Professor da Unicamp é interrompido e desrespeitado por militantes fascistas da esquerda

Parece que a militância fascista esquerdista está ultrapassando os limites. De mero movimento estudantil a greve, a esquerda universitária grevista, financiada por partidos políticos obscuros, está pondo em xeque a educação superior no Brasil. Serguei Popov, professor de matemática da Unicamp, foi interrompido em plena aula pelos grevistas da esquerda e teve, inclusive, suas anotações na lousa apagadas por um dos grevistas.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

57 COMENTÁRIOS

  1. E essa cambada de bundas-moles assistindo à aula?
    Ficaram todos com o dedo no rabo só assistindo a esses bolivarianos vagabundos atrapalhando a aula?
    Se eu tivesse nessa aula, tiraria esses vagabundos na porrada da sala. Fácil, fácil

  2. Embora eu ache errado essa atitude desses alunos, mas o professor tá dando aula pra ele próprio e se ele quisesse poria esses alunos para fora da sala

  3. É um absurdo. A Unicamp enfrenta sim problemas relacionados a corte abusivo de recursos que vem sendo exercido de forma arbitrária pelo governo estadual já há alguns anos, é uma questão que precisa ser tratada com toda certeza.

    Mas não com greve, ainda mais em um momento econônomico tão delicado como esse que o pais está passando.
    Na faculdade em que trabalho, há constante diálogo com os estudantes, sempre foi assim. Não há problema na liberdade de protesto dos estudantes, protestar é um direito legitimo, o problema é a forma truculenta desse protesto, interferindo no direito de ir e vir das pessoas, no direito de escolha, em uma universidade (!!!). É ridiculo. Esses alunos são ridículos.

    Se você entra na Unicamp verá muita faixas de greve, mas não passa de 1% o número de alunos, professores e funcionários que tenham aderido a essa suposta greve. Não é legitima pois não representa a vontade da maioria na comunidade Unicamp, mas é “legitimada” em assembleias aonde só participam grevistas.

  4. Recadinho para os retardados da esquerda:
    Chega! Este terrorismo social está passando dos limites. Aviso uma vez, se você fizer uma patifaria destas diante de mim, vai saber realmente que arma não mata.
    Ridículos.

  5. Sim, nao pode ficar impune. E mesmo q a greve tenha sido decidida em assembleia, democracia é respietar o direito dos que nao querem aderir. Ninguém pode obstruir a decisao de dar ou assitir as aulas. Assembléias nao tem procuracao p falar em nome de todos. Pode representar…mas legalmente nao pode impedir ou forçar a nada. Independentemente disso, o comportamento destes alunos foi execrável. E sim, deve ser levado adiante um processo contra esses alunos, quer administrativo – dentro da universidade, quer fora, e acho que, sim, deveriam ser levados adiante os processos das duas formas. Um bom advogado saberá como conduzir. E se a Universidade se furtar a resolver isso, ela será passivel de processo tb, por conivência…leniência…enfim…um advogado saberá. O Professor pode ficar até traumatizado seriamente por esta atitude destes vândalos. Polícia para quem precisa…como diz a música…

  6. B.O. nele. Ainda que não seja preso e “dê em nada”, ainda fará com que o rapaz gaste um benefício ofertado a cada cinco anos, o que o Direito Penal chama de “Transação Penal”, quanto à tipificação do delito: art.42 da LCP.

  7. Acho bem hipócrita da parte dessas pessoas que desmoralizam movimentos sociais uma vez que grande parte dos direitos foram conquistado por, pasmem, MOVIMENTOS SOCIAIS!!!!!
    Podemos notar no vídeo que NÃO É POSSÍVEL ALUNOS OUVIR O PROFESSOR, O PROFESSOR ESTÁ COM FONE DE OUVIDO ESCREVENDO FORMULAS ALEATÓRIAS NA LOUSA, nenhum aluno que estava na aula estava entendendo o que ele falava ou escrevia. Fora isso, não sei se vocês que criticam o movimento sabem, mas o fator de ter ou não greve é DELIBERADO em uma ASSEMBLÉIA com quórum definido e DUAS CHAMADAS, não sei o que vocês chamam de democracia, mas pra mim isso é o que mais se aproxima, não estou falando que é perfeito, mas se aproxima, o ato do professor estar dando aula em uma mobilização estudantil tão estrondosa é um desrespeito para com os estudantes, até pq quando a categoria docente entra em greve, você aluninho que quer sua aaula pode ficar na porta durante muito tempo e não terá sua aulinha, pq os professores deliberaram assim.

    • Cara Maira… Greve de alunos é a coisa mais idiota que pode haver. Em uma greve, a categoria profissional prejudica a empresa e os acionarios por lucros cessantes. Quem a greve de alunos prejudica? Vamos precisar adivinhar?

    • Moira Dalio,

      Todos são iguais perante a lei. É este o princípio. E por amor de Deus não confunda Democracia com baderna e nem desordeiros com movimentos sociais. A Democracia supõe liberdade, mas não exclui responsabilidades.
      Esses pseudos-alunos que se presupõe “Em Greve” não tem um mínimo de respeito, tocam zabunba e gritam, impedindo um profissional de trabalhar. São apenas miliantes transgressores e deviam está gradeados, para lhe dizer o mínimo. GREVE! NÃO INCLUI INVADIR SALA DE AULA, E ASSEMBLEIA É APENAS UM DISFARCE PARA SABOTAR A NORMALIDADE. São apenas vagabundos disfarçados de estudantes.

    • Democracia trás direitos e deveres. Esses aí se acham no direito de invadir a aula de um professor mas não no dever de respeitá-lo. Aula é um lugar sagrado, todos ali devem respeitar quem está lecionando. Na boa, pensa direito antes de comentar, pois defender esses baderneiros não é normal.

  8. E o trabalhador é que está pagando para esses caras se comportarem desta maneira, com tanta gente querendo e precisando aprender. Minha sugestão é que sejam desligados e substituídos por jovens de baixa renda que queiram aprender. Tem uma fila. Simples assim.

  9. Eu escrevi p a Ouvidoria da UNICAMP. Entrei c o texto como: Denúncia. A Unicamp precisa apurar isso e responsabilizar estes inconsequentes ditadores.

  10. Este exemplo de desrespeito nao pode passar em branco. O Prof. é funciconário público e pode processar os alunos tanto dentro da universidade como fora da universdade. Um bom advogado saberá como fazê-lo. A Universidade deveria ser a primeira a exigir punição para este constrangimento e impedimento físico da aula. Professor, por favor, pela democracia e pela educação, não deixe passar em branco este exemplo de vandalismo e autoritarismo. Pela educação pública e pela universidade pública. Por favor. Descubra quem sao os alunos e peça a puniçao deles.

  11. Se os alunos estao em greve, por que o professor insiste em lecionar? Isso sim é falta de respeito.
    Nao entendi o mimimi…

    • Yara Steinfatt, sua estúpida! Você viu que havia alunos querendo assistir à aula? Sua posição é ridícula como de diversos “representantes de classe” que determinam um greve e fazem piquetes exigindo que todos participem.

      Se não tivesse ninguém em sala de aula o professor não estaria ali. E pior, se havendo alguns, ele provavelmente seria punido se deixasse de tentar.

    • Quem está em greve não são todos os estudantes. E se uns têm direito a fazer greve, outros têm o direito a não fazer greve e a assistir às aulas.

    • “alunos em greve” Que merda é essa? O professor foi contratado para dar aula. Se os alunos querem fazer greve, que façam do portão para fora. Esses paspalhos tem direito de fazer greve, mas não tem o direito de obrigar os que querem trabalhar a fazer greve, atrapalhando e impedindo o trabalho alheio.

      E antes de mais nada, estão desrespeitando um PROFESSOR! Que tipo de asno desrespeita um professor dessa forma? Que tipo de asno concorda com desrespeito a um professor tentando lecionar?

    • “Alunos em greve”

      Que coisa ridícula. Que vão fazer greve do portão para fora da universidade. O professor é contratado para dar aula. Ninguém pode ser impedido de trabalhar. Muito menos um professor! Que tipo de ASNO apoia o desrespeito a um PROFESSOR dentro da sala de aula?

    • Acredito que aqueles alunos começaram a trabalhar para atrapalhar quem quer estudar. Isso não é greve, é grave.
      Greve de aluno é parar de estudar, então que fique em casa e seja reprovado.
      O prejuízo para a sociedade é investir numa anta dessas que não sabe o que é democracia e respeito ao direito dos outros. Estamos pagando caro por isso.

  12. Esses moleques mimados que não sabem o que é respeito e tabalho, acham que revolucionando a sociedade positivamente. São parasitas. Ao professor Sergei o meu respeito por não se rebaxr ao mesmo nível dessa corja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here