Para agradar movimentos sociais, Dilma assina decreto para a reforma agrária

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta sexta-feira (1º), em evento no Palácio do Planalto, decretos que desapropriam terras para a reforma agrária e regularização de quilombos. Essa é uma estratégia do governo, a chamada “agenda positiva”, uma tentativa de tentar agradar movimentos sociais para defender a presidente da república contra o “Impeachment”.

O Movimento dos Sem-terra (MST), que é um dos principais movimentos que organiza protestos em favor da presidente, seria um dos beneficiados pelo decreto. A medida pode incentivar os militantes do MST, que estão há 13 anos sem receber terra, a defender o governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here