Professor de física expulsa novamente grevistas de sua sala na USP (Assista)

O professor de física Silvio Salinas, que ficou conhecido recentemente por conta de um vídeo em que mostrava ele dando uma lição de moral em um grupo de militantes esquerdistas na USP, foi novamente alvo dos grevistas. Dessa vez, um aluno tenta usar a força física para tentar impedir a aula do professor em sua sala.

Esse tipo de atitude, conhecido por “piquetes de greve”, que já foi proibido pela justiça, é uma prática bastante comum dos grevistas. Eles não conseguem convencer a maioria a entrar em greve e tentam de maneira fascista forçar todos a aderirem o movimento deles.

Assista:

https://www.facebook.com/institutoliberaldesaopaulo/videos/2042381232654019/

35 COMENTÁRIOS

  1. Eu sou contra a violência… mas esse cara conseguiu irritar… Os alunos deveriam pega ele é manda pro inferno..
    Professor e autoridade maior…

  2. Esse ser que aparece à porta da sala de serviço do professor deve ser um viciado, daqueles que ficam do lado de fora da Universidade, “queimando um fumo”, como eles dizem. Note-se o seu modo de se expressar e também o seu sofrível comportamento. Pragas como essa deveriam ser extirpadas de todas as instituições de ensino, a começar pelo Ensino Fundamental. Se não quer estudar, então não venha atrapalhar quem quer. Eu, como todos os demais, também gostaria de saber o motivo da não reação desse excelente e educado professor. Gostaria de saber também, o quanto a mamãe desse excremento da sociedade pagou para que ele pudesse estar aí, atualmente, enchendo o saco de quem quer estudar.

  3. Greve é um direito assegurado aos TRABALHADORES. Estudante não é trabalhador (e antes que algum boçal interprete mal, falando que muitos trabalham, estou qualificando a figura ESTUDANTE, falando que esse não se enquadra no conceito legal de trabalhador ou empregado), logo, o que há é uma ocupação ilegal e oportunista realizada por alguns baderneiros que estudam custeados pelos impostos que nós pagamos. A argumentação do rapaz chega a ser tão enfadonha e cansativa que nem vale comentar. Causa estranheza que alguém que se diz formado e mestrando tenha um nível intelectual tão pobre e não consiga formular um argumento minimamente lógico para justificar seus atos (criminosos, diga-se de passagem). Está aí o resultado de inserir esse pensamento “esquerdopata” nas escolas e colégios brasileiros, formulado por uma classe (pseudo)intelectual que leciona para nossas crianças. Uma geração perdida….

  4. Mais o aluno ta lutano pelo próximo que virao tem que ver o motivo Voce fala isso pq vc ja ta la e os que virão ?

  5. Bom, nos dias de hoje, nós, professores universitários temos também que praticar artes marciais. Se fosse comigo e o aluno tivesse me impedido de fechar a porta para continuar minha aula, eu teria resolvido rapidinho essa situação.

  6. Esse “aluno” se esquece do direito de ir e vir, ou melhor, acho que nunca teve aula de Educação Moral e Cívica. Grande parte dos jovens deste País tiveram seus cérebros alterados durante este período comunista (diga-se PTista) e não sabem o falam, nem o que pensam e muito menos o que respiram.

    Grande Professor Salinas, o Senhor é um Mestre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here