Procon faz operação para coibir “práticas abusivas” nos preços de pizzarias

Na última semana, o Procon realizou a operação “Pizza Legal, Preço Justo” no estado da Bahia para “fiscalizar e coibir condutas abusivas praticadas por pizzarias em relação ao valor cobrado”. De acordo com o Procon, é ilegal as pizzarias cobrarem o preço do sabor de maior valor quando a pizza tem dois ou mais sabores. As pizzarias autuadas terão 15 dias para adequarem seus preços de acordo com a vontade do estado.

É mais uma interferência do estado nas práticas comerciais voluntárias. Se o cliente acha o preço alto ou abusivo, ele pode escolher outra pizzaria com valores que cabem no seu bolso ou que pratique outras formas de precificação. Quem deve decidir os preços cobrados pelas pizzas são os proprietários dos estabelecimentos e os consumidores, e não o estado.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

4 COMENTÁRIOS

    • Não existe cartel sem interferência e ajuda do Estado. Cartel é algo inerentemente desvantajoso ao livre mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here