Propaganda de faculdade é atacada por defender mais mérito e menos vitimismo (veja)

A propaganda da Faculdade IMED – com sedes em Passo Fundo/RS e Porto Alegre/RS – foi atacada por justiceiros sociais nas redes sociais por defender a importância do mérito pessoal em detrimento do vitimismo.

Os pontos que causaram maior indignação nos justiceiros sociais foram as afirmações “não levei vantagem por causa da minha cor” (em uma crítica às cotas racistas com base na cor da pele) e “não tive que achar que tudo estava errado só para parecer a diferente” (numa crítica ao vitimismo). A propaganda reforça a ideia de que são as escolhas pessoais e a liberdade que importam para as conquistas.

 

A veiculação do vídeo causou indignação na esquerda. Um aluno da instituição achou um “absurdo” a propaganda por ser “preconceituosa e não inclusiva”. Uma jornalista de um Instituto Federal afirmou que a propaganda “reproduz preconceito e reforça a farsa da meritocracia”. Um fotógrafo “ficou esperando a assinatura do governo Temer no final”. Outra comentarista também criticou a peça por promover a “farsa da meritocracia baseada no senso comum”, divulgando uma “propaganda ofensiva”. Confira:

imed-contra

Outros comentaristas, entretanto, apoiaram a publicidade da empresa e a coragem da instituição de ensino em tratar do assunto. Veja:

imed-afavor

14 COMENTÁRIOS

  1. Excelente propaganda, a porcaria do vitimismo esquerdista, de vencer a custa dos outros tem que ser mesmo extirpada desse país. “Se te mostrares frouxo no dia da peleja, tua força será pequena” Proverbios 24-10 26:28…Como país, como vencedores temos mais é que nos lançarmos a luta e vencer com nossas forças….independente de cor, sexo e religião.

  2. Excelente peça publicitária. Não ofendeu ninguém, mas conseguiu expor a loucura de vários “Social Justice Warriors” ridículos.

  3. O engraçado que estes “justiceiros sociais” geralmente são jovens ricos e esquerdistas.
    Na URSS não se entrava numa faculdade se a pessoa era branca, negra ou parda. Só entrava se ela tivesse ligada ao estado ou aos amigos dos reis.
    No fundo esses riquinhos sabem disso e assim como tantos esquerdistas sonham em ditar as regras no mundo.

  4. Aí quando você vai dar uma zoada com os funças, a a galera fala assim. “Ain mas é meritocrático, é porque tem que ter os melhores, ain.”. Aliás, eu estou pouco me lixando para esta tal de meritocracia, é outro espantalho inventado pela esquerda para criticar os liberais. O que importa é a sua capacidade e habilidade de produzir algo com algum valor, o que você consegue fazer e produzir importar para outras pessoas. Um professor doutor de história que só sabe vomitar materialismo histórico pode ter mais “mérito”, mas eu acho ele mais inútil do que um pintor ou marceneiro com segundo-grau.

  5. Nao sei o que é pior o video ou essa matéria. Viva os justiceiros e que eles continuem existindo. Fale me mais sobre o que você é so pelo contexto em que nasceu e sobre todas as suas vantagens sem ter feito exatamente NADA. E depois vem falar de vitimismo por favor Se você conseguir raciocionar sobre isso isso e não se achar um heróis que venceu sozinho na vida ja é lucro. POBRE IMED SENDO ATACADA POR JUSTICEIROS…ops vitimismo

    • Por favor, estude mais a língua portuguesa. O seu linguajar é deplorável, mas não estou nem um pouco surpreso. Por que será, não é? Rs

      • Mudando o foco claro e atacando o português desconsiderando qualquer possibilidade de erros por digitação no celular. Normal. Mais fácil.
        Não vou discutir sobre minha formação e meu português. Tenho total consciência sobre a qualidade de ambos.

    • Quem falou em “vencer sozinho”? Quem defende isso? Outra que não entende nada de liberalismo vem dizer falácias. Ninguém vence sozinho mesmo, a gente acha que a família, os amigos, a comunidade, a solidariedade privada, e obviamente, a mais importante de todas, o esforço pessoal é MUITO MAIS IMPORTANTE do que leis demagogas. Claro que ter tido oportunidade de estudar em boas escolas (em letras garrafais para você entender, PARTICULARES) faz a diferença, mas só isso não explica. Essa gente embrulhada no materialismo histórica vê a humanidade como robozinhos autômatos que tem sua história determinada pela classe social. É tão simplista e pueril.

  6. Aos poucos essa “merda” de vitimismo vai se esvaindo e cairá no seu devido lugar …. a LIXEIRA

  7. “Não, eu não levei vantagem pela minha cor, pelo meu sexo ou pela minha orientação sexual. Levei vantagem porque estudei muito, me esforcei muito, ralei mesmo, fui atrás, me dediquei e foquei nos meus objetivos”. That’s all!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here