Presidente do Conselho de Psicologia foi à Venezuela apoiar Maduro às custas dos psicólogos

O presidente do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Rogério Giannini, esteve há três meses na ditadura socialista da Venezuela para participar do evento “1º Foro Internacional Violencia e Operaciones Psicologicas“, ocorrido entre os dias 11 a 15 de junho de 2017. De acordo com o Ministério do Poder Popular para a Comunicação e a Informação da Venezuela, o objetivo do evento era abordar “a violência que setores da direita têm pretendido instaurar no país”. O evento foi dirigido pessoalmente pelo ministro Ernesto Villegas, contou com a presença do ditador Nicolás Maduro e teve Rogério como um dos “especialistas” para tratar do assunto objetivo do “foro”.

Rogério Giannini, presidente do CFP, junto com o ditador Nicolás Maduro
Rogério Giannini, presidente do CFP, junto com o ditador Nicolás Maduro

Rogério não apenas tirou fotos com os presentes, incluindo o próprio ditador Nicolás Maduro, como sua viagem foi paga pelos 300 mil psicólogos do país que são obrigados a financiar o CFP todos os anos pagando até 431 reais por ano. De acordo com informação divulgada no site de Transparência do CFP (como autarquias federais, todos os Conselhos Profissionais são obrigados a divulgar seus gastos), o apoio ao ditador Nicolás Maduro custou R$ 4.639,46 ao bolso dos psicólogos brasileiros.

rogerio-empenho

Rogerio também declarou, em vídeo às vésperas das eleições de 2016, que é uma “pessoa de esquerda, com pautas de esquerda” e, portanto, apoiaria uma candidata a vereadora pelo PT em São Paulo. Confira:

https://www.facebook.com/rogerio.giannini/videos/vb.100002563899992/1184074485021337/

52 COMENTÁRIOS

  1. Os advogados são tão velhacos que dirão : Não temos conselho temos a OAB que é uma ordem portanto ,se quiserem acabar com os conselhos ,a OAB não poderá ser extinta pois não é um conselho.

  2. Isto é um ABSURDO! Que ele seja de esquerda, que apoie a ditadora opressora e desumana (redundante…), é uma questão dele, mas não pode financiar viagens com o dinheiro de uma classe profissional! Vá com seu proprio dinheiro!!!
    E, psicólogas e psicólogos, que não apoiam isso … vamos ficar amordaçados?!
    ESSE CONSELHO NÃO ME REPRESENTA!!!!!

    AB-ABSURDOOOOO!😡

  3. Já existe um pequeno movimento em Brasilia com a senadora Joice,pedindo extinção desses ” conselhos”,que servem apenas para pegar dinheiro dos pobres trabalhadores,obrigados por leima pagar anuidade para poder exercer sua profissão.Vide o CRECI,que apenas serve para vigiar seus contribuintes….

    • Concordo com a extinção destes órgãos ou então que a contribuição ou participação seja voluntária porque do jeito que está parece coisa de miliciano.

  4. Conselhos são tetas abertas, sem qualquer função real que não empreguismo, burocracia, extorsão de profissionais, atrapalhando o mercado e sem contar as suspeitas de enriquecimento do pessoal que mama em volta disso.
    Um dos mais vergonhosos é o CRECI que comprou um quarteirão na Av. Indianápolis em SP. Perguntei a um funcionário a utilidade do Creci. A resposta é que o órgão impede as construtoras de enganar o consumidor. Perguntei como (?). A resposta é que ele verificam se os corretores de imóveis tem carteirinha do CRECI.

  5. Tem que acabar com esses conselhos.
    Só servem aos interesses dos presidentes e seus comparsas e para enriquecerem as custas dos associados.

  6. Impressionante alguém apoiar um desequilibrado ditador precisando de terapia e ainda esse psicólogo usar o dinheiro dessa associação dos Psicólogos conforme foi dito nessa reportagem!

  7. Repúdio a este CFP!! Atitude completamente anti ética, nosso dinheiro não pode ser utilizado para defesa de quaisquer ideologias partidárias! Se quisesse visitar a ditadura de Maduro que o fizesse com seu próprio dinheiro!!

  8. Estou perplexa com essa notícia. É simplesmente um absurdo.
    Concordo plenamente em criarmos um movimento que o destitua desse cargo.
    Não sou representada por pessoas que tenham tais atitudes.
    Devemos lutar para manter a ética profissional que rege nossa profissão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here