Radio de MPB que vivia às custas da Petrobras sai do ar

A rádio MPB FM, que ocupava a frequência 90,3 FM carioca, encerrou suas transmissões no primeiro minuto dessa quarta-feira (01), tendo demitido todos os 40 funcionários e colocado a programação em modo automático, somente com músicas e sem locução, até o fim da terça-feira (31). A frequência no dial passou a ser ocupada pela Band News (que continuará transmitindo também pelo 94,9 FM), emissora do grupo Bandeirantes, dono da MPB FM desde 2012.

A rádio era conhecida por ter diversas propagandas da Petrobras, incluindo um programa com o nome da estatal chamado “Arte Petrobras”. O fim da rádio foi lamentado por artistas socialistas como Caetano Veloso e sua esposa, Paula Lavigne.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

8 COMENTÁRIOS

  1. Lamentável. O Brasil perde um veículo que mantinha acesa a nossa cultura musical. Isso é uma grande derrota.

  2. O Brasil não deu certo e pronto.
    Nossas opções são dividir em umas dez novas repúblicas, ou continuar arrastando a crise.
    Esse país é tão zoado, que se privatiza tem a Petrobras amanhã, é capaz de fazerem o povo pagar pela compra do particular, com dinheiro do BNDES e continuarem todos os vícios e preço absurdo.
    É capaz que melhor fosse, se somente abrisse o mercado e deixasse a Petrobras se foder.
    Quanto a tal rádio MPB, ah, que se foda esse bando de chato e chupins do caralho!

  3. Cortaram a teta desses vagabundos imprestáveis, só quarenta, tem que ver de quem é a indicação. Pede para esse caetano investir seu dinheiro para ver se aceita. Monte de artistas e cantores que só querem benefícios para eles e seus familiares, sanguessugas volta para o exilio.

  4. Uma pena. Uma perda para a Música Popular Brasileira. Com tanta desgraceira acontecendo à torta e à direita, nós AINDA temos o orgulho de contar com artistas (compositores, intérpretes, músicos, enfim) de qualidade que ainda tinham um lugar “privilegiado” e da nossa belíssima música nas ondas FM do Rio de Janeiro.
    Tínhamos a Rádio Nacional FM que, por conta da falta de vontade política, sucumbiu. Agora ela?
    Estamos pesarosos com seu encerramento.

    • Se houver público e interesse comercial, tem que continuar. Se não houver, tem que fechar. É simples.

      • Bom por aí! Essa galera gosta de florear essas políticas públicas onde o sagrado dinheiro do Contribuinte é gerido de forma equivocada e por pessoas que não têm noção do que estão fazendo. Aliás esse comportamento parece ser uma premissa no seio esquerdista!

    • Pode existir 1000 radios iguais a esta, desde q sustentados pelos consumidores e não com dinheiro público!

      A Petrobrás precisa ser privatizada urgentemente, senão continuaremos a sermos roubados!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here