos políticos de seu interesse.”

Outras instituições de esquerda brasileiras também receberam financiamento de George Soros, como o Instituto Fernando Henrique Cardoso (R$ 350.000,00), Actantes – Ação Direta pela Liberdade, Privacidade e Diversidade na Rede (R$ 190.000,00), Casa Fluminense (R$ 640.000,00), Instituto Tecnologia e Sociedade (ITS) / Mudamos.org (R$ 1.100.000,00) e Rede Nossa São Paulo (R$ 1.600.000,00), além da agência “A Pública”, ligada a Leonardo Sakamoto.

41 COMENTÁRIOS

  1. Por volta de 2017 algumas páginas direitistas do Facebook revelaram nomes de mais de 40 mídias grandes, médias e “independentes” que recebem dinheiro de globalistas, e a lista continha ainda os saldos anuais de cada uma dessas mídias, geralmente com dinheiro vindo da Open Foundation Society da família Soros (do George Soros), assim como dinheiro da família Rockefeller, família Rostchild e Fundação Ford. Vocês conseguem tal lista para divulgar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here