Home Notícias Reality show de blogueira fitness poderá captar até 2,28 milhões dos pagadores...

Reality show de blogueira fitness poderá captar até 2,28 milhões dos pagadores de impostos

A blogueira Gabriela Pugliese, famosa por postar sua rotina fitness nas redes sociais, deverá lançar um reality show na televisão financiado pelos pagadores de impostos brasileiros.

O reality show “A Vida é Mara” irá mostrar a rotina diária de Gabriela ao custo de 2,4 milhões de reais, sendo que R$ 2.280.000,00 poderão ser captados por meio da Lei do Audiovisual. A autorização para captação foi obtida no dia 2 de agosto de 2017. De acordo com a descrição do projeto, “a primeira temporada apresenta o universo de Gabriela e as pessoas mais próximas a ela, fazendo uma passagem rápida pela infância onde ela sofria com bullyng (sic) na escolar até a evolução que a fez chegar ao posto da musa fitness mais consagrada do Brasil, com milhares de fãs e todo o glaumour (sic) que vive hoje”.

Atualmente, o projeto se encontra em fase de captação de recursos. O programa deve ser transmitido em um canal de televisão paga a ser definido.

A blogueira Gabriela Pugliese: reality show financiado pelos pagadores de impostos

A Lei do Audiovisual funciona por meio da “renúncia fiscal” de impostos que seriam pagos por empresas mas que são destinados a projetos selecionados pela Ancine, num modelo similar à Lei Rouanet. Na medida em que tais impostos já foram pagos pelos consumidores nos produtos e serviços consumidos destas empresas, se trata, na prática, de dinheiro dos pagadores de impostos destinado para projetos de amigos do estado.

Vanessa Rodrigues

Bacharel em Serviço Social, co-fundadora do grupo de estudos Libertas UECE e membro do grupo de estudos Dragão do Mar.

2 COMMENTS

  1. Vão “captar recursos” com os milhares de fãs que ela tem oras… Já que ela é tão consagrada, conhecida no país inteiro, não faltarão pessoas dispostas a trocarem seu suado dinheirinho para ver o reality show dela, não?

  2. Então que ela organizasse uma das famosas “vaquinas virtuais” junto ao seus fãs, e não usar dinheiro de todos os contribuintes, mesmo os que não dão a mínima para o que ela faz ou deixa de fazer.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here