Papai-estado: Câmara de Rio Preto proíbe festas open bar na cidade

A Câmara de Rio Preto aprovou nessa terça feira dia 22, o projeto de lei que proíbe festas open bar no município. Para conseguir o apoio dos vereadores, Larranhaga, autor do projeto, teve de ceder a cinco emendas ao texto original. Com isso, a festa open bar pode ocorrer em eventos com finalidade 100% beneficente, em bailes de formatura, casamentos e aniversários. A distribuição de bebida também está liberada em eventos que ofereçam comida à vontade. Larranhaga apresentou emenda para excluir petiscos – como salgadinhos, lanches, patês, pastas, torradas, castanhas, amendoim e batata frita tipo chips – do item comida à vontade.

“Não podem petiscos que enganem o estômago e enganem a população. Pode-se fazer festa open bar desde que tenha comida, desde que tenha sustância para que o frequentador não tenha overdose de bebida alcoólica. Com comida, que não é essa enganação a população pode se resguardar”, disse Larranhaga. “O que pode é alimento de verdade.” Houve confusão no Legislativo antes da votação. Organizadores de festas open bar e pessoas contrárias a esses eventos bateram boca nas galerias do Legislativo. O psiquiatra Ururahy Barroso, a favor da lei, era um deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here